>
quinta-feira, 26 de maio de 2022 - 15:26 h

TEMPO REAL

 

Capa / Pergunte ao candidato / ‘Pergunte ao Candidato’: Cardoso Gugu encerra rodada de entrevistas de Pinheiral

‘Pergunte ao Candidato’: Cardoso Gugu encerra rodada de entrevistas de Pinheiral

Matéria publicada em 18 de setembro de 2016, 11:25 horas

 


Candidato do PHS destacou o compromisso na melhoria do transporte público e da saúde da cidade

dsc00157

Plano de governo: Cardoso Gugu pretende priorizar os serviços essenciais junto à população (Foto: Libânia Nogueira)

Pinheiral e Volta Redonda – O candidato a prefeito em Pinheiral José Augusto, o Cardoso Gugu (PHS) participou no domingo (18) na redação do DIÁRIO DO VALE do “Pergunte ao Candidato”. Ele respondeu aos questionamentos dos internautas ao vivo pelo Facebook. Gugu destacou o compromisso na melhoria do transporte público e da saúde da cidade.

A seguir, a transcrição das respostas adaptadas à linguagem do jornalismo impresso.

Internauta – Diante da crise econômica como pretende investir na geração de empregos em Pinheiral?

Cardoso Gugu – O que ocorre hoje em Pinheiral é que nós fomos beneficiados pela Lei de Incentivo Fiscal do Governo do Estado onde as empresas que se instalarem em Pinheiral têm o benefício do ICMS de 19% para 2%. Mas para que as empresas se instalem em Pinheiral é preciso que o prefeito tenha coragem para mudar a realidade e de que forma? Dando condições para que o empresário e a empresa queiram estar no município. Infelizmente o governo atual alterou totalmente a questão em atrair as empresas, porque hoje para uma empresa se instalar em Pinheiral ela tem que comprar o terreno. Nós iremos alterar essa lei onde, o empresário que quiser gerar empregos na cidade e ser beneficiado, ele irá ganhar um terreno por doação por um período pré-estabelecido em lei onde priorize a contratação de pessoas da comunidade. Nós temos que fazer com que os empresários sintam firmeza em quem está no comando da cidade e que possa sim dar condições dignas para a empresa se instalar e, com isso, quem ganha é a população. Iremos revogar essa lei e a empresa que quiser se instalar em Pinheiral será muito bem vinda, ganhará esse benefício do Governo do Estado no ICMS de 2% e o terreno na cidade, mas ganhará de forma legal dentro da lei. Conforme o número de vagas será o tamanho territorialmente e por consequência também o número de vagas a ser destinada a população de Pinheiral. Esse é um desafio muito grande que iremos enfrentar e encararmos com muita tranquilidade porque só depende única e exclusivamente de um prefeito que tenha coragem para mudar.

Internauta – Sofremos há anos em nossa cidade com um transporte público de péssima qualidade e alto custo, quais seus planos para a melhoria do mesmo e é possível em Pinheiral ter mais de uma empresa prestando este serviço?

Cardoso Gugu – Hoje o maior caos dentro de Pinheiral é a questão do alto valor da passagem de ônibus entre Pinheiral e Volta Redonda. São aproximadamente 12 quilômetros de Centro a Centro no valor de R$ 4,70 quase beirando R$ 5. Eu enquanto vereador sempre combati a questão desse valor alto e no caso o sofrimento da população, na época eu criei um abaixo assinado com mais de 3.500 assinaturas, realizei audiência pública, encaminhei toda essa documentação ao Ministério Público, mas sabemos como a Justiça é lenta. E mesmo fora do mandato continuei minha luta com o transporte público, onde participei recentemente em novembro de uma audiência pública representando a cidade de Pinheiral como cidadão cumpridor dos seus deveres. E uma semana antes desta audiência pública eu estive com o secretário de transporte, na época Carlos Osório, ele disse que era bem simples resolver a questão do alto valor entre Pinheiral e Volta Redonda, pois existe um valor modelo implantado pelo Governo do Estado, onde as linhas intermunicipais têm o valor de R$ 3,80. E estamos pagando um valor absurdo. Na verdade nós estamos pagando esse valor como se fossemos até a divisa de outra cidade. Quais os meios legais a serem resolvidos e solucionados? Simples, é só o prefeito ter atitude, se deslocar até o órgão responsável, a Secretaria de Transportes e o Detro e fazer com que cumpra essa lei e o valor que é modelo. Nós temos observado esta distorção entre Barra Mansa e Volta Redonda, o valor é diferente. O bilhete único intermunicipal no estado do Rio é de R$ 3,80, essa questão eu me sinto muito bem a vontade para falar. É só fazer cumprir uma lei que já existe, é uma tabela do Governo do Estado. No nosso mandato o morador de Pinheiral terá um valor mais digno na passagem.

Internauta – Quero saber do Gugu qual a sua proposta para a educação de Pinheiral?

Cardoso Gugu – Temos hoje em Pinheiral 2.700 pessoas que não possuem alfabetização, é um número alarmante que os governos anteriores não cuidaram e que nós teremos que resolver essa questão. Relacionado a questão dos estudantes universitários nós iremos, em parceria com o Governo do Estado, tentar a implantação do Cederj, que é o ensino superior gratuito onde sabemos que depende somente de uma parceria exclusiva do município em ceder o espaço para que o órgão possa vir. Hoje temos em nossa cidade as escolas municipais que durante a noite ficam ociosas, sem funcionamento, então, nós iremos levar essa proposta para o Governo do Estado para que seja implantado dentro de uma das nossas escolas o ensino superior gratuito. Relacionado ao funcionário da educação nós temos que valorizar e capacitar os nossos professores, temos que investir principalmente em uma qualidade de trabalho digna para o professor que sofre tanto. Nós iremos também ter um terço de aula de programação de estudo anualmente, queremos resolver essa questão precária que existe na educação da nossa cidade e também priorizar pela implantação de creches em tempo integral no caso dos bairros mais afastados e que necessitam como o Parque Maira, Chalé, Cruzeiro, Palmeiras. Existem algumas creches em Pinheiral, mas somente no Centro da cidade. Os bairros que mais necessitam estão abandonados e esquecidos pelo poder público.

Internauta – Sempre que preciso de um médico especialista em Pinheiral não tem, sofro ainda com a demora na marcação de exames e vagas em outros municípios. Quero saber do candidato o que ele fará para mudar esta situação?

Cardoso Gugu – Vamos reduzir em 30% o salário do prefeito, vice, secretários municipais, diretores de departamento e dos coordenadores porque com isso nós vamos gerar uma economia de mais de meio milhão de reais que serão investidos na saúde do nosso povo, na compra de medicamentos muita das vezes em falta na farmácia básica do município e, principalmente, na contratação de médicos especialistas. E ainda implantar uma policlínica municipal porque com isso conseguiremos solucionar a questão da média e baixa complexidade na saúde na hora do atendimento, que é a hora da prevenção, do diagnóstico porque a dor e a doença não podem esperar. E o que acontece hoje em nossa cidade é um descaso muito grande por parte da saúde, iremos solucionar reduzindo os salários do prefeito e outros que foi firmado em cartório. Esse plano de governo é o meu compromisso de honra, não é uma promessa enganosa. Hoje uma pessoa na cidade que precisa de um oftalmologista ela tem que ser deslocada para Niterói-RJ para ter o atendimento, isso é inadmissível. A atenção básica da saúde é de responsabilidade do prefeito e nós iremos fazer a diferença.

Internauta – Sou jovem e sinto falta de projetos culturais na cidade. Quero saber o que o candidato pretende fazer pela cultura?

Cardoso Gugu – A cultura é um dos itens principais do nosso plano de governo. Nós iremos criar em Pinheiral uma Funcap (Fundação Cultural e Artística de Pinheiral). Será um centro de implantação de vários projetos culturais hoje abandonados em nossa cidade. Nós podemos analisar também que antigamente em Pinheiral tínhamos a banda de música e nós precisamos revitalizar essa cultura de volta. E a fundação cultural com certeza trará de volta a origem da nossa cidade relacionada à cultura, ao apoio aos jovens. Dentro da Funcap também terão as aulas artesanais, cursos de teatro. A população de Pinheiral ganhará muito e dessa forma nós conseguiremos iniciar a revitalização e volta da cultura.

Internauta – Quais serão as prioridades do seu governo, caso seja eleito?

Cardoso Gugu – A prioridade do nosso governo é fazer o “feijão com arroz”, fazer com que os serviços essenciais funcionem. Nada de trazer pessoas de outras cidades para trabalhar em nossa cidade, nós temos que valorizar realmente as pessoas que precisam de uma oportunidade em nossa cidade. Nada de obras mirabolantes, contratação de parentes para os órgãos públicos. É priorizar com muita tranquilidade e transparência e serviços públicos essenciais, porque o povo tem que ter voz e vez. Vamos priorizar a saúde como falei com a implantação de uma policlínica com a redução nos salários dos cargos públicos. Iremos fazer um governo voltado para as necessidades como o transporte público, um serviço primordial dentro da mobilidade urbana. É questão de honra do nosso governo. Solucionar não só a questão da linha municipal como também a questão da linha intermunicipal. O que acontece hoje é um desequilíbrio da ordem pública e a vantagem é que eu não tenho chefe, padrinho, eu não sou marionete, eu estarei ao lado do povo porque nós vamos vencer as eleições e nós vamos errar menos e acertar mais. E como vamos conseguir tudo isso? Ouvindo a população.

Internauta – Quero saber do candidato qual a proposta para os funcionários públicos?

Cardoso Gugu – É simples e eficaz valorizar os funcionários públicos e implantar o Plano de Cargos e Salários. Hoje os funcionários públicos recebem uma gratificação que pode ser retirada a qualquer momento do seu salário. Nós iremos incorporar esta gratificação e logo em seguida dar continuidade ao Plano de Cargos e Salários, eu posso falar com muita propriedade. Na verdade nós enfrentamos dois grupos políticos na cidade, respeitamos a ideologia de cada um, um é o atual e o outro representa a volta do governo anterior e quando eu fui vereador eu por duas oportunidades criei emendas na lei orçamentária para o servidor público ter 15% de reajuste no seu salário e por incrível que pareça em 2010 o governo anterior vetou este aumento e quando saí da Câmara, no final de 2012 eu deixei uma emenda de 1 milhão e 800 mil reais para destinar aos servidores públicos. Esta emenda foi boicotada e o que aconteceu ao invés de ter valorização dos servidores públicos foi valorizado os secretários municipais. Os cargos de confiança têm que receber salário digno, mas quem tem que ser valorizado, com certeza, é o servidor público. É bandeira do meu mandato logo de cara incorporar as gratificações que eles recebem e em seguida colocar em prática o Plano de Cargos e Salários. E aproveitando ainda destacar que no segundo semestre de 2017 a população de Pinheiral pode ficar atenta que nós teremos a realização do concurso público que há anos não é realizado. E o que acontece hoje é a contração de funcionários indicados por pessoas da confiança do executivo.

Internauta – Quero saber do Gugu qual a melhoria para o transporte público?

Cardoso Gugu – Eu conversei primeiramente aqui sobre a linha intermunicipal. A linha municipal da cidade parece até piada, ela funciona em caráter emergencial. O governo anterior faltando dois meses para as eleições, há quatro anos, tirou a linha que atuava na cidade e contratou em caráter emergencial a empresa Bem Te Vi, só que essa empresa é ligada também a empresa que presta a linha intermunicipal a Viação Pinheiral, devido a ligação dos donos que utilizam a mesma garagem, mesmo espaço e até os mesmos funcionários, só que seria na época emergencial para 180 dias. O prefeito que assumisse ele deveria legitimar e realizar uma nova licitação, mas aí o que ocorreu? O governo atual só vem prorrogando. Então, hoje em Pinheiral a linha municipal está funcionando em caráter irregular e mesmo irregular foi prometido na época a passagem a R$ 1 e hoje o valor está quase R$ 3 por uma linha desse jeito. Vamos corrigir com muita clareza com o povo de Pinheiral, pois eu não tenho medo dessa máfia dos empresários do transporte público, porque política não é profissão, política é missão e logo de cara vamos iniciar nosso mandato resolvendo a questão do transporte público municipal realizando e oficializando uma nova licitação. Ônibus serão micro-ônibus para facilitar o deslocamento e o acesso aos bairros da nossa cidade e indo mais além com a criação de novas linhas e no mínimo triplicando o número de ônibus que atendem a população e com micro-ônibus iremos reduzir o custo da passagem.

Internauta – Durante a seca Pinheiral sofre muito com a falta de água, como o senhor pretende resolver isso, se for eleito?

Cardoso Gugu – Não só a falta de água em Pinheiral como a questão da energia elétrica. É que lá atrás Pinheiral enquanto distrito eram oito mil moradores, automaticamente a capitação de água, o tratamento era passa essa população. Hoje nós triplicamos o número de moradores estamos com 24 mil habitantes, o que precisa é realmente nós adequarmos esse serviço em parceria com o Governo do Estado e se tiver difícil nós iremos apresentar um projeto ao Ministério das Cidades, buscar o recurso para a ampliação dessa capitação e tratamento de água. Porque a falta d’água nós não podemos culpar o Governo do Estado muito pelo contrário, quem está a frente de uma cidade tem que assumir com muita determinação a responsabilidade e o compromisso e para isso você tem que fugir dos limites da cidade ir seja onde for para buscar os recursos. Temos que apresentar um projeto ao Ministério das Cidades onde, com certeza, nós iremos solucionar a questão da falta d’água e tem que haver uma parceria por parte da prefeitura com a Cedae e acabar essa guerra de vaidades que existe hoje do governo municipal com o Estado, um jogando a culpa para o outro. Na verdade as responsabilidades têm que ser divididas e com muita humildade, quem tem que ser o principal beneficiado é a população de Pinheiral. E precisamos também, embora não esteja na pergunta a questão de uma ampliação de uma subestação de energia elétrica para a cidade porque estamos na mesma situação da água.

Internauta – Quero saber do Gugu o que ele fará pela área rural de Pinheiral e se pretende dar continuidade a regularização das terras?

Cardoso Gugu – É uma pergunta pontual e polêmica. A questão da legalização das terras começou em 1974 com a aprovação de uma lei na época por Osvaldo Fonseca onde até um documento na Praça Brasil, onde fala dessa importância no caso que foi um marco da legalização de terras por parte do Governo Federal a outorga para o município de Piraí, porque Pinheiral era distrito de Piraí. Algumas famílias com influência conseguiram essas outorgas até ter escrituras na cidade de Pinheiral, que é uma coisa engraçada, porque você não consegue entender ao certo que existe bairro que é posse, mas dentro desse bairro existe uma casa com escritura. Isso começou lá atrás por governos que passaram por Piraí e prestigiaram algumas famílias. Com a emancipação de Pinheiral nós perdemos o direito dessa outorga e começou um entrave por parte, na época do atual prefeito municipal, que era diretor de um colégio agrícola e com o prefeito anterior uma disputa de terras que quem perdeu até hoje com tudo isso é a população de Pinheiral. O deve acontecer na verdade é parar com as promessas enganosas, nós temos que dar continuidade sim mais de forma honesta, buscando mecanismos legais e não dizer que vai ganhar título de posse e na hora quando você vai ao cartório não tem veracidade nenhuma o documento apresentado. Vamos lutar por esta questão, mas eu não posso assumir um compromisso aqui que irei resolver porque isso já se arrasta por mais de 21 anos e os que prometeram até hoje nada fizeram, mas eu vou me empenhar para solucionar isso.

Acompanhe o cronograma: https://goo.gl/q5kYz1.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. O CANDIDATO ESTÁ APENAS Á PASSEIO, Zzzzzzzzzzzzzz.

Untitled Document
close