>
sábado, 28 de maio de 2022 - 14:20 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Obras em estradas melhoram acesso ao interior fluminense

Obras em estradas melhoram acesso ao interior fluminense

Matéria publicada em 13 de abril de 2015, 11:25 horas

 


Novas intervenções serão inauguradas nos próximos meses

O Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), realizou nos últimos dois anos importantes intervenções em estradas estaduais que vêm melhorando a rotina da população. Treze grandes obras foram inauguradas e outras novas serão entregues nos próximos meses. Até maio, será concluída parte da pavimentação da RJ-222 (10,7 km do trecho de 27,6 km que passa por intervenções entre Cambuci e Taquaral).

Para o segundo semestre, os municípios de Duque de Caxias, Belford Roxo, Nova Iguaçu, Paraty, Cunha, Santo Antônio de Pádua, São José do Ubá, Bom Jesus do Itabapoana, Mangaratiba, Rio Claro, Miguel Pereira e Barra do Piraí vão receber melhorias em suas estradas. A maioria delas envolve pavimentação, drenagem e construção de acostamento e alargamento de pontes dessas regiões.

No fim do mês passado, foi inaugurada a pavimentação de 10,5 quilômetros, no trecho entre os municípios de Duas Barras e Carmo, na RJ-144. Em janeiro deste ano, foi entregue a pavimentação da RJ-151, entre Visconde de Mauá e Campo Alegre. Com investimentos de R$ 7,2 milhões, a obra incluiu pavimentação, drenagem, terraplenagem, desmonte de rocha e alargamento de pista da RJ-151, em uma extensão de 8,4 quilômetros. Além de servir como alternativa ao tráfego de quem vem da Zona da Mata de Minas Gerais para o Rio, beneficiando cerca de 45 mil pessoas, a iniciativa visa também impulsionar o crescimento turístico de Visconde de Mauá, importante polo do Médio Paraíba.

Estímulo ao turismo

Há um ano, outra obra na mesma rodovia, no trecho de 5,3 quilômetros entre Visconde de Mauá e a Vila de Maringá, foi concebida com o mesmo objetivo: estimular a circulação de turistas pela região, incrementando, com isso, o crescimento econômico. Foram realizados serviços de terraplenagem, drenagem, pavimentação com asfalto borracha, implantação de bueiros e sinalização horizontal e vertical com investimentos de R$ 9 milhões.

– Essas obras são muito importantes, porque aumentam o desenvolvimento e melhoram a mobilidade urbana no Estado do Rio de Janeiro. O DER vai continuar investindo em outras áreas ao longo de 2015 e espera entregar obras aguardadas pela população fluminense há muitos anos, como a RJ-165 (Paraty – Cunha) e a RJ-101 (Presidente Kennedy) – disse o presidente do DER, Ângelo Monteiro.

Melhorias estimulam economia

Durante 2014, oito grandes obras em estradas fluminenses foram entregues à população, somando investimentos de R$ 180 milhões. Destaque para a pavimentação da RJ-220 com asfalto borracha, no trecho entre Itaperuna e Natividade, orçada em R$ 68,9 milhões, maior investimento realizado pelo DER nos últimos dois anos. São 21,6 quilômetros de extensão, que visam facilitar o escoamento de produção e impulsionar o turismo, facilitando o dia a dia de cerca de 100 mil pessoas.

Segundo maior investimento em recuperação de estradas no ano passado, a restauração da RJ-127, Mendes-Vassouras, recebeu R$ 28,7 milhões. A intervenção tinha como objetivo interligar as cidades, em uma extensão de 14,3 quilômetros. Os municípios de Natividade, Varre-Sai, Quatis e Engenheiro Pedreira (Japeri) e o distrito de Tamoios também receberam melhorias em estradas, rodovias e construção de viadutos.

Em 2013, o Médio Paraíba e o Centro-Sul se beneficiaram com três obras importantes. A primeira a ser entregue, em março, foi o Contorno Rodoviário de Barra do Piraí, com aporte de R$ 51 milhões. Na extensão de 3,6 quilômetros, foram realizadas terraplenagem, drenagem, pavimentação e construção de ponte. A obra foi idealizada para deslocar o tráfego de veículos que havia pelo centro do município, contemplando 95 mil pessoas.

Investimentos em conservação

Em setembro do mesmo ano, foi finalizada a pavimentação de 11 quilômetros da Estrada Governador Chagas Freitas (Bocaininha – Rialto), com investimentos de R$ 17 milhões. Em novembro, a entrega de melhorias operacionais e conservação da RJ-135, em um trecho de 29 quilômetros, entre a BR-393 (Andrade Pinto) e RJ-145 (Rio das Flores), reuniu investimentos de R$ 20 milhões.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. E a Ponte sobre o Rio Paraiba do Sul entre Vassouras e Valença, vão esperar que caia antes de receber uma reforma ou a construção de outra.

  2. E a rodovia do contorno quando sai?

Untitled Document
close