segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / O melhor do Will Smith em DVD e Blu Ray

O melhor do Will Smith em DVD e Blu Ray

Matéria publicada em 22 de julho de 2018, 08:02 horas

 


Ator virou estrela com filmes sobre seres extraterrestres

Heróico: Smith é o capitão Steven Hiller

Will Smith estava na cerimônia de encerramento da Copa do Mundo da FIFA no domingo passado, esbanjando a simpatia que o tornou famoso. O ator ficou famoso por dois filmes sobre extraterrestres, feitos no final do século 20. O apocalíptico “Independence Day” de 1996 e “Homens de Preto” de 1997. Sempre que vejo o Will Smith numa cerimônia eu fico esperando aparecer um extraterrestre. Vai ver que foram os ETs, que provocaram aquela chuva torrencial em Moscou.
Smith não é o que se chamaria de um grande ator. Ele criou uma persona, do cara brincalhão e bem humorado, que esta presente na maioria de seus filmes. Até mesmo num filme sobre o fim do mundo, como é o caso do Independence Day. Id4, como é chamado pelos fãs, foi um dos maiores sucessos do cinema americano na década de 1990. Narrando um ataque extraterrestre contra as principais cidades do planeta. Dirigido pelo alemão, Rolland Emmerich, o filme impressionou até o astrofísico Stephen Hawking. Que fez uma advertência sobre o perigo das tentativas de contato com seres extraterrestres.
Em Id4, Smith faz o papel de um ás da aviação, o capitão Steven Hiller, que não perde o bom humor mesmo depois da destruição de Washington, Nova York e Los Angeles e da morte de milhões de seus compatriotas. É ele que pilota o disco voador no ataque final contra a nave-mãe dos ETs.
No ano seguinte, Smith estrelou “Homens de preto”. Onde a ideia de visitantes extraterrestres é levada na brincadeira. Aqui ele é um policial de Nova Iorque que descobre que a Grande Maçã está infestada de imigrantes alienígenas. Acaba sendo contratado por uma agencia secreta do governo, encarregada de manter o segredo sobre a presença de aliens em nosso planeta.
Com o sucesso desses dois filmes Smith virou celebridade e estrelou filmes sérios como “Eu sou a lenda” e “À procura da felicidade”. Mas sempre é lembrado pelos heróis alegres como o Agente J dos Homens de Preto. Parte do fracasso do Independence Day 2 se deve a ausência deste carismático ator.

Por: Jorge Luiz Calife – jorge.calife@diariodovale.com.br


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document