quarta-feira, 27 de outubro de 2021 - 23:33 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Portal dos Procurados busca paradeiro de líder do tráfico de drogas no Belém em Angra dos Reis

Portal dos Procurados busca paradeiro de líder do tráfico de drogas no Belém em Angra dos Reis

Matéria publicada em 20 de setembro de 2021, 10:52 horas

 


Angra dos Reis – O Disque Denúncia de Angra dos Reis (0300 253 1177) divulgou nesta segunda-feira (20) cartaz com a recompensa de R$ 1 mil por informações exclusivas feitas ao serviço que levem a polícia a capturar o criminoso Hélder da Silva, vulgo “HD”.

Segundo o Disque Denúncia, ele integra uma facção criminosa e é conhecido como chefe do tráfico de drogas nos bairros Belém e Gamboa, em Angra dos Reis, na Costa Verde. Segundo a polícia, ele seria um dos suspeitos de extorquir comerciantes, inclusive ordenando que traficantes de sua quadrilha aterrorizem quem se recusar a pagar as taxas cobradas por eles. Por esse motivo, na semana passada, um veículo de uma empresa de internet foi queimado.

Dados levantados pelo Disque Denúncia de Angra dão conta de que, desde 2020, já foram cadastradas em sua central, pelo menos 25 denúncias sobre instalação clandestina de internet, as populares “gatonet”, onde bandidos cortam fios das operadoras legalizadas, obrigando moradores a assinarem com uma empresa controlado pelo próprio tráfico. Com relação à extorsão cometida à comerciantes, já foram feitas 14 denúncias ao serviço. Vale reforçar que as informações são encaminhadas as policiais civil e militar para averiguação.

Com auxílio dessas informações, por exemplo, o 33º BPM já conseguiu desmantelar inclusive uma central clandestina de internet no Areal, retirando de postes, equipamentos utilizados pelo tráfico para distribuição do sinal.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Hélder e seus comparsas, ou informações sobre bandidos extorquindo comerciantes em Angra dos Reis, pode denunciar de forma anônima ao Disque Denúncia, através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo aplicativo “Disque Denúncia RJ”. Reforçando que, em todos os canais, o anonimato é garantido ao denunciante.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document