sábado, 17 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / PM baleado em troca de tiros continua internado em hospital de Angra de Reis

PM baleado em troca de tiros continua internado em hospital de Angra de Reis

Matéria publicada em 13 de agosto de 2019, 10:05 horas

 


Angra dos Reis – O policial militar baleado na tarde de domingo (11) continua internado no Hospital Geral da Japuiba, em Angra dos Reis. O agente foi ferido numa troca de tiros com bandidos no bairro Belém, reduto do tráfico de drogas da cidade.

O policial foi baleado na mão e passou por uma cirurgia. No mesmo hospital, foi socorrido uma pessoa que foi vítima de bala perdida durante a troca de tiros no Belém. Ela estava num supermercado quando foi atingida pelo disparo.

O hospital informou que o estado de saúde dele e da outra vítima é estável.

Policiais do 33º Batalhão da PM foram ao bairro apurar denúncia de que traficantes estariam promovendo um baile funk, com a presença de um dos chefes do tráfico de drogas do Complexo da Maré, no Rio.

Na ocasião, os PMs foram recebidos a tiros e revidaram os disparos. Na ação foi preso , Danilo de Andrade Couto, que seria  gerente do tráfico de drogas da região.

Devido à represália sofrida pelos agentes do 33ª Batalhão, agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) chegaram a Angra dos Reis no final da noite de domingo.

Os policiais cariocas trocaram tiros com traficantes do bairro Belém. A ação continuou toda a madrugada e terminou com seis criminosos mortos.  Um corpo foi encontrado no fim da tarde de segunda-feira (12), às margens da Rodovia Rio-Santos, próximo ao bairro Belém. Policiais investigam se o fato tem ligação com  o tiroteio entre os agentes do Bope e criminosos.

A operação resultou na apreensão de três fuzis, duas espingardas calibre 12, uma pistola 9 milímetros, 572 pinos e 368 sacolés de cocaína.

Incêndio

Traficantes chegaram a incendiar no início da madrugada de domingo, um ônibus na Rodovia Rio-Santos, próximo ao trevo de acesso ao Centro de Angra dos Reis, no bairro Sapinhatuba. A intenção foi dificultar a passagem do comboio do Bope que vinha do Rio e seguiam em direção ao Belém.

O delegado titular da 166ª DP (Angra dos Reis), Celso Castello declarou a um jornal carioca que,  o Parque Belém é dominado pela segunda maior facção do estado e que a polícia sabe que a maior quadrilha do Rio tem interesse em tomar a área do outro bando.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Aki no Belém tá cheio de dono de boca de fumo de outros lugares que pertence a mesma facção tem traficantes de Barra Mansa tem um que tá sempre por aki dizem ser patrão da Delgado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document