;
sábado, 5 de dezembro de 2020 - 09:28 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Praça da Colina será fiscalizada a partir desta sexta-feira para coibir ‘isoporzinho’

Praça da Colina será fiscalizada a partir desta sexta-feira para coibir ‘isoporzinho’

Matéria publicada em 23 de outubro de 2020, 15:07 horas

 


Volta Redonda– Nesta sexta-feira, dia 23, a força-tarefa multissetorial da Prefeitura vai realizar uma fiscalização na Praça da Colina. A ação tem como objetivo coibir os eventos clandestinos chamados de ‘isoporzinho’, que incluem aglomerações com som alto e outros tipos de transtornos durante as madrugadas no bairro, situação que tem incomodado os moradores da localidade.

A intervenção vai acontecer em parceria entre as equipes de segurança do município como Sesp e Guarda Municipal, com o apoio da Polícia Militar, além dos fiscais do Departamento de Atividades Econômicas e Sociais da Secretaria Municipal de Fazenda.

A força-tarefa vai permanecer no local das 22h às 06h para evitar que aconteça a aglomeração no bairro. A população pode ajudar e denunciar esses tipos de irregularidades neste período de pandemia, através da Central de Atendimento Único (CAU), no telefone 156, e pelo aplicativo FiscalizaVR.

Força-tarefa de fiscalização

Desde o início da pandemia a força-tarefa trabalhou para garantir o cumprimento dos decretos de enfrentamento ao novo coronavírus. E, agora, está trabalhando para coibir aglomerações na cidade, fazendo rondas por bares e restaurantes e atuando com protocolo especialmente implantado para combater os ‘isoporzinhos’.

A equipe da Secretaria Municipal de Fazenda (SMF), que compõe a força-tarefa, criou ainda um protocolo para impedir esse tipo de evento clandestino. A fiscalização verifica bares, restaurantes e depósitos de bebidas que estão incentivando as aglomerações, seja com a venda de bebidas alcoólicas ou com o fornecimento de mesa e cadeiras para esses eventos.

Também são verificadas as infrações ao Código de Trânsito, como veículos estacionados em local proibido ou com som alto. Os responsáveis podem ser multados, ter mercadorias e equipamentos apreendidos e os estabelecimentos podem ser interditados e ter os alvarás cassados.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. Avatar

    Vai nada. Na primeira foto já dá para ver civil negociando. Dois dias aí e as forças de segurança ficam de manos, sem qualquer crédito moral.

  2. Avatar

    Poderiam fiscalizar o Aterrado também, bares e carros da rua 17 de Julho estão se perdendo o respeito com os moradores em volta.

  3. Avatar

    Passei por lá agora , tá um inferno! Prefeitura, PM de nada adianta, tem que ter prefeito na cidade.

  4. Avatar

    Porque não prendem esses candidatos a prefeito fazendo aglomerações nas ruas da cidade sei e pra todos ou do pra alguns chega de hipocrisia.

  5. Avatar

    Muito inteligente,
    Eles saem da Colina e vão ali pro Cantinho Gourmet ou lá pra Vila.
    A pé mesmo.
    Esperta essa prefeitura.

    • Avatar

      Vergonha essa incompetência da guarda e prefeitura ne….passei de carro essa semana a noite na colina umas 3x e hoje sexta também….lotado cheia de gente sem máscara menor bebendo…fica a pergunta….ta coibindo aglomeração ou ta so de fantoche? Aproveitando perto do barão fica carro estacionado na rua proxima aquela curva….será q so eu vejo ou alguem anda fazendo vista grossa….Piada ne kkkkk

Untitled Document