terça-feira, 20 de outubro de 2020 - 16:32 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Os Sons do Rio

Os Sons do Rio

Matéria publicada em 5 de outubro de 2018, 09:00 horas

 


Secretaria de Estado de Cultura do Rio abre nova chamada seleção de músicas autorais; Artistas têm até o dia 10 para se inscrever no projeto

Projeto irá trazer playlists com o melhor da música contemporânea dos 92 municípios do Estado, além de festival no Centro do Rio

Os Sons do Rio, uma parceria da Secretaria de Estado de Cultura do Rio com a Deezer, uma das maiores plataformas globais de streaming, abre nova chamada. Para participar do projeto, que mapeia a produção musical contemporânea dos 92 municípios fluminenses em playlists, levando o som do Rio a qualquer lugar, os músicos precisam enviar seu material até dia 10 de outubro.
A iniciativa é parte do Musica.RJ, nome do programa de ações no campo da música promovidas pela SEC-RJ. A primeira chamada teve 1150 músicas inscritas analisadas, gerando as primeiras três playlists completas. As primeiras cidades contempladas foram a Capital, Niterói e Volta Redonda. Músicos destes locais também poderão enviar materiais, pois as playlists serão atualizadas.
Além de fazer parte das listas, alguns dos selecionados farão participações em festivais, incluindo um maior que será realizado no Centro do Rio. O primeiro festival acontece no próximo dia 6, dentro da feira ITB Feira de Moda, no Solar das Palmeiras, em Botafogo, onde se apresentarão quatro artistas que estão na playlist do Rio: Pretty Babies, Aline Lessa, Victor Mus e Little Room.
O mapeamento tem como objetivo apresentar um panorama da música autoral contemporânea em todas as 10 regiões do Estado do Rio. Cada playlist terá cerca de 20 a 25 músicas, até duas de cada um dos artistas selecionados.
– Os resultados dessa primeira etapa indicam que o projeto está no caminho certo, valorizando a música autoral no Estado do Rio de Janeiro. Quando ouvimos as playlists mais comerciais os artistas do Estado do Rio ainda tem uma participação reduzida, com o projeto “Os Sons do Rio” queremos ampliar o espaço para a nossa música – contextualiza Leo Feijó, subsecretário-adjunto de Cultura do Estado do Rio.
A sensação de que o mapeamento está no rumo certo também é compartilhada por Bruno Vieira, diretor geral da Deezer no Brasil.
– Colhemos resultados muito bons na primeira seleção, foi um ótimo início para este mapeamento do cenário musical do Rio de Janeiro. Agora temos oportunidade para investir e seguir descobrindo a produção musical de mais de 80 cidades em diversas regiões do Estado, além de renovar parte do conteúdo da Capital, Niterói e Volta Redonda – acredita o diretor.

Processo de seleção
A curadoria final das playlists do Música.RJ será realizada por representantes do Estrombo, programa de música do Sebrae, do Instituto Gênesis da PUC-Rio e do Instituto Memória Musical Brasileira (IMMUB), além de gestores da Secretaria de Estado de Cultura e integrantes do Conselho Estadual de Política Cultural (CEPC). A curadoria inclui representantes das 10 regiões do Estado.
A prioridade será de artistas que tenham conexão com o território, sejam naturais da cidade ou radicados há pelo menos um ano no município. O projeto incluirá também as prefeituras, para que seja criada a “Playlist Oficial” de cada cidade.
Os artistas podem enviar músicas para participar da seleção final. Ao mesmo tempo os curadores regionais também estão organizando outras listas, considerando sempre critérios com ligação com o território, diversidade de gêneros musicais e priorizando novos artistas ou aqueles que não ganharam a grande mídia. Todas as músicas concorrentes devem estar na Deezer para participar da seleção. Para saber como disponibilizar, acesse https://www.deezer.com/br/company/label_artists. Já o formulário de inscrição poder ser encontrado no http://goo.gl/forms/mxcwd7bTjHkAib0J3. Para sanar dúvidas e mais informações redemusicarj@gmail.com.

Cronograma
* 10 de outubro – Data final para recebimento do material.
* 17 de outubro – Resultado da curadoria por municípios, músicas que irão compor as primeiras playlists.
* 24 de outubro – Prazo final para os artistas contemplados regularizarem a situação de direitos autorais (documentações e distribuidora) e subir as músicas para a plataforma
* 25 de outubro – Lançamento das playlists por municípios
* 09, 10 e 11 de Novembro – Festival Outdoor: serão convidados os artistas mais ouvidos destas playlists para apresentações no Centro do Rio de Janeiro.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document