No flamengo, gol de Pará pode amenizar críticas - Diário do Vale
terça-feira, 21 de setembro de 2021 - 10:25 h

TEMPO REAL

 

Capa / manchete3 / No flamengo, gol de Pará pode amenizar críticas

No flamengo, gol de Pará pode amenizar críticas

Matéria publicada em 26 de fevereiro de 2015, 22:17 horas

 


Substituto de Léo Moura vinha sendo perseguido por parte da torcida após apresentações inseguras

Peças: A partir da próxima semana Pará será o único lateral-direito de ofício do plantel (Foto: Gilvan de Souza)

Peças: A partir da próxima semana Pará será o único lateral-direito de ofício do plantel (Foto: Gilvan de Souza)

Rio

O lateral-direito Pará fez seu primeiro gol com a camisa do Flamengo na noite de quarta-feira, quando o time derrotou o Brasil de Pelotas, no interior do Rio Grande do Sul, pela partida de ida da primeira fase da Copa do Brasil.
O tento veio em momento oportuno, pois a diretoria negociou Leonardo Moura com o Fort Lauderdale Strikers, dos Estados Unidos, e a partir da próxima semana Pará será o único lateral-direito de ofício do plantel. Pará vinha sendo hostilizado pela torcida ao longo do jogo contra o Madureira, empate por 1 a 1 no domingo passado. O comportamento dos torcedores pode ser explicado pelo anúncio da negociação de Leonardo Moura, que é ídolo do clube desde 2005.
– Não procurei dar muita atenção ao que aconteceu, pois estava fazendo uma boa partida e não foi contra mim e sim uma manifestação de apoio ao Leonardo Moura, que tem mais de quinhentos jogos pelo clube e conta com grande carinho de todos – disse Pará.
O lateral-direito também ficou satisfeito com o primeiro gol pelo Flamengo. Porém, no fim, Pará foi protagonista ao cometer a falta que originou o tento solitário do Brasil, recolocando o time gaúcho na disputa. O jogador garante que não cometeu a infração, que também foi motivo de muita reclamação por parte do técnico Vanderlei Luxemburgo.
– O árbitro se precipitou um pouco, pois eles fizeram o gol em um lance que nem falta foi – disse Pará.
Apesar do gol marcado e de estar rendendo o esperado, Pará não deverá fazer Vanderlei Luxemburgo mudar de ideia em relação à contratação de um substituto para Leonardo Moura. O treinador já conversou com o diretor-executivo do departamento de futebol, Rodrigo Caetano, no sentido de se contratar um outro jogador. Contra o Brasil de Pelotas, por exemplo, Pará foi improvisado na lateral esquerdo, com Léo Moura jogando pela direita.
A improvisação se deu porque o treinador não ficou satisfeito com o que tinha a disposição na lateral esquerda, já que Anderson Pico segue entregue ao departamento médico e Thallyson, testado em algumas partidas, ainda não é considerado maduro suficiente para ser visto como titular.
Com a saída de Leonardo Moura, Pará passa a ser a única opção do lado direito, impedindo a sua improvisação. Salvo se o treinador optar por improvisar o lado direito, onde pode usar, por exemplo, o volante Luiz Antonio. Apesar dos pedidos de Vanderlei Luxemburgo, os dirigentes ainda não têm nenhum nome em mente para substituir o lateral.
A delegação do Flamengo retornou ao Rio de Janeiro na tarde desta quinta-feira e os jogadores foram liberados em seguida. Nesta sexta-feira o plantel se reapresenta e inicia a preparação para o clássico contra o Botafogo, marcado para este domingo, às 16h(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.
A partida contra o Botafogo, por sinal, será a última oficial de Leonardo Moura com a camisa do Flamengo. Porém, o confronto que marcará a despedida do jogador acontecerá na quarta-feira da próxima semana, quando será disputado um amistoso festivo contra o Nacional, do Uruguai, no Maracanã, previsto para começar às 22h(de Brasília).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Missão impossível a do limitado Pará. Substituir e fazer a torcida esquecer o quase lenda Leonardo Moura, é algo inatingível para este rapaz, que por força dos empresários que infestam o futebol atual já rodou por vários clubes grandes, sem grande destaque, sempre na obscuridade. Não joga nada e na mão do Luxemburgo,logo logo vai parar no caldeirão de frituras que sempre acompanha o treinador atual. Te cuida Pará!!!

Untitled Document