terça-feira, 22 de junho de 2021 - 11:03 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Prefeitura de VR pode ampliar ainda mais sua parceria com a FOA

Prefeitura de VR pode ampliar ainda mais sua parceria com a FOA

Matéria publicada em 13 de maio de 2021, 13:51 horas

 


Uni√£o estender√° atendimento na rede p√ļblica e projeto ter√° in√≠cio no Hospital do Retiro

Há conversas para que essa parceria seja ampliada para além da contratação de médicos РFoto: Divulgação PMVR.

Volta Redonda- Depois que o prefeito Ant√īnio Francisco Neto anunciou uma parceria com a Funda√ß√£o Oswaldo Aranha (FOA), com o objetivo de ampliar o atendimento m√©dico no munic√≠pio, uma equipe do Hospital Municipal Munir Rafful (HMMR), tem visitado outras unidades para conhecer experi√™ncias de gest√£o em parcerias p√ļblico-privadas implementadas no setor da Sa√ļde.

A uni√£o firmada entre a prefeitura e a FOA contempla os atendimentos no anexo do HMMR para pacientes internados com Covid-19. No entanto, h√° conversas para que essa parceria seja ampliada.

Tamb√©m nesta semana, o presidente da FOA, Eduardo Prado, e a diretora do Hospital do Retiro, M√°rcia Cury, se reuniram para alinhar os detalhes da parceria. O projeto faz parte da reestrutura√ß√£o que o governo municipal tem feito na Sa√ļde de Volta Redonda.

No in√≠cio do ano, o Hospital do Retiro apresentava condi√ß√Ķes inadequadas para atendimento √† popula√ß√£o, como a falta de m√©dicos, enfermeiros, fisioterapeutas, farmac√™uticos, t√©cnicos de enfermagem e profissionais de apoio – todos fundamentais para o funcionamento de um hospital.

‚ÄúForam constatados leitos de CTI, Enfermarias e Laborat√≥rios de An√°lises Cl√≠nicas desativados. Raio-X sem condi√ß√Ķes de funcionamento, Pronto-Socorro e Sala Vermelha (destinada a pacientes graves) sem condi√ß√Ķes para atendimento. Somado a isso, falta de equipamentos essenciais como ventiladores mec√Ęnicos, monitores card√≠acos com oximetria, medicamentos e insumos farmac√™uticos‚ÄĚ, citou a diretora do HMMR, M√°rcia Cury.

Ainda de acordo com ela, quando assumiu a dire√ß√£o da unidade, o hospital n√£o tinha condi√ß√Ķes de atender as necessidades de pacientes Covid-19 que precisassem usar o oxig√™nio.

‚ÄúEncontramos uma Usina de Oxig√™nio que n√£o seria capaz de atender as necessidades da popula√ß√£o. Foram adquiridos equipamentos, como ventiladores mec√Ęnicos, cat√©ter nasal de alto fluxo, flux√īmetros (necess√°rios para se usar o oxig√™nio nos leitos), monitores card√≠acos com oximetria, aparelhos para medir gases sangu√≠neos (gasometria), glicemia capilar, medicamentos e insumos farmac√™uticos em regime de urg√™ncia e equipamentos de prote√ß√£o individual (EPI)‚ÄĚ, afirmou M√°rcia.

Enfrentamento da pandemia

Em mar√ßo, com o aumento no n√ļmero de casos de infec√ß√£o por Covid-19 com indica√ß√£o de interna√ß√£o, pela primeira vez o Hospital Regional n√£o teve leitos suficientes. Diante desta situa√ß√£o, a dire√ß√£o do Hospital do Retiro se ajustou para n√£o deixar os pacientes sem assist√™ncia.

‚ÄúForam destinados 46 leitos de Enfermaria, quatro leitos de UI – destinados a estabiliza√ß√£o de pacientes com complica√ß√Ķes na Enfermaria – e 10 leitos de UTI para atendimento a pacientes graves, v√≠timas da Covid, sem prejudicar a assist√™ncia a pacientes n√£o acometidos pelo coronav√≠rus. Para assist√™ncia aos pacientes infectados pela Covid, internados na Enfermaria e UI, foram contratados exclusivamente dois m√©dicos em regime de plant√£o de 24h‚ÄĚ, destacou a diretora da unidade de sa√ļde.

De janeiro a abril, o Hospital do Retiro atendeu 17.517 pacientes, com 1018 interna√ß√Ķes. Al√©m da pandemia, o governo municipal e dire√ß√£o do HMMR enfrentaram a desmotiva√ß√£o de profissionais; muito por causa dos atrasos salariais.

‚ÄúO sal√°rio dos m√©dicos foi ajustado acima da m√©dia do que √© praticado na regi√£o e o pagamento feito at√© o √ļltimo dia √ļtil do m√™s, sem atrasos. Foram contratados m√©dicos plantonistas para o Pronto-Socorro, Sala Vermelha e UTI, juntamente com enfermeiros, fisioterapeutas, t√©cnicos de enfermagem e profissionais de apoio‚ÄĚ, disse.

‚ÄúHoje temos um hospital muito diferente do que encontramos, ainda com d√©ficit de m√©dicos, por√©m muito menor. Est√° em fase de aquisi√ß√£o, aparelhos como tom√≥grafo e o Laborat√≥rio de An√°lise Cl√≠nicas est√° sendo expandido, com aquisi√ß√£o de equipamentos para os setores de bioqu√≠mica, microbiologia e coagula√ß√£o‚ÄĚ, finalizou M√°rcia Cury.


Comente com Facebook
(O Di√°rio do Vale n√£o se responsabiliza pelos coment√°rios postados via Facebook)
Untitled Document