Ordem Pública vai intensificar fiscalizações em Volta Redonda

Objetivo é garantir a segurança do transporte escolar

by Mayra Gomes

Foto: Divulgação/Semop.

Volta Redonda – A Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), vai intensificar as fiscalizações para garantir a segurança do transporte escolar no município. Em reunião realizada nessa quinta-feira (25) na sede da Semop, na Ilha São João, profissionais credenciados pela STMU (Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana) relataram ao secretário municipal de Ordem Pública, coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa, supostas irregularidades.

Durante a reunião ficou acordado a criação de um grupo de WhatsApp para concentrar denúncias de transporte clandestino escolar, a fim de melhorar a rapidez na investigação desses casos. E o secretário de Ordem Pública disse que, através da Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR), as operações serão intensificadas com intuito de garantir a segurança, principalmente dos usuários do serviço.

“Recebemos os profissionais do transporte escolar e vamos verificar as denúncias feitas por eles. Nós queremos ser aliados da população, e todas as nossas ações serão planejadas. O nosso objetivo é garantir a segurança daquelas pessoas que utilizam o transporte”, frisou Luiz Henrique.

Um dos representantes dos profissionais do transporte escolar, Jailton Luís, disse que os próprios motoristas habilitados têm flagrado condutores não credenciados realizando o serviço, o que ele chamou de “concorrência desleal”.

“É uma concorrência desleal, porque para prestar esse serviço nós precisamos ter um cadastro na STMU, com todas as documentações que comprovam que somos habilitados. E essas pessoas não são. Temos visto carros de passeio e veículos com até sete lugares embarcando crianças e dizendo que é carona. O que queremos é a garantia de que possamos oferecer um transporte seguro e, principalmente, liberado pelo município”, disse Jailton.

Participaram também do encontro o subsecretário de Ordem Pública, subtenente Amauri Pego; o comandante em exercício da Guarda Municipal, inspetor Antônio Almico; e o vereador Vander Temponi.

 

You may also like

5 comments

Alfersil 28 de abril de 2024, 11:59h - 11:59

Levar colega de escola do filho no meu carro, não é transporte irregular escolar. O que é preciso fazer, é fiscalizar vans caindo aos pedaços.

Reply
Silvio Alves 27 de abril de 2024, 16:11h - 16:11

Enquanto isso a bandidagem fica livre pra assaltar cidadãos de bem e matar inocentes… É o poste mijando no cachorro!

Reply
Jorge Lucas 27 de abril de 2024, 08:26h - 08:26

Interessante seria começar fiscalizando a forma como os condutores de transporte escolar credenciados desempenham sua função no trânsito. Os abusos, o descumprimento das leis de trânsito e a truculência com os demais usuários da via são frequentes.

Reply
Carlos Rocha 26 de abril de 2024, 21:50h - 21:50

Tem que colocar os sinaleiros para pedestres para funcionar . Quase tds sem lâmpadas, fora de operação colocando pedestres em situação de risco e insegurança

Reply
MORADOR VR 26 de abril de 2024, 20:53h - 20:53

Eos veículos( motos ,carros, caminhões e ônibus barulhentos ) barulhentos no centro, quando vão agir para tirar de circulação?????????????

Reply

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996