quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Os desenhos animados dominam a programação

Os desenhos animados dominam a programação

Matéria publicada em 10 de janeiro de 2019, 09:00 horas

 


Homem Aranha no Aranhaverso tem belos visuais e uma visão diferente do famoso herói

As estreias do cinemão, neste início de 2019, ficaram restritas aos filmes de animação. Tem o desenho do “Dragonball”, o novo filme do “Detona Ralph” – que agora se chama “Wi Fi Ralph” – e o melhor de todos, “O Homem Aranha no Aranhaverso” que mostra várias versões do famoso herói da Marvel vivendo em universos paralelos diferentes do nosso. Trata-se do primeiro longa metragem do Homem Aranha em animação por computador, e a Sony Pictures caprichou. O filme é um delírio visual com cores fosforescentes e cenários fantásticos que pedem para ser apreciados na tela grande do cinema.

A trama é um pouco complicada e pode deixar confusos aqueles que não são fãs de carteirinha dos personagens da Marvel. Miles Morales é um adolescente afro-americano que vive em Nova York e admira o Homem Aranha, seu pai é um policial que acha que o Homem Aranha é uma ameaça. Miles acaba sendo picado por uma aranha radioativa e fica com os mesmos poderes do Homem Aranha/Peter Parker. Parker começa a treina-lo para ser um novo homem aranha e logo de saída eles esbaram num inventor maluco chamado Wilson Fisk, que construiu um acelerador de partículas atômicas que dá acesso a outros universos paralelos ao nosso. Ele pretende encontrar versões alternativas de sua esposa e filha, que morreram num acidente de carro.

O problema é que a máquina cria uma ponte para esses mundos alternativos, onde vivem outras versões do Homem Aranha. Incluindo a Mulher Aranha, que é a identidade secreta da Gwen Stacy em outro universo. Quem é essa tal de Gwen Stacy? É aquela mocinha loira que namorou o Homem Aranha no Homem Aranha 3 e morreu no Espetacular Homem Aranha 2. Mas em outro universo ela não morreu e se tornou uma versão feminina do Homem Aranha. Tem também o Homem Aranha Noir, que vive numa Nova York dos anos de 1930, e o Homem Aranha Porquinho, que vive num daqueles mundos com bichos antropomórficos.

A ideia de universos múltiplos, com versões alternativas da realidade, vem da física quântica e é outra daquelas coisas que a Marvel copiou da DC Comics. Na DC, a ideia das múltiplas terras em múltiplos universos ficou tão confusa que gerou a “Crise nas Infinitas Terras” dos anos de 1980. Na época a DC tentou acabar com esses mundos paralelos, mas terminou se rendendo a preferência dos fãs e tudo voltou a ser do jeito que era.

“Homem Aranha no Aranhaverso” é um dos filmes de animação mais complexos já feitos. E exigiu os talentos de nada menos do que 180 animadores, mas valeu a pena. Os cenários por onde os personagens correm e pulam estão entre os mais belos já mostrados em uma animação. Destaque para uma sequencia em uma floresta de bordos, coberta de neve, que serve de cenário para uma perseguição em que dois Homens Aranha e a Mulher Aranha fogem de um grupo de cientistas com armas de raios.

Diante do Aranhaverso, as outras animações não tem a menor chance. Mas quem gostou do Detona Ralph vai querer ver a sua versão no mundo da internet. O primeiro filme, Detona Ralph, de 2012, se passava no mundo dos games da década de 1980, quando a internet ainda não existia e os games ficavam presos dentro das máquinas de Fliperama. Ralph era um vilão detestado por todos que queria ser herói. E ajudava a heroína Vanelope a escapar do vilão Turbo.

Agora, seis anos depois, Ralph e sua amiga descobrem um acesso à internet e se envolvem com uma série de personagens do mundo moderno da rede. Incluindo um blogueiro que dita tendências.  Dragon Ball Super Broly é para os fãs de animes, com aquelas lutas intermináveis entre personagens que estão sempre querendo se vingar de alguma coisa.

Por: Jorge Calife


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. A animação do homem-aranha parece ser muito boa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document