quarta-feira, 20 de outubro de 2021 - 07:09 h

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Pacientes diabéticos recebem orientação em Volta Redonda

Pacientes diabéticos recebem orientação em Volta Redonda

Matéria publicada em 6 de setembro de 2019, 18:21 horas

 


Projeto ‘Diabéticos em Ação’ da secretaria de Saúde realiza encontros a cada quinze dias

A cada encontro cerca de 20 pacientes são atendidos pelo projeto
(Foto: Divulgação- Secom PMVR)

Volta Redonda- Pacientes diabéticos de Volta Redonda recebem a cada quinze dias orientações através do projeto Diabéticos em Ação, da secretaria municipal de Saúde. O objetivo é ajudar os pacientes a superarem as dificuldades diante as mudanças do seu cotidiano referente à reeducação alimentar e uso de insumos e responsabilidades diárias. A equipe composta por uma farmacêutica, uma assistente social, e uma assistente administrativa, atende a cada encontro cerca de 20 pacientes.

O José Adilson Laranjeira, morador do bairro Belo Horizonte, 57 anos, tem diabetes há 20 anos. Ele conta que demorou a levar a sério o seu tratamento.
– Várias vezes deixei de tomar o meu remédio. Ia ao médico, mas não tinha nenhum compromisso com minha saúde. Há mais ou menos três anos, quando estava pegando remédios apenas para a minha sobrinha, fui convidado a participar dessa roda de conversa. Retomei meu tratamento e hoje não tem nada que me faça faltar a essas reuniões. Aqui aprendi a respeitar as pessoas e a me respeitar e me cuidar – disse o senhor José.
– Tinha medo de terminar minha vida como alguns colegas que tinham diabetes. Aqui me sinto fortalecido e capaz de ter uma vida saudável. A cada depoimento dos outros participantes eu tenho certeza que estou no lugar certo. Através desses encontros nos fortalecemos e trocamos nossas experiências – desabafou senhor José.

A assistente social Maria Helena Batista Franco explicou que a ideia de criar o Diabéticos em Ação surgiu devido a demanda apresentada pelo publico alvo.
– Observamos a necessidade de uma ampliação de atendimento a estes usuários e por isso propomos a criação dessas rodas de conversas, que proporciona aos assistidos um espaço de diálogo e escuta, promovendo a troca de experiência e interação, o que leva a um envolvimento na prática de hábitos saudáveis e consequentemente melhora a sua qualidade de vida – explica a assistente social.

Shirlei Noeme, 53 anos, moradora do bairro Santa Rita do Zarur também participa do Diabéticos em Ação.
– Eu cuido do meu sogro que tem diabetes há mais de vinte anos. Numa dessas idas a farmácia para pegar os insumos para ele eu participei de uma reunião onde comentei que minha glicose estava oscilando. Elas aferiram minha glicose que estava alta. Daqui já ligaram para a unidade de saúde do meu bairro, marcaram uma consulta, fiz os meus exames e agora vou levar os resultados ao médico. Essa é segunda vez que venho às reuniões. Agora estou consciente do perigo de não se cuidar, de como substituir os alimentos. E ainda ensino ao meu sogro tudo que aprendo aqui – disse Shirlei.

O prefeito Samuca Silva destacou que iniciativas como essas demonstram que em Volta Redonda o paciente é tratado na integralidade.
– Estamos humanizando os tratamentos oferecidos em nosso município. Queremos oferecer os medicamentos necessários a cada um deles, mas também nos preocupamos se os pacientes sabem como utilizá-los corretamente. Além disso, queremos que eles entendam as suas patologias e que tenham uma vida saudável – disse o prefeito.

O secretário municipal de saúde, Alfredo Peixoto, ressaltou que durante os encontros os profissionais de saúde esclarecem sobre as doenças, incentivam a mudança de hábitos de vida e conscientizam os pacientes quanto a importância de seguir o tratamento corretamente.
– Nosso objetivo é de enfatizar os riscos que essas doenças não cuidadas de forma correta podem acarretar na vida dessa população alvo e a importância de aderir ao tratamento, dieta e atividade física – concluiu o secretário.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Gostaria de saber onde ocorrem as reuniões e como faço pra participar?

Untitled Document