sábado, 4 de dezembro de 2021 - 02:25 h

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Prefeitura de Barra do Piraí reduz para 21 dias o intervalo entre doses da Pfizer

Prefeitura de Barra do Piraí reduz para 21 dias o intervalo entre doses da Pfizer

Matéria publicada em 20 de outubro de 2021, 16:35 horas

 


Foto: Divulgação secretaria de saúde Barra do Piraí.

Barra do Piraí- Após se reunir na manhã de terça-feira, 19, com o secretário de Saúde, Wagner Teixeira, o prefeito de Barra do Piraí, Mario Esteves, decidiu reduzir o intervalo entre as doses da Pfizer para 21 dias. A medida já vale a partir desta quarta-feira, dia 20, e será dividida nos postos de bairros, bem como no central, o Albert Sabin, no bairro Santana.

De acordo com a secretaria de saúde, Antes da decisão, o imunizante estava sendo administrado com uma “janela” de três meses. Para a Astrazeneca, a redução caiu para oito semanas.

O secretário de saúde Wagner Teixeira ressalta, que a medida visa atingir um número maior de imunizados em um tempo mais reduzido, visto que, segundo ele, há garantias da vinda de novos lotes da vacina.

“O intervalo de 21 dias é indicado pela bula do imunizante. Mas no Brasil, a espera de até três meses também foi recomendada pelo Ministério da Saúde. E estávamos seguindo, principalmente porque a Pfizer não é fabricada aqui, e a demora no envio das doses era maior. Com a garantia de novos lotes, vamos diminuir o tempo entre a primeira e segunda doses”, frisa o chefe da pasta.

Alguns Bairros, como Areal e Parque Santana, já testaram, na manhã e tarde desta terça, quando vacinaram a população adulta, que já havia tomado a primeira dose até 28 de setembro. Para a Astrazeneca, conforme Wagner Teixeira disse, as aplicações foram feitas para quem tomou a primeira dose até 24 de agosto. Ele informa que, além do Albert Sabin, o Caminhão da Saúde também vai reforçar e ampliar a estratégia, na quinta e sexta, 21 e 22, das 9 às 13 horas.

De acordo com a prefeitura, até agora, em Barra do Piraí, cerca de 34 mil pessoas já foram imunizadas com as duas doses ou dose única. Para Mario Esteves, com essa medida, será possível ampliar, em muito, os imunizados no município.

“Precisamos avançar na aplicação da segunda dose, para garantir, sobretudo, a imunização da população. As vacinas estão chegando, e a população precisa fazer a parte dela, indo tomar a segunda dose e a de reforço – dada aos profissionais de saúde e aos idosos acima dos 60 anos. Agora, com a diminuição de três meses para 21 dias, vamos chegar a um percentual mais confortável, mesmos sabendo que a pandemia ainda não acabou e que precisamos de medidas de restrição e uso de máscaras”, aponta Mario Esteves.

A secretaria de saúde esclarece que para as pessoas que já pode tomar a segunda dose, a partir desta quarta, 20, o Posto de Saúde Albert Sabin, no bairro Santana, vai aplicar em quem tomou a Pfizer até 28 de setembro. Seguindo o cronograma, na quinta, 21, e na sexta, 22, o mesmo esquema vacinal será feito naquela unidade de saúde, com vacinados em até 29 e 30 de setembro, respectivamente. Para vacinar, basta levar o Cartão SUS e documento de identificação.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document