Pepecoin é um ‘hit’ de um mercado sem regulamentos

by Diário do Vale

Volta Redonda – O Pepecoin usa a imagem de um meme, o sapo Pepe, mas não tem necessariamente relação com a figura, um sapo que ornamenta memes do pensamento da direita estadunidense. A nova criptomoeda se tornou a “queridinha” do mercado, tendo chegado ao valor de US$ 1,5 bilhão, mas despencou em seguida para US$ 625 milhões.

Tudo isso sendo o que se chama de “criptomoeda meme”, sem a sofisticada tecnologia que suporta as criptomoedas convencionais, e basicamente sem um propósito no médio e longo prazo.

Isso foi o que fez com que o Pepecoin crescesse 7.000%, multiplicando seu valor por 70, em poucos dias após o lançamento, mas, como as outras criptomoedas, o Pepecoin é informação baseada em nada.

Ele só tem o valor que as pessoas atribuem a ele, e é isso que lhe confere beleza e perigo. Totalmente dependente do humor do mercado, é a combinação de liberdade e risco. A ligação com o meme o transforma praticamente em uma brincadeira, provavelmente com duração curta e um doloroso prejuízo a quem investir demais – por tempo excessivo.

O bitcoin

A mais antiga e conhecida das criptomoedas, o bitcoin, começou com o valor de US$ 0,39 em 2010, e atualmente vale US$ 27.717,60. Quem comprou dez bitcoins no lançamento, com o valor aproximado de um galão de gasolina, hoje teria dinheiro suficiente para comprar um Porsche 911 Carrera Turbo nos Estados Unidos.

No entanto, essa trajetória de alta não foi livre de percalços. Em 2021, o bitcoin chegou a valer bem mais do que o dobro da cotação atual:  US$ 64.400. Portanto, quem comprou 10 bitcoins por esse valor está amargando um prejuízo correspondente a 1,5 Porsche 911 Carrera Turbo.

O bitcoin é o que pode ser chamado de criptomoeda “séria”: tem um valor cambial, como qualquer moeda convencional e suas transações são extremamente seguras, graças ao blockchain, uma tecnologia que certifica sobre a autenticidade da moeda e dos envolvidos na transação.

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996