sábado, 17 de abril de 2021 - 06:33 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Pesquisa mostra aumento de idosos conectados à internet no Brasil

Pesquisa mostra aumento de idosos conectados à internet no Brasil

Matéria publicada em 29 de março de 2021, 17:11 horas

 


Em três anos, percentual subiu de 68% para 97%

Brasília e Sul Fluminense – De acordo com a pesquisa realizada pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito), em parceria com a Offer Wise Pesquisas, o número de idosos, com mais de 60 anos, conectados à internet cresceu de 68% para 97% nos últimos três anos.

Ainda segundo a pesquisa, o meio de acesso à internet mais utilizado pelos idosos é o smartphone, com 84%. Em seguida, os notebooks correspondem a 38% das respostas, já os computadores desktops, a 36%. A pesquisa traz ainda informações sobre os conteúdos consumidos pelos internautas acima de 60 anos: 64% utilizam a internet para se informarem sobre política, esportes e assuntos diversos, 61% para se comunicarem com outras pessoas, enquanto 54% buscam informações sobre produtos e serviços. Os aplicativos que lideram o consumo entre a terceira idade são as redes sociais, com 72%. Aplicativos de transporte público ocupam o 2º lugar, com 47%, logo após, os bancários, com 45%.

Idosos do Sul Fluminense

A Zamix Multiplay, provedora de internet em Volta Redonda, registrou aumento de 35% de clientes acima de 60 anos, entre outubro de 2018 e março de 2021. O crescimento foi apresentado em municípios da região Sul Fluminense, como: Angra dos Reis, Barra do Piraí, Juiz de Fora, Mangaratiba, Resende, Valença, Vassouras e Volta Redonda.

A diretora comercial e marketing da provedora, Karol Hungaro, comentou que o aumento do uso da internet entre a terceira idade ao crescimento da população idosa no Brasil que, segundo o IGBE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), pode chegar a 25,5% até 2060, e também à pandemia do Coronavírus.

– A população de idosos representa uma parcela da sociedade muito significativa, que também quer se manter informada e conectada ao que acontece no mundo. Acredito que a pandemia também potencializou este aumento, já que a terceira idade, considerada grupo de risco da Covid-19, encontrou na internet uma maneira de socializar, cultivar os laços familiares, além de terem acesso a uma ferramenta que auxilia nas mais variadas demandas do dia a dia. Como o universo virtual ainda é novo para eles, que chegaram muito antes da invenção da internet, é um público que merece toda a atenção dos segmentos voltados à tecnologia – detalhou Karol Hungaro.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Moro nesse fim de mundo chamado parque do contorno em VR. Não tem nada aqui!!! Sem internet não dá kkkkkkkkkkkkkkk.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document