>
close

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Ótica da Cidadania oferece óculos gratuitos a moradores de Volta Redonda

Ótica da Cidadania oferece óculos gratuitos a moradores de Volta Redonda

Matéria publicada em 16 de janeiro de 2022, 14:52 horas

 


Programa atende estudantes da rede pública, idosos, pessoas com deficiência ou que de baixa renda

o programa já beneficiou milhares e atende estudantes da rede pública, idosos, pessoas com deficiência ou de baixa renda – Foto: Divulgação PMVR.

Volta Redonda- Óculos de graça para quem precisa. Este é o objetivo da Ótica Municipal Padre Ernesto Lamim, a Ótica da Cidadania, que funciona no segundo andar do Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Criada em 1997, pelo prefeito Antônio Francisco Neto, o programa já beneficiou milhares e atende estudantes da rede pública, idosos, pessoas com deficiência ou de baixa renda.

Diariamente, 40 pessoas são atendidas no local, seja para a realização de exames oftalmológicos ou para solicitar óculos. O administrador do estádio Raulino de Oliveira e da Policlínica da Cidadania – que disponibiliza consultas em diversas especialidades médicas pelo SUS (Sistema Único de Saúde) – Milton Alves Faria, destacou a agilidade no atendimento da população.

“A Ótica Municipal funciona de segunda a sextas feira, das 8h às 17h, e atende qualquer pessoa que seja aposentada, mais de 60 anos e que ganha até dois salários mínimos como renda. Atendemos também os estudantes da rede pública (municipal e estadual), moradores de Volta Redonda.  Para as lentes que temos em estoque, a entrega dos óculos é no dia seguinte e para as mais fortes, que dependem de encomendas fora, o prazo é de 15 a 20 dias para a entrega. Quem nos procura, e tem o direito, sai satisfeito porque recebe um atendimento de qualidade”, garantiu Milton Alves.

Além de se enquadrar no público-alvo do programa, o interessado deve apresentar comprovantes de renda, de residência, mostrando que é morador de Volta Redonda, e cartão SUS. A manicure Josélia de Araújo Dantas foi uma das beneficiadas. Ela esteve nesta semana na Ótica da Cidadania, acompanhada da filha.

Moradora do bairro São Sebastião, ela solicitou pares de óculos, um para perto e outro para longe, e fez questão de falar sobre as vantagens do programa.

“É muito importante a gente ter esse benefício porque eu preciso de dois óculos e não tenho condições de fazer no particular porque sairia muito caro. Praticamente não tem burocracia e o atendimento é rápido. Estou satisfeita com o atendimento e feliz com a solução”, afirmou Josélia.

O montador ótico Sebastião Vicente, que trabalha na oficina da clínica, lembrou que a confecção de óculos é um serviço meticuloso e que cada detalhe é importante no resultado final do equipamento.

“A gente fica contente em atender as pessoas com poucos recursos e que precisam dos óculos para a vida. Um erro no processo atrasaria a eficiência dos nossos serviços. O primeiro passo é a leitura da lente, o segundo é o modelo da armação. O terceiro passo é adesivar as lentes para a máquina e o quarto cortar as lentes no tamanho correto de cada armação, na espessura definida”, detalhou o montador ótico.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. A população tá precisando de óculos mesmo… aparelho de surdez!!! Viação Sul Fluminense já acabou, estranho é os motoristas e demais funcionários estarem calados iguais a cordeirinhos, sabendo que vão levar cano e de se estranhar! Agora, Dos vereadores, prefeito, deputados e politicos no geral estarem calados isso não me espanta! Eles não representam os interesses da população mesmo e muito menos dos trabalhadores. Quanto a Sul Fluminense, dinheiro em caixa não. patrimonio não tem… hoje dia 17 de janeiro nem tem ônibus em diversas linhas dos bairros! Já era mesmo. ALÔ PREFETO NETO!!! Vai ficar essa zona assim mesmo?

Untitled Document