domingo, 20 de setembro de 2020 - 11:17 h

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Piraí decreta fechamento de academias, bares, barbearias, clubes, igrejas e salões de beleza

Piraí decreta fechamento de academias, bares, barbearias, clubes, igrejas e salões de beleza

Matéria publicada em 30 de julho de 2020, 15:43 horas

 


Prefeito Luiz Antonio publicou decreto nº 5.191 que também restringe o funcionamento de hotéis e pousadas

Piraí – O prefeito de piraí, Luiz Antonio, publicou o decreto nº. 5.191, nesta semana, que determina o fechamento de academias, bares, barbearias, clubes, igrejas e salões de beleza, além de restringir o funcionamento de hotéis e pousadas. A decisão ocorreu devido ao aumento dos casos da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, que fez com que a Secretaria Municipal de Saúde aumentasse o nível de alerta, passando da cor amarela para a cor laranja, classificada como risco alto de contágio da doença.

Confira o boletim na íntegra

Casos

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde, na quarta-feira (29), Piraí registrava 413 casos confirmados da doença e 18 óbitos decorrentes da doença. Dos casos confirmados, 332 estão recuperados, 61 em isolamento domiciliar e dois internados. Ao todo são 19 casos suspeitos sendo que um óbito está sendo investigado. Dos 2.037 casos suspeitos por síndromes gripais, 488 estão recuperados e 135 em isolamento domiciliar, além de 1.414 pacientes que tiveram exames coletados e até o momento 982 testaram negativos para Covid-19.

A secretária de Saúde, Maria da Conceição Rocha, divulgou um vídeo nas redes sociais, orientando as pessoas que evitem aglomerações e usem máscara.

– Temos que restringir porque os indicadores falam do aumento da disseminação do vírus, que são os casos novos. Esse aumento dos casos é devido às pessoas estarem abandonando as ações de distanciamento social. Nós precisamos ter responsabilidade social e evitar aglomerações, evitar sair de casa, evitar festas. Se for sair, tem que usar máscara e usar álcool – disse Conceição.

Restrição em hotéis e pousadas

Segundo o decreto, hotéis e pousadas deverão trabalhar com oferta reduzida com ocupação máxima de 50% da sua capacidade, evitando aglomerações e adotando as medidas de higienização, incluindo espaço destinado a restaurantes, que deverão funcionar com restrições de 30% da capacidade, com distanciamento de dois metros entre uma mesa e ousa.

No momento da realização de “check in” e “check out”, o distanciamento entre as pessoas deve ser no mínimo de 1,5m, evitando aglomerações e com higienização nas superfícies.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document