>
domingo, 7 de agosto de 2022 - 19:58 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Parcerias com Governo do Estado trarão reforço na segurança pública e na geração de empregos em Volta Redonda

Parcerias com Governo do Estado trarão reforço na segurança pública e na geração de empregos em Volta Redonda

Matéria publicada em 1 de outubro de 2021, 09:46 horas

 


Cidade vai sediar um núcleo do Batalhão de Ações com Cães da PM e também será um polo do programa Casa do Trabalhador

Encontro aconteceu nesta semana (Foto: Divulgação PMVR)

Volta Redonda – Volta Redonda será a sede de dois importantes investimentos do Governo do Estado, que trarão benefícios para todo o Sul Fluminense. Na área da segurança pública, a cidade foi apontada pela Secretaria de Estado da Polícia Militar para sediar o núcleo regional do BAC (Batalhão de Ações com Cães). Além disso, a Secretaria de Estado de Trabalho e Renda quer implantar na cidade um polo do projeto Casa do Trabalhador. Segundo o prefeito Antonio Francisco Neto, trata-se de duas importantes parcerias que chegarão a partir do apoio do governador Claudio Castro.

“O governador está com um olhar diferenciado para o interior e tem feito muito pelo Sul Fluminense. As obras estão chegando em todas as cidades, mas não é só isso. O reforço na segurança e o fortalecimento dos projetos para geração de emprego e renda são fundamentais”, destacou o prefeito.

No início da semana, Neto se reuniu o comandante do BAC, Coronel Sepúlveda; com o comandante do COE (Comando de Operações Especiais), coronel Marcos Lima; além do comandante do CPA (Comando de Policiamento de Área), coronel Malheiros, e do comandante do 28º Batalhão da PM, tenente-coronel Souza. Também participou do encontro o vereador Sydney Dinho. Após apresentação do projeto e uma breve sobre como trabalha o BAC, o grupo foi conhecer terrenos que possam abrigar o núcleo do batalhão especializado. Uma área próxima ao Condomínio Industrial foi preliminarmente aprovada e as tratativas vão ganhar forças nos próximos dias.

“Volta Redonda e o Sul Fluminense de uma maneira geral estarão mais seguros com a chegada do BAC. Ficamos felizes com a escolha de Volta Redonda e vamos fazer todo o possível para acolher da melhor maneira as equipes da polícia e os cães que vão chegar. Queremos ser úteis em tudo que puder ao nosso secretário de Estado da Polícia Militar, Luiz Henrique Marinho Pires”, disse Neto.

Emprego e Renda

Outro reforço que poderá chegar pelas mãos do governador Claudio Castro diz respeito a ações que fortaleçam a geração de emprego e renda no Sul Fluminense. De acordo com o secretário de Estado de Trabalho e Renda, Patrique Welber, a proposta é fazer de Volta Redonda um polo do projeto Casa do Trabalhador.

Trata-se de um programa do Governo do Estado, com o objetivo de implementar políticas de trabalho, emprego e geração de renda, estimular a formação e a qualificação dos cidadãos, desenvolvendo ações de apoio ao trabalhador para contribuir com a sua inserção, reinserção e manutenção no mercado de trabalho. Para isso, são feitas parcerias com instituições formadoras de ensino, ministradas palestras e oferecidos diferentes cursos de qualificação profissional.

Patrique Welber, que esteve no gabinete do prefeito acompanhado do vereador Jorginho Fuede, pretende formalizar o acordo com a prefeitura para instalação da Casa do Trabalhador em Volta Redonda nos próximos dias. Entre os benefícios do programa, destaca-se o desenvolvimento de ações de apoio ao trabalhador, através do alinhamento entre a qualificação profissional e as demandas locais e a posterior oferta de serviços como: orientações sobre primeiro emprego, estágio, elaboração de currículo, atendimento ao jovem trabalhador, atendimento à mulher trabalhadora, entre outros.

Atualmente, existem dez unidades implantadas no estado do Rio de Janeiro: Manguinhos, Ilha do Governador, Guadalupe, Petrópolis, Itatiaia, Nova Friburgo, Seropédica, Miguel Pereira, Teresópolis e Campos dos Goytacazes.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Onde que implantar cursos profissionalizantes significa criar empregos? Eles apenas qualificam a mão de obra para o mercado de trabalho, não geram novos postos de trabalho… Cadê a famigerada “lei do aço”?…

Untitled Document