Polícia Civil faz operação para prender suspeitos de assassinar lutador de MMA

Diego Braga Alves teria sido morto após ir ao Morro do Banco tentar recuperar uma motocicleta que havia sido furtada dias antes

by Otávio de Paiva

Rio de Janeiro – ​A​gentes da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) e do Departamento-Geral de Polícia Especializada (DGPE) realizaram, nesta terça-feira (6), uma operação para prender envolvidos no assassinato do lutador de artes marciais Diego Braga Alves. A ação foi realizada no Morro do Banco, ​e​m Itanhangá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Duas pessoas foram presas em flagrante, sendo uma por tráfico de drogas e por envolvimento no ​homicídio de Diego, e outra por uso de documento falso.

As investigações começaram no dia 15 de janeiro deste ano, após os agentes receberem a informação do assassinato do lutador. Segundo a equipe da DHC, os autores pertencem à facção de tráfico de drogas ​que atua na região e ​Diego teria sido morto após ser confundido com um membro da milícia. ​O lutador teria ido ao Morro do Banco tentar recuperar sua motocicleta, que havia sido furtada dias antes.

Segundo as investigações, pelo menos sete criminosos foram identificados como autores do homicídio. Contra eles foram decretados mandados de prisão e de busca e apreensão. Os policiais também constataram que os integrantes da facção que atuam na região constrangem moradores e exploram outros tipos de serviço.

As investigações continuam ​e diligências estão sendo realizadas para prender todos os envolvidos n​o assassinato.

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996