domingo, 15 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / O submarino do Gerard Butler e a volta do Halloween

O submarino do Gerard Butler e a volta do Halloween

Matéria publicada em 25 de outubro de 2018, 09:00 horas

 


Ação e terror requentado são as opções no circuito cinematográfico esta semana

As novidades da semana se resumem a mais um filme de ação com o Gerard Butler. Um gênero que o ator tem abraçado com entusiasmo desde que interpretou o Leônidas do “300” de Esparta. Agora ele é o capitão de um submarino nuclear que vai até o ártico resgatar um presidente russo sequestrado. A outra novidade é mais um remake do terror “Halloween”, do John Carpenter, que deu origem a uma série interminável de filmes sobre serial killers nos anos de 1980.

“Fúria em alto mar” é o título brasileiro para o filme “Hunter-killer” do diretor Donovan Marsh. “Hunter killer” (Caçador-matador) é o nome que se dá a uma classe de submarinos nucleares cuja missão é caçar e destruir submarinos inimigos. Geralmente os filmes de suspense com submarinos envolvem outra categoria, a dos submarinos lançadores de mísseis nucleares,  que são o alvo dos Hunter-killers. Clássicos do gênero como “Caçada ao outubro vermelho”, “Maré vermelha” e K-19 The widowmaker são ambientados a bordo dos lançadores de mísseis, conhecidos tecnicamente como boomers.

No filme, Gerard Butler é o capitão Joe Glass do submarino nuclear de ataque USS Arkansas que recebe uma missão pouco convencional. Navegar até o oceano ártico para procurar por outro submarino nuclear. Eles encontram o submarino perdido e acabam se envolvendo num golpe de estado que está acontecendo na Rússia. O presidente russo foi sequestrado pelos golpistas e acabou sendo resgatado por uma equipe das forças especiais da marinha. E agora cabe a tripulação do Arkansas tirar todo mundo das águas dominadas pelo inimigo.

“Fúria em alto mar” mistura dois gêneros, o filme de submarino e o filme de ação sobre forças especiais. Enquanto Gerard Butler e sua tripulação combatem submarinos russos sob o gelo do ártico e equipe Seal liderada por Toby Stephens combate em terra as forças militares russas. O resultado é uma mistura de “Caçada ao outubro vermelho” com “Comando imbatível” para citar só dois filmes dos anos 90.

Os efeitos visuais variam do ótimo ao sofrível. Quem viu o filme no exterior comenta que algumas das cenas filmadas com fundo verde parecem ter sido terminadas as pressas para que o filme chegasse aos cinemas ainda nesse mês de outubro. A produção levou o trabalho a sério e antes de interpretar o capitão Joe Glass, Gerard Butler e o diretor Donovan Marsh passaram cinco dias a bordo do submarino nuclear USS Houston, da classe Los Angeles, para aprender os detalhes técnicos da vida a bordo desses barcos nucleares. O submarino do filme é de uma classe mais avançada, a Arkansas, lançada ao mar em 2016.

É curioso como esses filmes de ação americanos refletem a política da Casa Branca. “Caçada ao outubro vermelho” foi escrito durante a escalada militarista do governo Ronald Reagan, em 1982 e virou filme durante o governo George Bush. Já este “Fúria em alto mar” reflete o militarismo da era Donald Trump e o rearmamento das forças armadas norte-americanas. Recentemente a marinha americana lançou ao mar um novo tipo de submarino atômico, da classe Virginia, projetado especialmente para operar em conjunto com as forças especiais Seal, como mostrado no filme. O Arkansas do filme pertence a esta classe.

A outra estreia da semana é mais um remake do terror Halloween. Sobre um assassino morto vivo que gosta de esfaquear mocinhas. Jamie Lee Curtis, estrela do filme original de 1978, retoma o papel da babá que escapou do assassino há três décadas. O sucesso do filme deu origem à outra serie famosa, a “Sexta-feira 13” que também tem outro assassino indestrutível que sempre volta, depois de “morrer” no final de cada filme. Só mesmo para os adolescentes que adoram esse tipo de filme.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Péssimo gosto.

Untitled Document