domingo, 31 de maio de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Saúde / Porto Real segue com combate às arboviroses na quarentena

Porto Real segue com combate às arboviroses na quarentena

Matéria publicada em 3 de abril de 2020, 20:20 horas

 


Mais de três mil casas foram inspecionadas no mês passado; agentes seguem protocolo de segurança contra o coronavírus

Agentes usam máscaras, luvas e álcool em gel durante o serviço de inspeção nas casas
(Foto: Divulgação)

Porto Real- O setor de Vigilância Sanitária prossegue com o trabalho de combate às arboviroses (dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana) em meio a quarentena. De acordo com a Secretaria de Saúde, 3.443 imóveis foram inspecionados em março. O prefeito de Porto Real, Ailton Marques, explicou que para dar mais segurança aos agentes, por causa do novo coronavírus, a prefeitura reduziu a carga horária dos profissionais e só é permitida a inspeção nas áreas externas das casas.
– A fim de conferir mais segurança à saúde dos agentes de combate às endemias, a prefeitura resolveu reduzir parte da carga horária dos profissionais, evitando que passem muito tempo em contato com a população, como medida de contenção à Covid-19, doença causa pelo novo coronavírus. Outra estratégia é a ampliação do uso de equipamentos de proteção individual (EPI) e a visita domiciliar restrita às áreas externas dos imóveis – disse o prefeito.
O secretário de Saúde, Luiz Fernando Curty Jardim, fez um apelo à população para cuidar dos quintais aproveitando o período de isolamento social evitando outras doenças, já conhecidas na região.
– A Vigilância Sanitária faz um apelo à população que se encontra em quarentena. Pedimos que aproveitem o tempo em casa para intensificarem os cuidados com seus imóveis, inclusive da área externa. É importante manter estratégias já conhecidas, como: verificar constantemente pratinhos de plantas, o recipiente de degelo das geladeiras, água acumulada nos ralos, bebedouros de animais de estimação e piscinas. Também podemos citar: não deixar caixas d’água sem tampa; não deixar acúmulo de água em calhas; baldes com restos de material de construção; bem como eliminar materiais inservíveis, tais como: latas, pneus, garrafas pets, etc – enfatizou o secretário.
Ele ainda salientou a importância de os moradores abrirem os imóveis para os agentes realizarem as fiscalizações.
– Reiteramos que os agentes estão trabalhando durante a quarentena. Por isso pedimos que a população colabore não apenas com a limpeza dos quintais, mas também abrindo suas casas para que as equipes vistoriem os imóveis. Os profissionais estão orientados para que as atividades sejam realizadas com segurança, preservando a saúde não só deles, mas também da população – avaliou Luiz Fernando.
O coordenador do Programa de Controle das Arboviroses, Wendell Reis, enumerou as medidas que a Secretaria de Saúde está tomando para que os trabalhos de combate às arboviroses possam ser realizados de forma segura.
– Todas as medidas protetivas e preventivas recomendadas pelo Ministério da Saúde vêm sendo respeitadas pelos agentes. Dentre elas, o distanciamento de dois metros das pessoas e o uso de álcool em gel, máscaras e luvas. Além de a vistoria ser realizada apenas na área externa do imóvel, devido ao cenário epidemiológico atual, a assinatura do morador que comprova o trabalho do agente está dispensada – finalizou Wendell.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Sério mesmo. Pois acho q faz mais de ano que nao os vejo passar por aqui.

  2. Avatar

    Parabéns aos envolvidos que mesmo neste momento tão delicado não deixam de cumprirem com suas obrigações. Digo sempre, pra trabalhar com saúde, tem que gostar da área. Municípios vizinhos (não todos) simplesmente acabaram com as visitas domiciliares.

  3. Avatar

    Fecha tudo também kkkkk, menos o salário do prefeito.

Untitled Document