quarta-feira, 23 de junho de 2021 - 04:41 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Mulher com câncer linfático aguarda há mais de um mês por exame em Volta Redonda

Mulher com câncer linfático aguarda há mais de um mês por exame em Volta Redonda

Matéria publicada em 20 de julho de 2015, 19:50 horas

 


Volta Redonda – Familiares da pensionista Terezinha Batista Vidal, de 72 anos, moradora do bairro Vila Rica/Três Poços, estão preocupados com a saúde dela. É que há mais de um mês ela teria que ter passado por uma tomografia para dar início a um tratamento contra um câncer linfático. O problema é que o equipamento da rede pública de saúde está quebrado, dificultando o diagnóstico exato da doença e assim o tratamento mais eficaz.

– A primeira suspeita era de que minha mãe tivesse câncer de pele. Porque apareceu um caroço no braço dela e começou a crescer. Então foi retirado e mandado para a biopsia. Quando foi em maio confirmou-se que se tratava de um linfoma (câncer que ocorre no sistema linfático) e a médica pediu uma tomografia do tórax e do abdômen com urgência, para saber onde está o tumor e começar o tratamento, mas até hoje nada. Ela mesma não sabe que está doente, nós não falamos nada. Está em casa, fala que está passando muito mal, com febre, e está estranhando essa demora no exame – disse a filha de Terezinha, Roseli Batista Vidal Guerra.
Ainda segundo Roseli, a mãe teria que ter feito o exame no último dia 10 de junho mas por conta desse problema com o equipamento não sabe quando ela será submetida a tomografia.
– Procurei a secretaria de Saúde, a Ouvidoria (da Saúde), e disseram que eu teria que esperar porque a máquina estava estragada e que a minha mãe não era a única nesta situação, que havia vários casos assim. A gente fica com um sentimento de angústia mesmo, porque o caso é grave, a médica pediu urgência e não sabemos como vai ficar. Quanto tempo mais minha mãe vai ter que esperar? – questionou Roseli.

Resposta

A Secretaria Municipal de Saúde informou que o aparelho de tomografia foi consertado na semana passada e já reiniciou a realização de exames desde a última quarta-feira, dia 15. A secretaria ressaltou que, durante o período em que este aparelho esteve em manutenção, os usuários foram encaminhados ao Serviço de Tomografia do Rio Imagem. A secretaria solicitou que familiares de Terezinha Vidal ou a própria entrem em contato com a pasta para maiores informações.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. SE O APARELHO ESTAVA QUEBRADO E OS PACIENTES ESTAVAM SENDO ENCAMINHADOS PARA O RIO, PORQUE A DEMORA, SERÁ QUE E TÃO DIFICIL CONSERTAR UM APARELHO, PORQUE FOI CORTADO O CONVENIO COM OUTRAS CLINICAS, QUE FAZEM ESTE EXAME
    EU ESTOU AGUARDANDO Á MIA DE 4 MESES, POR UMA TOMOGRAFIA DA LARINGE

    MINHA MAE AGUARDA POR UMA CIRURGIA DE CATARATAS A UM ANO E SEIS MESES. E ELA TEM 87 ANOS.
    ONDE ESTA A PRIORIDADE.

Untitled Document