quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Pela segunda vez, mutirão de grafite é realizado no Eucaliptal

Pela segunda vez, mutirão de grafite é realizado no Eucaliptal

Matéria publicada em 21 de julho de 2019, 16:33 horas

 


Com apoio da prefeitura, moradores e 40 artistas colorem os muros do bairro

Grafiteiro Tommy colorindo os muros do Eucaliptal
(Foto: Gabriel Gonçalves – Secom PMVR)

Volta Redonda – Idealizado pelo coletivo de grafiteiros Expressarte junto com a Associação de Moradores do Eucaliptal, o Mutirão de Grafite, chegou a sua 2ª edição no bairro com apoio da secretaria de Cultura. Ano passado cerca de 15 artistas de diferentes cidades participaram voluntariamente com o objetivo de colorir o bairro e marcar os muros com arte, frases e personagens usando técnicas do grafite.

Este ano o número de interessados aumentou e estima-se que cerca de 40 grafiteiros e grafiteiras da região, além de artistas de São Paulo e Rio de Janeiro participaram da atividade, que aconteceu de 8h às 17h, no sábado (20), em diversos muros do bairro.

O evento teve dois pontos de encontros. O primeiro deles foi na Praça 7 de setembro, próximo a Igreja Santa Cruz, e o segundo na pracinha do Colégio João Hassis, na Rua Mário Ramos. Durante as pinturas teve discotecagem com o DJ Muffin e shows de rap com Ju Dorotea, Natache e outros mcs. O evento integra as atividades do aniversário da cidade, junto ao ouro mutirão de grafite, que ocorreu no domingo (21), no escadão do Laranjal.

O presidente da Associação de Moradores do bairro Eucaliptal e fundador da ONG de Volta Redonda, “Criança Tem que Aprender”, Geraldo Costa Gomides, conhecido como Juninho, foi quem teve a inciativa de convidar os artistas e comunicou à comunidade que abraçou a causa.

– Resolvemos unir o útil ao agradável. Os moradores ajudam com lanches, tintas e disponibiliza espaços para serem pintados. Ainda temos uma grande ajuda do poder público que está dando todo apoio que precisávamos. Nosso objetivo é tornar o bairro um painel aberto com cerca de 90 dos locais pintados – disse Juninho.

Toda essa movimentação não seria possível sem a parceria do grafiteiro Jeferson Arantes, idealizador do projeto.

– A ideia do projeto surgiu através dos movimentos que eu participava no Rio de Janeiro. Vi que aqui a gente tinha um potencial grande, com muitos artistas. Ficamos no eixo Rio-São Paulo, o torna o projeto mais fácil de ser realizado. Apresentamos para o Juninho e hoje estamos aqui pela segunda vez – disse Jeferson.

A secretária de Cultura, Aline Ribeiro destacou que o projeto beneficia também os artistas.

– Mais uma vez estamos dando aos artistas da cidade a oportunidade de expressar sua arte. Desta vez, eles presenteiam a cidade, no mês de aniversário, com intervenções no bairro eucaliptal, com grafites pensados com muito carinho por parte desse movimento muito ativo de nosso município. Com o envolvimento da comunidade que ajudam na forma de execução e colaboram na preservação das obras deixadas como legado – disse a secretária.

O prefeito Samuca Silva ressaltou que o projeto tem aborda ainda um questão social e cultural.

– Vamos mostrar para a população que grafite é arte e é capaz de tornar a nossa cidade uma tela a céu aberto. Quero agradecer a todos os envolvidos no projeto – comentou o prefeito.
A moradora Celia Maria Aparecida Silva, 62 anos, estava com o seu neto vendo os muros do seu bairro ganhando cor.

– Está tudo lindo. Deu outra vida e estilo ao bairro. Dá orgulho de morar aqui. Vou convidar minhas amigas para virem passear ao meu bairro para verem todo esse colorido do Eucaliptal – disse animada a moradora.

Escadão do Laranjal

A secretaria de Cultura realizou o mutirão de grafite no escadão do bairro Laranjal, com o objetivo de dar um novo significado para o espaço e melhorar o aspecto do local, que tem bastante movimentação de alunos, jovens e adolescentes além de moradores. Para esse projeto, artistas grafiteiros da região tiveram a oportunidade de participar do edital de contratação artística aberto para inscrições, desde fevereiro, e que contempla diversos segmentos culturais para eventos da prefeitura durante todo o ano.

Além dos artistas provenientes do edital, os grafiteiros participantes do mutirão no Eucaliptal estiveram presentes para um intercâmbio cultural na atividade do escadão. Cerca de 15 artistas participaram desta iniciativa. Durante toda a semana uma equipe da secretaria de Infraestrutura realizou pequenas reformas e capina no escadão para preparar o local.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Se vierem no meu muro já fiquem sabendo que vai ganhar água fria no lombo. Depois podem ir reclamar com a secretária de Cultura e com o prefeito que não arrumar serviço para ela.

Untitled Document