terça-feira, 22 de setembro de 2020 - 05:58 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Parada, frota de Volta Redonda ocupa 20% das ruas da cidade

Parada, frota de Volta Redonda ocupa 20% das ruas da cidade

Matéria publicada em 1 de julho de 2017, 16:20 horas

 


Se toda a frota saísse das garagens e vagas ao mesmo tempo, o resultado seria um ‘nó’ no trânsito

Difícil: Quantidade de carros em Volta Redonda pode afetar fluidez do trânsito (Foto: Paulo Dimas)

Difícil: Quantidade de carros em Volta Redonda pode afetar fluidez do trânsito
(Foto: Paulo Dimas)

Volta Redonda – Se toda a frota de Volta Redonda fosse para a rua ao mesmo tempo, quase um quinto das ruas estariam ocupados. No entanto, as ruas não recebem veículos de forma igualitária. Vias como as avenidas Paulo de Frontin e Amaral Peixoto ou as ruas 16 e 33 recebem muito mais carros do que as centenas de ruas de bairros residenciais. Resultado: um “nó” que provavelmente travaria a cidade.
Isso, em princípio, explica o motivo de haver tanta lentidão no tráfego nas vias mais movimentadas de Volta Redonda: a impressão geral de que existe muito carro para pouca rua é real.
A quantidade de veículos emplacados em Volta Redonda cresceu 13,48% entre maio de 2013 e maio de 2017, de acordo com os dados do Detran-RJ. Há quatro anos, havia 123.016 veículos emplacados na cidade, e no fim do mês passado eram 139.602.
O DIÁRIO DO VALE fez um cálculo aproximado de acordo com os tamanhos médios de cada tipo de veículo e suas quantidades e concluiu que a frota da cidade ocupa cerca de 930 mil metros quadrados.
Por exemplo: considerando que um automóvel compacto, como o Chevrolet Onix, ocupa 6,63 metros quadrados, os 101.412 automóveis da cidade ocupariam 672.371 metros quadrados. Uma moto ocupa aproximadamente 1,4 metro quadrado: portanto, as 19.118 motos, motonetas e ciclomotores emplacadas no município ocupam 26.765 metros quadrados.
Considerando uma média de 33 metros quadrados para o espaço ocupado por cada caminhão, ônibus ou similar, e que temos 3.575 veículos desse tipo na cidade, eles ocupam 117.975 metros quadrados. E assim sucessivamente.
O detalhe é que esses veículos não estão distribuídos igualmente pelos 182,48 milhões de metros quadrados da área da cidade. Ou eles estão nas ruas, ou estão em garagens ou estacionamentos.
Uma visão otimista é que 3% da área total da cidade é composta de vias de circulação de veículos. Isso daria cerca de cinco milhões de metros quadrados de ruas para mais de 900 mil metros quadrados de veículos.

Veículos por quilômetro quadrado

Como a área territorial de Volta Redonda é de 182,48 quilômetros quadrados, segundo o IBGE, a cidade fechou o mês passado com 765,01 veículos para cada quilômetro quadrado de território.
Esse índice é, de longe, o maior da região: em Barra Mansa são 135,25 carros a cada quilômetro quadrado; em Angra dos Reis, 71,11, e em Resende, 62,90. Mas os números continuam altos, mesmo se comparados com outros municípios do Estado do Rio: em Petrópolis, cidade de porte similar a Volta Redonda, o índice é de 205,87; em Duque de Caxias, 655,23, e em Nova Iguaçu, 518,79.

As vias expressas

A tentativa de eliminar os engarrafamentos nas grandes cidades dando mais espaço de circulação para os carros gerou a tendência das vias expressas. Alguns exemplos conhecidos são as marginais Tietê e Pinheiros, em São Paulo e as linhas Vermelha e Amarela, no Rio. Essas soluções se mostraram efetivas no curto prazo, mas em pouco tempo, depois de começarem a operar, as vias expressas também ficam congestionadas.
Alargar vias existentes, o que parece uma solução óbvia, se mostra caro, por causa da necessidade de fazer desapropriações em áreas urbanas valorizadas. Além disso, em pouco tempo, o crescimento na quantidade de veículos faria o espaço criado voltar a se congestionar.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

42 comentários

  1. Avatar
    povo so gosta de reclamar!!!!

    mobilidade urbana e o caramba!!!!! o governo tem coisa muito mais importante pra se preocupar, como saude e educaçao!!!!!!!!!

    • Avatar

      Sem mobilidade urbana o povo não sai de casa. Excesso de carros é poluição sonora, atmosferica e visual. Trânsito faz com que o custo do frete aumente. Pessoas nao saindo de casa comercio nao vende, cinema nao vende…quem nao tem mobilidade para sair de casa nao vai a eventos culturais, sociais. Não utiliza os equipamentos esportivos da cidade…mobilidade urbana reflete diretamente na qualidade de vida e em saude e educacao.

  2. Avatar
    Liberdade e Propriedade

    Se todo mundo sair dos apartamentos ao mesmo tempo os elevadores não vão dar conta. Isso não existe, é extremismo. Ter carro não é problema, mas o uso deve ser racional, taxando somente rodagem e não existência, por isso sou a favor de impostos sobre combustível e pedágio é contra IPVA e IPI, por exemplo, existem mais.

  3. Avatar

    Estatísticas simplórias não se traduzem em informações confiáveis. Façam um estudo com metodologia científica comprovada, realizado por empresa especializada em engenharia de trânsito e saberemos o que ocorre de fato no caotico horário de rush do município. O cálculo que serviu de base a afirmação da reportagem é simplório e deixa de considerar inúmeras variantes possíveis.

  4. Avatar
    agafjgjjkWantuil fortes Silvério

    À culpa é do governo e da sociedade que aceita essas situações. Tem + carros na rua do gente , À sociedade está olhos tampados. Os políticos são esperto
    Primeiro tiraram os trens e depois fecharam às estações ferroviárias. Incentivaram os brasileiros à comprar carros . É o maior investimento do mundo .Veja bem um carro de 40 mil reais. Vc paga 1.300,00 de IPVA +200,00 médio de estacionamento e se viajar pagará em média 300,00 de pedágio + à blitz da PM por um documento atrasado ou vencido 200,00 + câmera e guarda municipal 200 médio. . então cada carro na rua o governo ganha por mês 0,75% do valor do carro ou seja 8% por ano sobre o valor do carro …

  5. Avatar

    Vamos falar a verdade… antes de falarmos em mobilidade urbana temos que falar que tem mta gente comendo macarrão com salsicha e pagando prestação de carro. Tem muita gente morando de favor no fundo da casa da sogra e pagando prestação de carro. Tem muita gente que compra um carro velho e como nao tem garagem deixa o carro na rua atrapalhando a mobilidade. Acho que primeiro as primeiras coisas. Economize uma grana compre sua cacasa com garagem, estude seus filhos e só depois cocompre um carro….

    • Avatar

      A pessoa compra o carro e paga todos os pesados impostos e taxas ao poder público. Este tem que, no mínimo, garantir o direito da pessoa circular com o veículo e parar/estacionar nas vias públicas. O momento de comprar, compete à pessoa escolher.

    • Avatar

      Edmur, NÃO EXISTE LEGISLAÇÃO NO MUNDO que obrigue o Poder Público, ceder ou liberar espaço público para estacionamento de veículos particulares. O nome mesmo já diz… É PARTICULAR, O PROBLEMA É SEU, mesmo pagando todos os impostos. E VIVA A BICICLETA!

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      O cara quer andar no conforto do carro particular mas não quer encarar transtornos com trânsito nem pagar estacionamento. Deve querer também ganhar muito sem trabalhar, que o governo lhe coloque um babador e troque suas fraldas… Vive le Brésil!…

    • Avatar

      Fantástico seu comentário Aida. O ex-prefeito de Bogota Penalosa fez exatamente a mesma análise. Não é de responsablidade do poder público destinar espaço público (coletivo) para a pessoa guardar um bem particular. Se fosse assim todos teriam o direito de colocar sofá na porta de casa, piano, cama… Cara compra um carro e acha que tem o direito de encontrar uma vaga na porta do comércio etc. É dever do poder público fomentar a mobilidade urbana (mobilidade das pessoas) e não dos carros.

  6. Avatar
    É cada ignorante no seu galho

    Faço elogio a matéria, pois até hoje jamais tinha visto uma publicação que coloca uma base argumentativa bem forte, mas fora o elogio, investimentos em infraestrutura de estrada é dinheiro jogado fora, pois mesmo que se dobrasse o tamanho das vias, é claro que deixei de fora a questão das desapropriações, em pouco tempo essas vias seriam novamente afetadas pelo trafego intenso, uma vez que veículos novos são postos nas ruas todos os dias, diante desses fatos é fácil perceber que a política seria a de investir em transportes coletivos públicos, ou seja é sujeitar as vias preferencialmente a eles, assim, diante da opção de seguir em frente em ônibus os carros ficariam em casa. Entretanto, além do fator cultural, há a falta de políticas públicas para aperfeiçoamento e oferta dos serviços de transportes coletivos.

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      Investir em transporte de massa e, PRINCIPALMENTE, na mudança da cultura do veículo próprio, fortemente incutida no subconsciente do brasileiro (Curitiba que o diga)… Mas isso só é fato na retórica, porque na prática há forte interesse de toda a cadeia industrial e financeira em manter as vendas de automóveis particulares sempre crescentes…

    • Avatar

      Falou bem, mas se esqueceu que o investimento em MOBILIDADE ATIVA, como ciclovias e calçadas é uma GRANDE SOLUÇÃO SUSTENTÁVEL para os congestionamentos das cidades.

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      Isso é bom para o centro das cidades e em seus corredores comerciais, mas o deslocamento para periferias mais distantes é inviável para a tração humana, ainda mais considerando nosso clima e relevo acidentado… Por isso, mesmo as cidades estrangeiras onde há cultura pedonal e cicloviária possuem forte investimento em transporte de massa, principalmente metrôs, trens e hidrovias (no caso de Amsterdã)…

  7. Avatar

    O prefeito juvenil que é cheio de “disposição”, blablabla e selfie não usa o transporte coletivo diariamente para ir ao trabalho. Quem é líder ou ao menos tem o espírito de líder consegue convencer dando exemplo. Ônibus, ônibus esse é o mantra para resolver o trânsito e o meio ambiente.

  8. Avatar

    Cidade com ruas estreitas, cruzada por rodovia federal com trânsito pesado; automóvel, outrora símbolo de status, tornou-se artigo popular: eis o binômio.

    • Avatar
      FranciscoJFLacerda

      Ruas estreitas sim mas em certos bairros pois Volta Redonda é a mais moderna cidade da região graças principalmente ao projeto inicial do governo federal /CSN na década de 40 em que foram bem pensadas as ruas e avenidas várias delas largas da vila Sta Cecília e outros bairros, inclusive é a mais atualizada no que tange a infraestrutura urbana com várias vias expressas, pontes e viadutos, VR 001 ,Av beira rio, via expressa radial leste a rodovia do contorno(praticamente pronta mas…) e se formos contar parte da av Sérgio Braga incluindo-se a BR 393 que ainda passa pela cidade, há até 4 pistas de rolamento. O que acontece é que a mobilidade urbana foi prejudicada em valorizar veículos próprios para se locomover e não as pessoas e outras alternativas e isso é decorrente do transporte público da idade da pedra nesta cidade a meta por isto na cabeça das pessoas até mais pobres é se comprar um carro próprio, pois não há um programa cicloviário, trens, metrô, VLTs, ou qualquer tipo de avanço, inovação, conforto e melhor atendimento nos arcaicos e hoje já perigosos ônibus, lembramos que por isso não há contrapartidas que se justifique uma passagem mais cara na cidade.

    • Avatar
      É cada ignorante no seu galho

      Amigo, o japão é uma cidade de ruas estreitas demais onde vias de mão dupla passam, apenas, um veículo por vez e ainda asim funciona, pq aqui não funcionaria, ou seja a sua argumentação é bem débil, vc acredita que ruas têm que ter 100 metros de largura para que funcione.

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      O trânsito da BR influencia, mas não tanto (90% é urbano) e as ruas são de calibre condizente com o porte da cidade. O problema é o excesso de veículos. A Amaral Peixoto ou ruas adjacentes já deveria ter ao menos um edifício-garagem…

    • Avatar

      O sócio-proprietário do Clube da Verdade aí tenta estabelecer comparação entre Japão e VR. Faltou comparar o Metrô de Tóquio com o J. Amália x Eucaliptal…

  9. Avatar

    A onde eu busco minha pedra ? Eu quero tambem , todo mundo ta doidão eu quero ficar tambem , egoístas , partido verde ? Se a prefeitura do super gestor parasse de comprar pedra iria sobrar dinheiro pra fazer o que a cidade precisa , cade o dinheiro mal direcionado que o super gestor disse em campanha que a prefeitura tinha me responda aqui samula! Vai terminar o governo sem fazer nada para a cidade , que vergonha hem! Mentiu pro povo , falou tanto do neto , e agora vc nao consegue fazer nem serviço de porteiro , isso esta sendo bom pois agora o povo esta vendo e sentindo a diferença da tal grande mudança, seu incapaz , vc vai carregar no seu curriculum o prazer de ter destruído uma cidade em apenas 4 anos vai entrar pro guinrs book. …o pior prefeito da historia

    • Avatar

      PESSOAS COMO VOCê DEVERIAM SER IGNORADAS, FALAR QUE É CULPA DO ATUAL GOVERNO?! É PRA RIR MESMO…. ATÉ DISCURSA COMO SE ESTIVÉSSEMOS EM 2020, FINAL DO GOVERNO… (risos)

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      O cara está procurando pedra, está com crise de abstinência. Não li nem metade…

  10. Avatar

    Cidade atrasada será que é verdade que a Amaral Peixoto foi dada ao ex Prefeito para instalar estacionamento privado?Se isso for verdade cabe ao povo reclamar no MP e cobrar atitude.Gente pesquise uma cidade do Mato Grosso do Sul,aonde o povo fiscaliza tudo como é bom de se viver parece cidade de primeiro mundo.

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      Fala aí o nome da cidade, porque em se tratando de Brasil, o olho do dono é que engorda o boi…

  11. Avatar

    O povo brasileiro só quer saber de andar de carro, depois reclama que está em crise, o governo não presta, blá blá blá, o povinho filho da p……

  12. Avatar

    ontem teve comemoração PELA PRISÃO DOS PMS TEVE ATÉ FOGOS.

  13. Avatar

    Mas somente agora vcs enxergaram isso? 20 anos se passaram sem investimento em mobilidade urbana e o DV não se atentou a esse detalhe, agora parece que a miopia passou. Não votei em Samuca mas vcs são parciais e se prestam a esse tipo baixo de reportagem

  14. Avatar

    A solução passa por uma completa ruptura do modelo de mobilidade urbana baseado nos carros. No governo do Neto todas as medidas de mobilidade serviram apenas para secar gelo e não deixaram nenhum legado. Eis que surge um gestor com a bandeira do partido Verde e todos na esperança de novas idéias e a sonhada revolução na mobilidade mas até agora nada da apresentação de um diagnóstico minucioso do trânsito, do fluxo e demanda de passageiros dos coletivos e um projeto completo, contendo os custos, prazos e fases da implementação da rede cicloviária, da reformulação por completa do modelo arcaico de transporte coletivo e de uma campanha nas escolas para as crianças adotarem um senso ecológico para não se tornarem adultos refens de carros.

  15. Avatar

    VR lugar maldito, prefeito só vai contra carros… quero ver ele andar a pé

  16. Avatar

    Falta de assunto…

  17. Avatar

    divulgando as placas dos carros na foto …bora clonagem liberada

    • Avatar

      Placa não é segredo. Se quiser clonar, basta abrir a janela e olhar a rua, um estacionamento de um grande evento, a via Dutra, câmeras de monitoramento online de várias cidades etc.

  18. Avatar

    Aviso aos espetinhos de Vr,a PRF está ficando fica as custas de OTÁRIO que estacionam as margens da Br 393…vao perder o pé de borracha tá?

  19. Avatar

    Tava puro quem escreveu não. 🙂

  20. Avatar

    Volta Redonda tem que estudar um metrô de superficie com
    integração com ônibus nos 4 acessos, margem esquerda norte , sul,
    margem direita do Rio Paraiba, norte , sul.
    4 mini rodoviárias com estrutura e integração.
    Um dia sairá, tem que fazer o estudo, Parceria Público Privada.

  21. Avatar

    Estou aguardando a continuidade da matéria.

  22. Avatar

    Para melhorar um pouco, seria necessário, alterar o itinerários dos ônibus, através de um estudo por pessoa especializada, pois é inconcebível que todos os ônibus que vem dos Bairros Açude, Sidervile, Vila Mury, , Coqueiros, Retiro, São Luiz e outros mais daquele setor do outro lado do Rio, TODOS vem para a Vila Santa Cecilia, Conforto, etc. Deveria ser criado um sistema de Integração no Aterrado de onde partiriam as linhas para o lado de cá da cidade.

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      Em Petropolis funciona desse jeito. Ônibus que saem da Posse, Pedro do Rio, Fagundes e regiões próximas vão até o terminal de Itaipava, de onde pode-se pegar outro para os terminais equivalentes de Correias, Bingen ou Centro, onde há poucos ônibus circulando. Friburgo tbm tem um terminal de transbordo no centro… VR é uma cidade mais densa, com população concentrada, difícil implementar isso aqui. O ideal mesmo é que o bilhete único vigore de forma eficaz, pois do jeito atual ele é inviável. Com a inauguração do novo shopping e o crescimento da cidade em direção à Região Sul, é imprescindível pensar numa forma de acesso da população do resto da cidade até ali, assim como foi feito com a Ponte Alta, por conta dos trabalhadores da CSN…

  23. Avatar
    Pagador de impostos

    Imagino que a matéria será continuada. Pois da maneira como ficou, terminando abruptamente, deixou a impressão de que está faltando algo mais e o pior, não trouxe a palavra das “autoridades” responsáveis pelo trânsito na cidade. Espero que o DV a complemente ou conclua. Fica a sugestão de pauta.

    • Avatar

      A matéria é uma preparação para o que vem por aí e já é defendida por vários “cérebros privilegiados”; um famigerado rodízio, onde vc paga o carro, os impostos e as taxas por inteiro e só terá direito de usar o veículo pela metade.

Untitled Document