sexta-feira, 22 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Polícia Ambiental faz operação em VR

Polícia Ambiental faz operação em VR

Matéria publicada em 17 de janeiro de 2019, 19:27 horas

 


Oito caminhões foram apreendidos e dez pessoas são levadas para delegacia por descarte irregular de lixo

Carros da PM e da Polícia Civil ficaram na entrada do aterro (Foto: Pollyanna Moura)

Volta Redonda  – Agentes do Comando de Policiamento Ambiental realizaram uma operação em Volta Redonda, nesta quinta-feira, dia 17, para coibir o descarte irregular de lixo em uma área às margens da Rodovia dos Metalúrgicos. Oito caminhões foram apreendidos e dez pessoas foram levadas para a delegacia.

A área chegou a ser usada oficialmente pelo poder público para descarte de entulhos da construção civil e material vegetal proveniente de poda. No entanto, a polícia alegou que a licença de uso estava vencida há pelo menos um ano e por isso todos que estavam no local foram autuados. Além disso, os agentes afirmaram que havia material impróprio sendo jogado no aterro.

Segundo Everton Oliveira, cabo da Cpam (Comando de Polícia Ambiental), a prefeitura de Volta Redonda é que tinha a licença para descartar material. No entanto, segundo o policial, a licença estaria vencida e o processo deveria ter sido interrompido até a regularização da situação.

– Quando chegamos ao local, identificamos materiais que poderiam ser reciclados e não deveriam estar naquele terreno, como plásticos, colchonetes e pneus – disse.

Everton ressalta que o ocorrido não foi resultado de denúncia e sim por uma ronda rotineira. “Estávamos passando pelo local, identificamos o descarte irregular e fomos fiscalizar”, disse ele.

Uma equipe no Inea (Instituto Estadual do Ambiente) foi encaminhada ao local para fazer uma avaliação dos danos causados no ambiente. Uma multa pode ser aplicada aos responsáveis pelo descarte irregular, mas os valores e o prazo para o pagamento ainda não foram informados.

Segundo Everton, uma viatura da polícia militar fez a proteção do local para evitar a entrada de curiosos e de outros caminhões. Uma viatura da Polícia Civil compareceu ao local para realizar uma perícia. “Dois processos têm que ser abertos agora: um administrativo e outro criminal”, disse o PM.

A Polícia Civil afirmou ao DIÁRIO DO VALE que instaurou inquérito para apurar a responsabilidade dos envolvidos. O delegado Rodolfo Bonfate Atala, da 93ª DP, confirmou que um perito criminal foi até o local e será emitido um laudo informando se houve ou não crime ambiental.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Avatar

    Realmente todos ja sabiam que isto uma hora iria acontecer até a atual superintendente do Inea e ex secretária de meio ambiente já sabia mais não fez nada. O atual secretário de meio ambiente é que estava começando a querer regulalizar mais não deu tempo. VR precisa de regulação de descarte destes residuos outros municípios da região já possuem estamos atrasados.

  2. Avatar

    Essa estrada do antigo lixão da cidade é usada para descarte de resíduos irregulares há muito tempo!
    Se a polícia não sabia disso, basta voltar amanhã e depois, e depois e depois…
    Todos os dias tem descarte irregular nesta área e isso não é novidade para ninguém, nem para a PMVR!

  3. Avatar

    Ué ? vcs já deram uma olhada em torno da Faetec no Santo Agostinho…equipe da Prefeitura faz a limpeza,e dias depois esta cheio de entulho e tudo que se pode imaginar.

  4. Avatar

    Infelizmente vai tudo acabar em pizza

  5. Avatar

    E quanto às áreas invadidas como a área verde num 3, quando teremos providências , ou estão fazendo vista grossa?

    • Avatar

      Concordo com seu ponto de vista… O morro que separa os bairros Vila Americana e Santo Agostinho está sendo invadido de longe é possível ver queimadas, lixo , corte da mata e assoreamento do solo, sem falar que estão fazendo casas irregulares e criando ruas (caminhos) que abre brechas para outras coisas.

  6. Avatar

    Parabéns a polícia Ambiental!! Espero que seja constante esse serviço!

Untitled Document