segunda-feira, 6 de dezembro de 2021 - 20:52 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / MP obtém condenação de organizadores de rodeio em Volta Redonda

MP obtém condenação de organizadores de rodeio em Volta Redonda

Matéria publicada em 12 de julho de 2017, 13:16 horas

 


No inquérito civil, apurou-se que os animais foram submetidos a maus tratos

Animais teriam sido submetidos a choques elétricos, queimaduras por pontas de cigarro e até a introdução de objetos no ânus

Festa do Peão: Animais teriam sido submetidos a choques elétricos, queimaduras por pontas de cigarro e até a introdução de objetos no ânus

Volta Redonda – O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Volta Redonda, obteve a condenação das empresas organizadoras da 21ª Festa do Peão Boiadeiro de Volta Redonda, realizada entre os dias 9 e 11 de abril de 2010. A condenação foi por maus tratos aos animais usados no rodeio.

De acordo com a ação movida pelo MPRJ, a organizadora contratou a uma empresa para promover o rodeio durante o evento. No inquérito civil, apurou-se que os animais foram submetidos a choques elétricos, queimaduras por pontas de cigarro e até a introdução de objetos no ânus, com o propósito de estimulá-los antes de serem soltos na arena.

Segundo a sentença proferida pelo juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Volta Redonda, ficou comprovado o uso de choques elétricos em vídeos anexados ao processo. Portanto, as duas empresas foram condenadas a pagar R$ 100 mil como indenização por danos morais coletivos, em favor do Fundo previsto pelo artigo 13 da Lei nº 7.347/85.

As empresas também foram condenadas a não realizar e não permitir a apresentação de animais em rodeios mediante o uso de aparelhos de choque elétrico, sob pena de multa de R$ 20 mil por animal envolvido.

O Ministério Público, nos próximos dias, apresentará recurso visando à majoração da indenização por danos morais coletivos.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

13 comentários

  1. Quais são as empresa?
    Informação básica que falta na matéria.

  2. Parabéns ao Ministério Público!

    A causa animal precisa de mais decisões como esta.

  3. Rodeio é uma diversão de péssimo gosto! Uma maldade vê o sofrimento dos animais.
    Algo bizarro. Nunca fui, e nao vou a esse tipo de evento.
    Os seres humanos que lutam no UFC fazem por vontade própria e dinheiro. O animal está ali contra a vontade e sendo maltratado.
    Tem que condenar esses covardes mercenários mesmo.

    • Entao condenará abatedouros ..onde os animais estao la contra vontade pra ser abatidos pra compor alimentacao de muitos..

  4. O mesmo MP que nunca viu nada de errado no governo do Cabral e do Neto… sinceramente, não curto crueldade com animais, mas seletividade para agir é uma coisa incrível nesse MP.

  5. Rodeio não pode mas todo mundo assiste luta de UFC onde seres humanos levam chute na cara, sangram, quebram ossos, defecam no octogono etc. A diversão com animais sempre existiu e sempre continuará existindo.

  6. Moradora de Volta Redonda

    Depois de 7 anos ?

  7. É lastimável essa condenação, pura ignorância. O rodeio faz parte da cultura brasileira, gera muitos empregos, não há animais mais bem tratados do que aqueles que participam dos rodeios. Isso tudo é preconceito dos grandes centros urbanos contra os homens do campo. Outro absurdo que estão querendo fazer é acabar com as vaquejadas, já não basta o que fizeram com os circos !!!!!! depois que proibiram a exibição de animais a maioria fechou, estou com pena das futuras gerações.

    • José Manuel Ruela

      Experimente morrer para dar emprego a quem trabalha em funerária então…

    • Leia a reportagem.

      Não foi simplesmente um rodeio. Se voce acha normal dar choques elétricos em animais, talvez deva repensar melhor os seus valores.

  8. Rodeio náo entretenimento e selvageria, maltratar animais pode ser considerado diversão? Ver touros, cavalos serem maltratados, que prazer tem nisso? Por isso o Brasil náo vai pra frente. Ainda bem que esses monstros vão pagar, e pouco mas e alguma coisa!

Untitled Document