sábado, 16 de outubro de 2021 - 03:40 h

TEMPO REAL

 

Capa / Pergunte ao candidato / ‘Pergunte ao Candidato’: Samuca Silva do PV apresenta propostas para Volta Redonda

‘Pergunte ao Candidato’: Samuca Silva do PV apresenta propostas para Volta Redonda

Matéria publicada em 16 de setembro de 2016, 11:50 horas

 


dsc00074

Volta Redonda – O candidato a prefeito em Volta Redonda pelo PV, Elderson Silva, o Samuca, foi o entrevistado desta sexta-feira no “Pergunte ao Candidato”, na Redação do DIÁRIO DO VALE. Samuca respondeu às perguntas enviadas previamente pelos internautas em transmissão ao vivo pelo Facebook.

A seguir, a transcrição adaptada à linguagem do jornalismo impresso.

Internauta: O projeto “Na Hora”, citado pelo senhor durante a campanha em Volta Redonda? Em que ajudaria a população?
Samuca Silva: (O projeto) é uma reorganização das subprefeituras. Hoje quem passa pela subprefeitura a vê vazia, sem atendimento. Precisamos estimular. É uma ideia bacana, mas precisamos reformular esse importante projeto. Existem modelos, como o “Na hora”, no Distrito Federal e o “Poupa tempo”, no Rio. O “na Hora” nada mais é do que a centralização de vários serviços públicos e vários serviços de conveniados. Além de atendimentos da própria prefeitura e de autarquias como o Saae, vamos ter também convênios com órgãos como o Detran, a Polícia Civil, a Polícia Federal, dentro do mesmo local. Isso é respeito a você, à população, que não vai ter que ficar percorrendo vários lugares por causa de serviços. Não tem custo. O que tem é gestão.

Internauta: Diante da crise em que o país vive como pretende administrar a prefeitura?
Samuca: Volta Redonda não tem uma crise financeira. Nós somos privilegiados. No pior momento da crise, em 2015, nossa receita foi de (R$) 765 milhões. Não é possível faltar dinheiro em Volta Redonda para a saúde e a educação. Em Volta Redonda, o que nós vivemos é uma crise de gestão. Vamos criar a Controladoria geral para controlar o prefeito e todas as secretarias, vamos criar a central de compras do município. Hoje nós temos doze comissões de compras, e essa central vai comprar melhor, com maiores quantidades pelo melhor preço, e a central de distribuição de materiais que vai melhorar o controle e evitar as pequenas corrupções. Com essas medidas, nós vamos economizar cerca de 200 milhões de reais no nosso orçamento. Volta Redonda é uma cidade rica, entre as dez cidades mais ricas do Estado do Rio. O que precisa é administrar o dinheiro.

Internauta: Volta Redonda perdeu muitos postos de trabalho. Hoje já podem ser vistos pelas ruas da cidade ambulantes, que foram demitidos. Qual a proposta do senhor para a retomada dos empregos?
Samuca: Mais de 3,5 mil pessoas perderam seus postos de trabalho só nos quatro primeiros meses de 2016. Num momento desse, de crise e desemprego em Volta Redonda, nós tínhamos que ter uma cidade empreendedora, preparados assim para que pudéssemos abrir negócios. Por exemplo, você que foi demitido, pega seu FTGS e sua rescisão e vai abrir o seu negócio por falta de emprego. Em Volta Redonda, hoje, pra você dar entrada no Alvará, você espera até sessenta dias pela consulta técnica prévia, enquanto em Barra Mansa, aqui do lado, você já sai com seu alvará na hora. Você já pode já pode gerar empregos, movimentar a economia e trabalhar. Nós vamos fazer em Volta Redonda um verdadeiro diálogo com os empresários locais, e com a nova lei de Alvará Fácil, que nós vamos implementar, proporcionar a você, que já possa contratar, por exemplo, com a Fábrica de Talentos, onde os empresários poderão treinar estudantes universitários ou do ensino médio e por outro lado os estudantes poderão se inserir no mercado de trabalho. Nós temos hoje em Volta Redonda um bom caminho, que é a Sala do Empreendedor. Nós precisamos aumentar para a Casa do Empreendedor, que seria um amplo local da Prefeitura de Volta Redonda com vários órgãos conveniados para a abertura de empresas. Você que quer abrir uma empresa em Volta Redonda hoje tem que ir lá na Ponte Alta, na Secretaria de Meio Ambiente, na Ilha São João, na Defesa Civil, você tem que andar. Na Casa do Empreendedor, você vai ter todos os órgãos conveniados para dar entrada no processo de abertura de empresa. Isso faz uma cidade empreendedora.

Internauta: O senhor acha que o Hospital Regional terá a infraestrutura necessária para atender pacientes da região? Acha que um hospital deste porte é viável, diante do quadro econômico?
Samuca: O Hospital regional é uma boa ideia, que se sair do papel rápido, e eu torço como cidadão que saia, é uma boa ideia. E a gente não que falar de oposição e situação, o que é bom tem que ser valorizado. É uma questão de planejamento. Quando você vai construir sua casa, você faz o alicerce, depois constrói a casa, depois compra os móveis, de depois é que coloca as pessoas lá dentro. É assim com o planejamento. O que nós estamos vivendo no Hospital Regional é uma verdadeira falta planejamento e que vai criar, na Região Sul Fluminense, não só na região, mas no estado inteiro e no interior do Estado de São Paulo, um anseio pelo Hospital Regional, então tomem aí as autoridades cuidado para falar do Hospital Regional. Eu vou falar da saúde pública de Volta Redonda: nós precisamos desafogar a UPA, que as pessoas ficam quase cinco horas esperando atendimento. Um bom exemplo em Volta Redonda é o Estádio da Cidadania, que é uma referência em atendimento e tirar o atendimento clínico da UPA e colocar no Estádio da Cidadania. Na UPA, o médico tem que sair da emergência e ir para o atendimento clínico e depois sair do atendimento clínico e ir para a emergência. Não dá certo, isso é gestão hospitalar. E também vamos criar a Upinha municipal, que é uma extensão do Saúde da Família. Se nós vamos falar de saúde, gente, vamos falar de prevenção. Já está feita a roda, não vamos reinventar a roda. As Upinhas vão funcionar de sete às dezenove, e vinte e quatro horas para as pequenas emergências, desafogando os hospitais de emergência.

Internauta: Qual o projeto do senhor para mobilidade urbana de Volta Redonda?
Samuca: Mobilidade urbana, nós precisamos falar de educação. Primeiro, educação de trânsito em Volta Redonda. Precisamos preparar o nosso trânsito para as bicicletas, para as modificações que vão acontecer. Se nós colocarmos bicicletas ou qualquer outro veículo não motorizado no nosso trânsito hoje vai ter acidente pra caramba em Volta Redonda, então a primeira coisa é uma educação maciça de trânsito para preparar Volta Redonda pra essas mudanças que vão acontecer. Vamos fazer uma verdadeira fiscalização. Se o nosso transporte é ruim, se as pessoas não utilizam como deveriam o transporte público, é uma questão de fiscalização. A Suser vai passar por uma transformação. Vamos colocar alguém com engenharia de trânsito, alguém que entenda de trânsito. A Suser não é só pintar faixa e alterar sentido de trânsito. A Suser vai efetivamente fiscalizar o transporte coletivo. Vamos aprovar o plano cicloviário em Volta Redonda. Já me comprometi com quarenta e dois quilômetros de ciclovias já no primeiro mandato. Através dessas outras medidas anteriores, nós vamos trazer o plano cicloviário. Eu sou do Partido Verde. Já está no nosso plano partidário as bicicletas e os veículos não motorizados. Vamos fazer a Comissão de Acessibilidade. Qualquer obra em Volta Redonda, para iniciar vai ter que ter um parecer da comissão. E por último a tarifa comercial zero. Nós vamos interligar o Retiro, passando pelo Aterrado. Amaral Peixoto e Vila com transporte gratuito. Zero de tarifa. As atuais linhas vão ter uma fiscalização e rever algumas linhas pra acessar. A tarifa comercial zero é boa para todo mundo: para a economia, porque vai gerar mais pessoas na rua, para o meio ambiente, porque é menos carro nas ruas, para o cidadão, que vai ter uma tarifa zero, e para o comerciante, que vai ter mais pessoas comprando no comércio. É bom para as empresas de ônibus porque é mais pessoas entrando nos ônibus, e é bom para a prefeitura, que vai arrecadar mais.

Internauta: O senhor tem algum projeto específico para a área ambiental?
Samuca: O maior projeto no nosso plano de governo é na área ambiental, e não poderia ser diferente, pois somos do Partido Verde. Primeiramente, termos que privilegiar o planejamento urbano na cidade, que cresceu e não foram feitos os investimentos necessários nas questões ambientais. Precisamos fazer uma verdadeira transformação na política de resíduos sólidos em Volta Redonda. Hoje temos aí uma empresa que recolhe o lixo normal e não temos incentivo à coleta seletiva. Temos empresa que faz a coleta seletiva, mas nós não incentivamos as cooperativas, que fazem a separação dessa coleta seletiva. Só para você ter uma ideia, coletamos seletivamente apenas um por cento das duzentas toneladas diárias de lixo em Volta Redonda. Vamos criar um mercado agroecológico, um programa para incentivar as pessoas a comprarem a produção sem agrotóxico. Vamos falar da fazenda o Ingá, que está esquecida, está abandonada. São 211 hectares de mata da prefeitura de Volta Redonda, para a sociedade de Volta Redonda, que poderia ser um grande parque de cultura, lazer, para os finais de semana.

Internauta: O senhor se apresenta como um candidato inovador e propõe mudanças, diante disso como pretende resolver a conclusão da Rodovia do Contorno?
Samuca: Olha, eu tenho trinta e cinco anos e era um garoto quando começou a questão da Rodovia do Contorno. Novamente, é uma questão de gestão, de planejamento urbano. Então, quando se falou da desapropriação da terra, dessa questão do meio ambiente, é planejamento; quando se faz uma rodovia se vê todos os itens. Torço para que a rodovia seja inaugurada este ano. E se for, nós vamos fazer o diálogo necessário para que essa rodovia efetivamente desafogue nosso tráfego sem desrespeitar o cidadão.

Internauta: Quero saber do Samuca, qual sua proposta para a saúde de Volta Redonda?
Samuca: Temos que incentivar o Programa de Saúde da Família, que é o centro das atenções de prevenção. Vamos criar a Upinha Municipal, que é o maior centro de referência do Programa de Saúde da Família. Naquela região do Mariana Torres, vale Verde, Fazendinha é necessária uma Upinha Municipal, onde vamos ter profissionais da saúde para atender você preventivamente. É assim que vamos desafogar a UPA, o Hospital São João Batista e o Hospital do Retiro., tirando os atendimentos clínicos e centralizando ou nas Upinhas ou no Estádio da Cidadania, que é um bom exemplo. Precisamos cada vez mais contratar médicos, profissionais da saúde, que hoje prestam serviços através do RPA. Vamos fazer concurso público de forma acordada, planejada. Você que é médico e RPA em Volta Redonda, não se preocupe. Nós vamos fazer uma gestão planejada, transparente. Vamos dialogar com todos os órgãos externos e com você. Então vai ser acordado, planejado, mas nós vamos fazer concurso público na área de saúde, tanto na área de enfermagem, como os médicos também têm o nosso compromisso.

Internauta: Moro no  Água Limpa e estou assustada com a aumento da criminalidade no bairro. Qual a sua proposta para intensificar a segurança nos bairros?
Samuca: Eu fui assistir a uma palestra do Rodrigo Pimentel, instrutor de segurança, que escreveu inclusive o livro em que se baseou o filme “Tropa de Elite”. E ele apresenta em números. Quando Volta Redonda teve a maior empregabilidade, tivemos a maior taxa de violência, ou seja, emprego e desemprego não têm a ver com violência. Sabe o que tem a ver com violência e segurança pública municipal? Cultura e lazer nos bairros. É assim que nós vamos fazer a mudança, levando para os bairros cultura, esporte e lazer, através de parceria com as universidades. A Guarda Municipal precisa passar por uma ação estratégica. Ela tem um papel fundamental na segurança pública, ela tem que ser amiga da comunidade, nas escolas, com a comunidade, aliada e protetora. Então vamos reorganizar as ações estratégicas. Ela não pode ser inimiga da comunidade. Vamos fortalecer o Ciosp, que hoje precisa de manutenção e interligar Polícia Militar, Polícia Civil e Samu, o que pode ser feito através de tecnologia e hoje não tem. A UPP não deu certo porque levou a repressão para as comunidades. Nós precisamos levar cultura e lazer para tirar os jovens das drogas e do crime.

Internauta: As práticas culturais seguem sem apoio do governo, qual a sua proposta para projetos que deem espaço para os jovens?
Samuca: Precisamos resgatar velhos projetos, por exemplo o “Palco Sobre Rodas”, que era bacana e precisamos voltar. Temos universidades em Volta Redonda e precisamos fazer parcerias para levar esses estudantes para as comunidades, com esporte cultura e lazer. Vamos criar em Volta Redonda a Feira Permanente de Artesanato. Essas pessoas que estão ali na Vila, debaixo de sol e chuva, cada dia eles montam num lugar diferente, montam todo dia e desmontam a sua feira. Nós vamos criar a Feira Permanente. Vamos tirar os carros, de uma forma dialogada, e fazer as ruas de lazer em Volta Redonda, proporcionando uma opção livre para você andar a pé, de bicicleta, skate.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

14 comentários

  1. Falando em CIOSP, precisa trocar muitas daquelas funcionarias, totalmente despreparadas, está faltando administração e gestão ali, mal sabem atender um telefone, isso quando não te tratam com ignorância. Está faltando compromisso e capacitação.

  2. o samuca é o melhor.

    queremos renovação e ele representa isso.

    nosso medo é o medo da mudança,mas temos que experimentar.

    só assim vamos saber se deu certo.

    vamos de samuca,vamos mudar.

  3. Pelo menos dessa vez ele não afirmou ser um Gestor Público.

    Na teoria ele é muito bom; parece conhecer bem, já que é um professor de Contabilidade Pública.

    Mas qual experiência dele na prática? Estar a frente de alunos é até fácil para ele. Será que vai aguentar o tranco na frente de funcionários públicos ou de sindicatos ou de outros políticos com interesses diversos?

    Ele já teve experiência como presidente de uma Associação de Moradores ou de classe para ver como é na prática o comportamento da Gestão Publica?

    • Experiência o Neto tem abeeeeeeeeeeeeça e olha como tá?! kakakakakaka
      Experiência o Lula também tem.. kkkkkkkk
      Queremos gestores bons nessa prefeitura!

  4. A vantagem do Samuca é que ele é novo e não é um político parasita como tantos que estão no cenário e nunca fizeram nada. Temos que reformular a estrutura política viciada da cidade e trazer novas idéias, projetos e dinamismo.

  5. Antes de ser político, a pessoa tem q saber administrar. Pelo que vejo, Samuca é o melhor preparado dos candidatos. Não julguem de maneira equivocada, mais vale sangue novo com profissionalismo (basta ver a diferença nas propostas, no discursso) do que as velhas raposas de sempre, a região há décadas só aperta a mesma tecla!

  6. Volta redonda não tem se quer uma montadora de veículo . Uma vergonha …

    • Você se lembra da Ford, com a Maria Sílvia?
      Uma vergonha porque? Me aponte um terreno, em Volta Redonda, que possa colocar um montadora. Dê uma olhada onde estão montadas, em Resende, e Riallto. Não é só vontade, precisa infraestrutura, e oferecer condições. Qual prefeito, não gostaria de ter industria de porte, no seu município?

  7. O cara nunca administrou nada e quer ser prefeito. Fala sério…. Playboy querendo uma boca de prefeito. Muito teórico…. Quero saber na prática. Será que já foi pelo menos síndico de algo….

    • Ex CSN. Obrigado pela pergunta. Mas digo a você que sou filho da escola pública de Volta Redonda e me formei pelo FIES. Tive a oportunidade nos últimos 10 anos estar na gestão pública com orçamento parecido à cidade de Volta Redonda com abrangência no Brasil interior. Politica não é carreira se fosse ninguém seria candidato pois tudo estaria ótimo. Sugiro me conhecer melhor. http://www.samucasilva.com.br

    • E vc é mais um ignorante que deveria ter vergonhado que diz por isto a sua cidade. não passa de CSN e prefeitira praticamente como empregadores NÃO EVOLUI !

  8. Terrível o vídeo em qualidade de imagem e som, grande trecho o som foi capado, não deu para os que não conhecem Samuca ainda poderem se informar como deveria através desta entrevista apesar do excelente candidato possuir site na internet e redes sociais como Instagram, Facebook, Twitter próprios. O jornal deveria refazer, em respeito ao leitor e ao Samuca tudo de novo!

Untitled Document