quinta-feira, 2 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Prefeitura de Barra Mansa orienta sobre como descartar máscaras de proteção facial

Prefeitura de Barra Mansa orienta sobre como descartar máscaras de proteção facial

Matéria publicada em 4 de junho de 2020, 15:03 horas

 


Barra Mansa – A Secretaria de Meio Ambiente de Barra Mansa está orientando a população sobre como descartar de maneira correta as máscaras de proteção facial como uma das medidas de combater a pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O uso de máscaras se tornou obrigatório no município e tem finalidade de evitar a propagação da doença, que se prolifera através da tosse ou espirro das pessoas contaminadas pelo vírus.

O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Vinícius Azevedo, analisou o cenário do município, que possui 184.412 habitantes, segundo o IBGE.

– A Secretaria não consegue mensurar o quantitativo de máscaras utilizadas pelas pessoas diariamente, em função daqueles que fazem uso da máscara de tecido ou da máscara N95, que protege contra aerossóis. Também é preciso considerar que as máscaras cirúrgicas devem ser substituídas a cada duas horas de uso. O fato é que se a máscara for dispensada de forma inadequada pode acabar comprometendo a vida de trabalhadores da coleta de lixo e da CoopCat (Cooperativa de Catadores de Barra Mansa), já que de acordo com especialistas um nível significativo do novo coronavírus pode ser detectado na camada exterior da máscara cirúrgica até sete dias depois do contato, indicando que a Covid-19 é extremamente estável neste tipo de superfície. O fato de a máscara reter umidade pode prolongar a sobrevivência do vírus, daí a importância dos cuidados na hora de jogá-la no lixo – destacou.

Descarte

Para descartar a máscara cirúrgica corretamente é necessária a utilização de duas sacolinhas plásticas, uma dentro da outra. Ao retirar a máscara do rosto, a pessoa deve segurar apenas o elástico e lavar as mãos antes e depois do procedimento. Depois será necessário amarrar bem e jogar no lixo, que não deve conter nenhum tipo de material reciclável.

Já as máscaras de tecido devem ser lavadas sempre após a utilização com água e sabão. Depois de seca, é preciso passar o ferro quente sobre ela. Para descartar este tipo de máscara com segurança, o morador precisa seguir os mesmos procedimentos recomendados com a máscara cirúrgica.

Doações

A prefeitura de Barra Mansa recebeu 200 máscaras protetores, do estilo face shields, produzidas e doadas pela MAN Latin América – Volkswagen Caminhões e Ônibus. O município já recebeu 50 unidades, que foram distribuídas para equipes da Secretaria de Saúde.

Outras 1.350 máscaras de tecidos, produzidas pelas artesãs do município que atuam em diversas ações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, foram doadas na manhã desta quinta-feira para a Assistência Social e Direitos Humanos.

Estudos apontam que vírus da Covid-19 pode sobreviver por até sete dias nas máscaras cirúrgicas
(Foto: Paulo Dimas)

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Povo não sabe nem usar corretamente. Nem lavar. Quanto mais descartar kkk
    Já vi várias jogadas na rua. Um perigo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document