segunda-feira, 19 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / O guarda-roupa do Neil Armstrong

O guarda-roupa do Neil Armstrong

Matéria publicada em 22 de outubro de 2018, 09:00 horas

 


Produção do “Primeiro Homem” recriou os primeiros trajes espaciais

Um dos maiores desafios na produção do filme “O primeiro homem” foi recriar os trajes espaciais usados nas primeiras missões da NASA. Felizmente o desenhista de produção, Nathan Crowley, contou com uma farta documentação da agência espacial e com o apoio de empresas especializadas, que forneceram fotos e material para que cada tipo de traje usado por Armstrong em suas missões fosse recriado pelo especialista Christopher Gilman.

O primeiro é o traje Dave Clark MC-2, que Armstrong usou ao pilotar o avião foguete X-15. O X- 15 subia até 100 quilômetros de altura e se a cabine despressurizasse a essa altitude o sangue do piloto ferveria como Coca Cola. Para evitar que isso acontecesse ele usava uma roupa hermética, com um capacete branco cuja viseira podia ser selada em poucos segundos. Em caso de despressurização a roupa inflava como um balão mantendo a pressão sobre o corpo do piloto. O MC-2 era todo prateado, para refletir o calor produzido pelo atrito da aeronave com a atmosfera.

Um traje semelhante foi usado pelos astronautas do projeto Mercury, que foram os primeiros americanos a ir ao espaço enquanto Armstrong estava envolvido com o X-15. O principal defeito do MC-2 e do traje Mercury é que ele não permitia muitos movimentos quando ficava rígido e totalmente sob pressão, mas isso não aparece no filme. Do programa do X-15 o filme pula para o projeto Gemini. Quando os astronautas passaram a usar uma roupa branca mais flexível, o G4C. Feito de nylon e de um tecido especial chamado Nomex. Era fabricado pela mesma empresa que criou a roupa do X-15, a Dave Clarke.

Um problema com a Gemini é que o interior da capsula era tão apertado que não havia espaço para os astronautas usarem aquela mochila, com a reserva de ar e o radio que geralmente fica presa nas costas: O backpack. Por falta de espaço os astronautas da Gemini carregavam a mochila no peito. Ela era volumosa, como se pode ver na foto, mas não atrapalhava os movimentos na gravidade zero do espaço sideral.

Para o projeto Apollo foi criada uma variação do traje Gemini, o A1C, que aparece no filme sendo usada pela tripulação da fatídica Apollo 1. Infelizmente a nave pegou fogo durante um treinamento e a roupa de nylon não evitou a morte dos astronautas. A NASA encomendou um novo tipo de traje espacial, com uma camada de fibra Beta, resistente ao fogo. É a roupa que o ator Ryan Gosling, que interpreta Armstrong, aparece usando durante a viagem a Lua. É o A7L feito pela ILC Industries. No lugar do antigo capacete de plástico branco o astronauta usa uma bolha de vidro hermética sobre a cabeça. Sobre essa bolha é colocado um capuz com o “visor lunar” durante as caminhadas na superfície da Lua. Esse capuz tem uma viseira com cobertura de ouro para proteger os olhos do astronauta do brilho intenso e dos raios ultravioleta do Sol.

Um problema com essas roupas espaciais é que elas eram feitas sob medida para cada astronauta. Por isso Armstrong não podia usar a roupa do seu colega Aldrin e vice versa. Eles também eram feitos para pessoas do sexo masculino porque a NASA, nos anos de 1960, não aceitava mulheres no corpo de astronautas.

Mesmo assim a atriz Jenny Agutter usou um A-7l no seriado “O homem de seis milhões de dólares” em 1975. A essa altura a NASA deixara de ser o clube do bolinha e começara a criar o traje unissex EMU. Mas Armstrong já tinha encerrado sua carreira de astronauta.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. A maior mentira já contata em toda a historia da humanidade , fico pensando quantas pessoas já morreram pra esse segredo não vir à tona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document