Pipoqueiro é suspeito de mandar agredir família em Resende

Idoso, de 65 anos, teria se ‘encantado’ por adolescente 50 anos mais nova

by Lívia Nascimento

Foto: Evandro Freitas

Resende – Um idoso de 65 anos, que trabalha como pipoqueiro, foi preso na noite desta quarta-feira (22), no bairro Jardim Brasília, por suspeita de ter mandado agredir uma família. De acordo com a Polícia Militar, as vítimas buscaram socorro no Hospital de Emergência ainda na noite de terça-feira (21), quando foram agredidas.

O padrasto, de 27 anos foi atingido por um tiro. A filha adolescente, de 15 anos, sofreu agressões físicas, assim como a mãe, de 33 anos. O rapaz foi atingido, sem gravidade, na panturrilha. A mãe foi atingida na cabeça por pedaços de madeira. À Polícia, as vítimas disseram que quatro homens invadiram a casa da família, no Surubi Velho, querendo saber da adolescente. A mãe ofereceu resistência e o padrasto, ao tentar intervir na situação, acabou sendo baleado. Em seguida, a família foi levada até uma área de mata próxima, onde tanto a adolescente quanto a mãe foram agredidas.

Segundo o padrasto, o mandante do crime seria um homem de 65 anos que trabalhava como pipoqueiro. O suspeito foi encontrado pelos policiais próximo à faculdade Estácio de Sá e conduzido à 89ª Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento.

De acordo com a Polícia Militar, o pipoqueiro teria tido um envolvimento com a adolescente cinquenta anos mais nova e dado a ela uma moto. A menina teria posto fim à relação e, segundo o que foi apurado até o momento, o pipoqueiro teria se queixado a marginais de que jovem teria roubado a moto e estaria de posse das chaves e documentos em sua casa.
Já a Polícia Civil deu outra versão.

E afirmou à jornalista Elisa Veiga, no início da noite desta quinta-feira (23),  que o homem teria se ‘encantado’ pela menina e dado a ela alguns presentes – incluindo a moto. Ao ver que ela não correspondia às investidas e apareceu com um namorado de sua faixa etária, o idoso teria se irritado e procurado criminosos para agredir a família, alegando que teria sido roubado.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que enquadrou o idoso nos crimes de lesão corporal e tortura. Ele permanece preso.

 

You may also like

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996