terça-feira, 2 de junho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Parque Natural Municipal deve ser inaugurado no início de 2020

Parque Natural Municipal deve ser inaugurado no início de 2020

Matéria publicada em 26 de setembro de 2019, 18:17 horas

 


Samuca Silva assina convênio com representantes da empresa do setor imobiliário (Foto: Secom)

Volta Redonda – O prefeito Samuca Silva recebeu na tarde desta quinta-feira, dia 26, representantes da empresa do setor imobiliário que vai implantar o Parque Natural Municipal para assinar o termo de doação para a prefeitura do terreno onde ficará a área verde de lazer. A empresa fez a doação de uma área de um milhão de metros quadrados, próximo à Rodovia dos Metalúrgicos e vai entregar pronto, totalmente arborizado, com infraestrutura adequada para receber a população.

O prefeito explicou que a implantação do Parque Natural Municipal, incluindo a doação do terreno, veio em contrapartida à liberação do acesso ao novo empreendimento imobiliário que o grupo está construindo.

– Queremos mudar a cor do município, ampliando as áreas verdes. Temos que preservar e investir no meio ambiente. E, assim, quem ganha é a população – disse Samuca.

O secretário de Meio Ambiente, Maurício Ruiz, também estava no encontro e lembrou que o projeto vai proporcionar a preservação e recuperação de áreas de interesse ambiental, mas também vai disponibilizar opções de lazer, recreação e educação ambiental.

– É mais uma conquista para o meio ambiente. Vamos deixar um legado para o futuro em Volta Redonda  – afirmou.

O Gestor do Empreendimento Reserva do Vale, Walter Fares, pretende entregar o Parque Natural até abril de 2020.

– Esse vai ser o maior parque natural e urbanizado da região. O espaço terá mirante, área de plantio social, playground, anfiteatro, academia, praça, vegetação nativa, estacionamento, sede administrativa e portal de acesso – contou.

Volta Redonda discutirá públicas para o turismo

O primeiro Fórum Municipal de Turismo, promovido pela prefeitura, será realizado na próxima quinta-feira, dia 03, no UGB (Centro Universitário Geraldo Di Biasi), campus Aterrado, das 8h30 até 17h30. O objetivo do evento, organizado em parceria pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Smdet) e pelo Conselho Municipal de Turismo (Comutur), é discutir políticas públicas para o setor e coletar propostas para implementação do Plano Municipal de Turismo.

O público alvo é formado por empresários e funcionários dos ramos de hotelaria, agências de viagem, guias de turismo, promotores de eventos, buffets, bares e restaurantes, motoristas de aplicativos e taxistas, transportadoras de passageiros e afins. Porém, o fórum é aberto para qualquer cidadão que queira participar. As inscrições podem ser feitas pelo link: (https://www.even3.com.br/forumturismovr) ou no local do evento.

A programação, na parte da manhã, inclui três palestras para contextualizar o evento e dar subsídios aos participantes para criarem propostas sobre o tema durante os grupos de trabalho. O dia começa com a exposição da diretora de Gestão e Desenvolvimento da Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro, Valéria Lima, sobre o tema “Para pensar a Política Pública de Turismo”.

Em seguida, fala sobre “Tendências da Área de Turismo” o supervisor de Produto Nacional da CVC Corp, Leonardo Fonseca; e a manhã encerra com videoconferência com o secretário de Turismo de Botucatu (SP), Augusto César Tecchio, que vai apresentar o “Case de Turismo: A experiência do município de Botucatu” em relação a implementação de políticas públicas para o turismo.

À tarde, os participantes serão divididos em três grupos de trabalho para discutir eixos temáticos diferentes e criar propostas para fomentar o turismo em Volta Redonda. Os temas são “Patrimônio, Memória e Cultura”, “Vocações Turísticas do Município” e “Desafios do Turismo em Volta Redonda”. Após os debates, o resultado é apresentado em plenária de onde saem as propostas que serão incorporadas ao Plano Municipal de Turismo de Volta Redonda.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rogério Loureiro, lembrou que o Fórum Municipal de Turismo é uma iniciativa pioneira na cidade.

– O evento tem por objetivo convidar os setores envolvidos na cadeia produtiva da atividade e outros interessados a pensarem sobre a diversificação da matriz econômica do município. Somos uma cidade que possui uma rede de serviços muito sólida, referência entre as cidades vizinhas. E podemos aproveitar melhor essa condição – acredita.

A diretora de Turismo da secretaria, Débora Cândido, afirmou que em termos de hotelaria, por exemplo, são cerca de 1,4 mil leitos.

– Volta Redonda ainda tem grande relevância no cenário cultural, uma variada rede de bares e restaurantes e cada vez mais eventos. Além disso, temos bens históricos tombados, áreas naturais como o Parque do Ingá e Zoo Municipal, sem falar em um kartódromo internacional. Assim, é mais do que natural, trazer essa discussão para o município – disse.

Para o prefeito, Samuca Silva, valorizar o potencial turístico do município é uma maneira de movimentar a economia.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

13 comentários

  1. Avatar

    Aquela area entre a Policia Federal e a Petrobras ( que não sei de quem é) daria um parque fantastico e quebraria a poluição e o cinza.

  2. Avatar
    Avante volta Redonda

    Tudo na vida deveria ser pautada pelo bom senso.. o prefeito está realizando uma administração muito aquém do esperado..Fato.
    Mas uma iniciativa de uma envergadura passando pelo verde, desenvolvimento e progresso já é digno de no mínimo aplaudimos de pé. Quanto a questão política deixaremos pro momento certo inclusive ele tem consciência de que hoje sua reeleição é mais fakenews.

  3. Avatar

    Precisamos de um parque urbano.. No meio da cidade. Requalificar nossa paisagem urbana. Esse parque quase na Dutra não atende essa necessidade.

    A prefeitura precisa atualizar as informações do andamento do parque no trevo do Belvedere. Tb foi prometido ali pra minimizar impactos. Que façam algo decente nas duas margens da via!

  4. Avatar

    Lugar de parque é no terreno do Aero. Porém, tem que ter peito, brigar contra o maior contaminador do ar, do solo, do rios e água subterânea da cidade e confiscar aquele terreno para implantar um Central Park colocando VR definitivamente como modelo mundial de desenvolvimento priorizando o meio ambiente. Parque valoriza a cidade, atrai pássaros, serve de área de lazer, área de infiltração das chuvas, permite implantar espaço para teatro ao ar livre, esculturas, centro de convenções…falta visão e ousadia para o Samuca que certamente teria notoriedade internacional pelo feito. Chega de permitir que essa empresa encha nossas casas de foligem e destrua nossa saúde.

    • Avatar

      PODÍAMOS FAZER DA SUA CASA TBM UM CENTRAL FAVELA PARK E MOSTRAR PARA O MUNDO QUE BURACO TBM FICA BONITO…. FICO P… DA VIDA COM ISSO, O POVO SÓ PENSA EM TOMAR, PQ NÃO SEDE SUA CASA JÁ QUE GOSTA TANTO ASSIM DO MUNICÍPIO E FAZEMOS UMA PRAÇA? ..

    • Avatar

      Zel, concordo em gênero, número e grau contigo. Transformar aquela área abandonada do Aero em um Parque seria fantástico para a cidade de Volta Redonda! Seria mais do que justo que a CSN cedesse esse terreno para o Município como reparação por toda a poluição á que nos submete a anos! Deveria haver uma mobilização dos setores públicos e privados para que esse sonho se tornasse realidade. Seria o ponto turístico e de lazer que estão procurando em VR e que a população precisa.

    • Avatar

      Esse KKK é um otário

    • Avatar

      Amigo, vc não esta bem informado
      Pergunta no IPPU Institudo de Pesquisa e Planejamento Urbano o que CSN vai construir ( PROJETO APROVADO ) no terreno onde ero o campo de aviação ( TERRENO QUE VC FALOU AERO CLUBE )
      Volta Redonda vai crescer muito a partir de Dezembro de 2019

  5. Avatar

    Fiquei sabendo q Volta redonda terá um Jardim Botânico, poderia me informar onde????

  6. Avatar

    Eu sinceramente queira ver esse contrato de doação do terreno e como foi feito pq empresário nenhum faz isso com o poder público sem levar vantagens, incluindo o contrato da tal rotatória. MAS como na PMVR não há transparência fica complicado.

    Falando em rotatória hoje passei por lá. Se a ideia foi favorecer a entrada do cemitério, vai dar confusão em dia de finados. Fica difícil entender a cabeça de quem fez aquele projeto. Talvez o autor nunca andou de carro na vida com o trânsito intenso e sequer sabe a importância de uma árvore para derrubá-las para o projeto.

    • Avatar

      Já fez sua propaganda do dia contra a cidade
      Parabéns

      Faltou só mencionar o amigo imaginário, que agora faz parte das suas postagens tresloucadas que escorrem politicagem

  7. Avatar

    Se a referida obra está complicada! Ficando muitas falhas! O parque será entregue realmente!
    Mais uma história da carochinha! .
    Vamos ser realistas! .
    Olha o que está sendo feito!
    A obra parou! Está sendo feito agora somente o que é de interesse do empresário!

Untitled Document