sábado, 26 de setembro de 2020 - 21:39 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Prefeitura e entidades empresariais vão montar estratégia de recuperação econômica pós-pandemia

Prefeitura e entidades empresariais vão montar estratégia de recuperação econômica pós-pandemia

Matéria publicada em 6 de agosto de 2020, 18:14 horas

 


Grupo de trabalho vai definir medidas para acelerar recuperação da economia
(Foto: Gabriel Borges-Secom PMVR)


Volta Redonda –
A prefeitura de Volta Redonda promoveu mais uma reunião com empresários da cidade para discutir a retomada econômica no município. O encontro aconteceu nesta quinta-feira, dia 6, no teatro da Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda) e foi a segunda reunião entre a equipe econômica da prefeitura municipal e os empresários.

Durante o encontro foi montado um grupo de trabalho para a criação de um plano de ação para a retomada econômica durante e após a pandemia de Covid-19. O grupo será formado por representantes da Aciap (Associação Comercial Industrial e Agropastoril), CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Sicomércio (Sindicato do Comércio Varejista), Firjan, Metalsul (Sindicato das Indústrias Metalmecânicas do Sul Fluminense), Sinduscon (Sindicato Indústrias Construção Mobiliário do Sul Fluminense) e Sebrae, além de representantes dos setores gastronômico e da educação privada.

“A intenção é que esse grupo faça três reuniões para que possamos apresentar um plano de ação para o prefeito em setembro”, explicou secretário de Projetos Especiais e Captação de Recursos, Joselito Magalhães. Os empresários também aproveitaram o espaço para apresentarem as demandas individuais de seus setores.

Uma ação importante apresentada foi a Casa do Empreendedor, projeto que visa abrigar todos os serviços voltados para os empreendedores da cidade, como forma de facilitar e otimizar o atendimento. O espaço será montado na Rodoviária Municipal e tem previsão para ser inaugurado ainda em setembro.

O ‘Compras VR’ também foi reforçado como uma importante ferramenta disponibilizada pela prefeitura para auxiliar a economia e fomentar o comércio online.

O prefeito Samuca Silva comentou que a cidade está no caminho certo. “Nós agimos de acordo com as prioridades criadas pela pandemia. Primeiro tivemos que tomar medidas para salvar vidas e, agora, estamos buscando meios para ajudar a economia da cidade”, falou o prefeito, frisando que todo o processo está sendo feito através do diálogo.

Todas as medidas de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus foram seguidas durante o encontro para garantir a segurança dos participantes.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Sem ajuda do governo federal essas ações só servem para salvar parcialmente.
    O dinheiro não vai circular plenamente se não houver empréstimos a juros baixos para micro, pequenos e médios empresários, mas o sr. Paulo Guedes está no governo só para ajudar os grandes empresários e os banqueiros.
    A reforma tributária até poderia ajudar à toda classe empresarial, mas que, com essa crise, chegará tarde para muitos. No mais, depois da reforma da previdência, que se fizer efeito será só de 2030 para frente, o ministro da economia só pensa em nova CPMF e na capitalização da previdência, aquela que é motivo de suicídios de aposentados no Chile.

Untitled Document