Presidente da Unimed Volta Redonda é homenageado pela Alerj

Cooperativa é responsável por gerar mais de 2 mil empregos diretos

by Vivian Costa e Silva

Volta Redonda – O presidente da Unimed Volta Redonda, Vitório Moscon Puntel, foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Rio na manhã desta quarta-feira (3), com a Medalha Tiradentes, a mais alta condecoração do Estado do Rio. A medalha é destinada às pessoas que prestaram relevantes serviços à cidade e ao estado. A sessão solene foi presidida pelo deputado Jari Oliveira, que destacou que a medalha é o reconhecimento por todo o trabalho e dedicação de Vitório em prol da saúde de Volta Redonda.

“São mais de três décadas de uma história brilhante na medicina. Ele atuou em quase todos os hospitais da cidade e liderou, em 2010, a construção do Hospital da Unimed, que se tornou referência no Sul Fluminense”, disse o deputado ao elencar alguns dos feitos do homenageado. A cooperativa, hoje, reúne mais de 450 médicos cooperados e gera mais de 2 mil empregos diretos na região.

Vitório agradeceu ao deputado Jari, familiares e, especialmente, aos cooperados e funcionários da Unimed Volta Redonda. “Compartilho com todos vocês essa homenagem, pois essa medalha é fruto do trabalho diário que é feito na Unimed, para levar saúde de excelência à população”, afirmou o presidente da cooperativa, que é cirurgião torácico, com 38 anos de atuação. Ele possui mestrado e doutorado em Medicina na área de Cirurgia de Tórax, pela UFRJ. Graduado pela Escola de Ciências Médicas do Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA).

Trajetória

Em 1996, Vitório iniciou o primeiro serviço de cirurgia torácica público no Sul Fluminense no Hospital São João Batista, onde atuou na especialidade por 26 anos. Em Volta Redonda, trabalhou nos hospitais Santa Margarida, São José, Hospital CSN – atual Santa Cecília, Hospital São João Batista e Hospital Unimed Volta Redonda. Em 2015, recebeu o título de cidadão voltaredondense. Foi professor no curso de Medicina e de Enfermagem do UniFOA durante 15 anos, na disciplina de Anatomia Humana.

Ele está há dois anos à frente da cooperativa, mas sua história com a Unimed Volta Redonda é muito mais antiga. Vitório fez parte do grupo de 20 médicos que fundou a cooperativa em 28 de setembro de 1989. Como diretor responsável pelo Instituto Lóbus, unidade de Ensino, Treinamento e Pesquisa do Hospital Unimed Volta Redonda, incentivou a criação do Centro de Pesquisa Clínica. Com a crescente demanda por estudos clínicos gerada pela pandemia, ele viu oportunidade de incentivar a pesquisa clínica no Instituto Lóbus, para impulsionar a pesquisa e inovação no campo da saúde; contribuindo para o desenvolvimento de novos tratamentos e terapias, beneficiando tanto a comunidade local quanto a sociedade em geral. Para o presidente da Unimed VR, investir em pesquisa clínica colabora diretamente para melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Promoveu, no Centro Oncológico do Hospital Unimed, o conceito de Câncer Center, completando o ciclo de terapia oncológica do paciente, com assistência desde o diagnóstico ao tratamento em um só lugar, sem a necessidade de se deslocar para grandes centros. Vitório ainda participou de todo o processo que transformou o que inicialmente era apenas uma cooperativa de trabalho médico em um complexo de saúde, que engloba operação de plano de saúde em Volta Redonda, Angra e Paraty, dois hospitais, um pronto atendimento, quatro ambulatórios, o Instituto Lóbus (Instituto de ensino e pesquisa), além de outros serviços.

“Sempre buscamos trazer o que há de melhor na medicina para a cidade. A estrutura que temos hoje em nosso hospital é um exemplo disso. Antes o volta-redondense precisava, na maioria das vezes, ir para a capital em busca de atendimento de alta complexidade. Isso mudou”, observou.

Referência

O hospital é referência em procedimentos de alta complexidade, sendo, por exemplo, o único na Região Sul Fluminense que realiza transplante de medula, rim e fígado. Puntel ressalta que sempre acreditou na força do cooperativismo em poder gerar melhores condições de trabalho e renda, mas também em oferecer uma experiência única de cuidado. “Aqui, na Unimed Volta Redonda, sempre acreditamos profundamente que é preciso transformar o sistema de saúde em um ambiente mais centrado no paciente, no qual a qualidade e os resultados dos cuidados sejam priorizados. E fico muito feliz por ter contribuído para a trajetória de sucesso da nossa cooperativa”, celebrou.

 

You may also like

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996