terça-feira, 26 de outubro de 2021 - 22:01 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Prefeito entregará relatório à Justiça defendendo funcionamento do comércio em VR

Prefeito entregará relatório à Justiça defendendo funcionamento do comércio em VR

Matéria publicada em 13 de maio de 2020, 17:02 horas

 


Volta Redonda – O prefeito Samuca Silva vai entregar, nesta quinta-feira, dia 14, um relatório para a 6 Vara Cível sobre a flexibilização do comércio, iniciada nesta segunda-feira, dia 11.

O prefeito defende a continuidade do funcionamento do comércio, pois, segundo ele, todos os critérios adotados estão dentro do previsto até agora.

-Volta Redonda estabeleceu a reabertura do comércio através de critérios técnicos de monitoramento do avanço do vírus e da capacidade de atendimento à população- disse o prefeito.

Nossa proposta será técnica baseada nesses eixos de monitoramento. Ter metas claras de acompanhamento para que cenas de famílias desesperadas, procurando por atendimento médico sem conseguir não aconteçam aqui na cidade. Por isso buscamos a reabertura do comércio com critérios, como medidas de higienização, utilização de máscaras, entre outros – disse o prefeito Samuca Silva.

Entre os eixos que são condicionantes para a reabertura das atividades econômicas, Volta Redonda segue dentro dos limites. São eles: o número de casos suspeitos não poderá aumentar em 5% por dois dias seguidos (hoje o aumento foi de 2,4%); A ocupação de leitos no CTI não ultrapassar 50% (estando com 11% de ocupação hoje). A ocupação de leitos no Hospital de Campanha não ultrapassar 60% (permanecem em 5,26%); O grupo de risco permanecer em isolamento social; Uso de máscara obrigatório nas ruas; Além de manter a proibição de qualquer tipo de aglomeração.

Mas friso que todos devem fazer sua parte e ir as ruas apenas em caso de necessidade. O grupo de risco deve permanecer em casa. Vamos usar máscaras, evitar aglomerações e higienizar as mãos. Todos nós somos responsáveis nessa guerra contra a Covid-19”, comentou o prefeito.

Entenda o caso

O MPE (Ministério Público Estadual)  encaminhou petição à Justiça pedindo a reconsideração de reabrir o comércio do município, que voltou a funcionar ontem. O MP alega que houve uma “drástica mudança” de cenário desde a celebração do acordo com a prefeitura, em que foi condicionada a retomada de algumas atividades econômicas à capacidade de leitos hospitalares e sua ociosidade no momento da celebração do pacto.

Segundo informações recebidas pelos promotores, o governo do estado já determinou a Volta Redonda inclua, no Sistema Estadual de Regulação, os leitos de UTI vagos existentes no Hospital São João Batista e no Hospital Munir Rafful, o que indica a intenção do estado de encaminhar a tais unidades de saúde pacientes acometidos por Covid-19 oriundos de outras cidades. Nesta quarta (13), a Justiça mandou dividir os leitos de Volta Redonda entre prefeitura e estado.

O MPRJ cita ainda o recente estudo da Fiocruz recomendando a adoção de medidas mais rígidas (lockdown) em todo o estado. Embora o estudo técnico esclareça que as medidas devem ser adequadas às realidades de cada cidade, o documento adverte que não devem ser implantadas “de forma isolada”, concluindo pela sua necessidade em todo o território fluminense.

Já a Defensoria Pública classifica como “inoportuna pactuação” o acordo, que, no entender dos defensores, favorece a aglomeração de pessoas e, consequentemente, a disseminação do novo coronavírus entre a população.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

21 comentários

  1. Dra Maria Amélia

    O vírus veio pra ficar. Precisamos tomar as medidas pessoais de proteção, mas a vida precisa continuar e a constituição garante o direito de ir e vir do cidadão.

    • As ruas estão lotadas de gente q sai sem necessidade, sempre fui contra a abrir o comércio, tem que começar a prender e colocar uma multa de R$ 10,000 pra sair, só assim o povo sessenta o rabo em ksa

  2. Daqui a 15 dias vamos ver resultado!!!

  3. Pelo nível dos comentários da para saber que tem uma oposição que veio aqui e criticou o fechamento do comércio e agora os mesmos estão criticando a abertura só para tumulturar.

  4. Acho que era pra ter feito lockdown no inicio com poucos casos e nessa epoca fazer abertura com resposanbilidade…o problema que o povo nao colobora..fica saindo sem necessidade…mas tomara que o comercio fique aberto….

  5. Autoridade máxima no Município é o Prefeito e não o Juíz.
    Poder judiciário é para garantir o cumprimento das leis e não fazer as leis.
    Prefeito é o chefe do executivo é o gestor do município, é a pessoa que decide como o município funciona. Conclusão: quem decide se o comércio funciona ou não é o Prefeito.

  6. Não sei porque abriu o comércio neste momento,poderia ter esperado mais um pouco vai piorar muito daqui uns dias, aí quero vê .

  7. Não tem q defender nada. O Brasil entrando na pior fase da pandemia e esse cara querendo fazer média com empresário. A justiça tem q mandar fechar tudo antes q vire um caos como no Rio e na baixada.

  8. Se o comércio estiver aberto, vc que é do contra tem todo o direito de ficar isolado em casa. Atente-se ao fato de que o prefeito não está mandando vc ir comprar nada… então larga de ser chato, cada um sabe onde seu calo aperta.

  9. Parabéns Prefeito Queremos continuar trabalhando

  10. Isso mesmo Pref. A economia corre junto com a saúde, amanhã vc vai ter que lutar com a falta de emprego na sua cidade, falta de arrecadação, quero quero ver o sistema de saúde funcionar.
    A CSN, como já divulgado pela empresa, Vai colocar 2000 pessoas na rua, lembramos que eles tinham plano de saúde, não vão ter mais, esses 2000, multiplica no mínimo por 2, seus dependentes, isso tudo vai usar saúde pública.
    Essa crise não vai ser rápido, ou vcs acham que o emprego vai voltar rápido.
    Quem não quer sair que fiquem em casa, deixe quem quer trabalhar que saíam, só seguir protocolo que foi estabelecido.

  11. Louco.. louco.. mucho louco..
    Acho que ele esta preocupado com a arrecadacao do municipio..

    • Vc quer ficar em casa, que fique.. No mínimo, já tem seu salário garantido no final do mês . Eu quero trabalhar. Não quero passar fome

  12. Até que enfim o senhor prefeito resolveu trabalhar e parar de jogar a culpa do comércio fechado ao MP. O MP não tem o poder de fechar ou abrir nada, ele faz o pedido ao juiz, que pode acatar ou não, e caso o pedido seja acatado, cabe ao poder executivo municipal entrar com um recurso, para derrubar a liminar.
    Já estava ridícula as desculpas do prefeito.

  13. So uma palavra: Irresponsável!

  14. Fica claro o aumento da pandemia em nosso país. Prefeito acertou nas primeiras ações contra a covid, entretanto erra ao reabrir um comércio que de certa forma já estava funcionando a meia porta e com delivery. Aglomeração de pessoas em todos os centros comerciais da cidade, em algumas semana, infelizmente, teremos piora nos nosso números 🙁

  15. É a atitude que toda população trabalhadora de Volta Redonda almeja.

  16. Não entendo o prefake. Ele tá achando mesmo que a população vai ter a consciencia de não se aglomerar? Pra vcs verem como funciona política umbiguista, no três poços/parque vitória, o que mais tem é gente embolada e sem mascara nas calçadas. Cara, tu não mora na Suécia, onde o povo teve consciência suficiente pra não precisar de lockdown, mas no Brasil país de gente egoísta e individualista. Recalam o ano inteiro que não tem dinheiro, fica devendo Deus e o mundo e com o nome sujo, aí chega a epidemia, tudo fecha, e quando resolvem abrir, cismam de sair “pra dar uma olhadinha”. Realmente, o povo tem o governo que merece.

  17. Esse prefeito está completamente tonto com a pandemia que se alastra em Volta Redonda de maneira assustadora. Teima, insistentemente, em manter o comércio aberto por um único motivo, que é o de agradar aos comerciantes, financiadores em potencial da sua campanha à reeleição.

Untitled Document