Presos suspeitos de sequestrarem mulher de PM em Resende - Diário do Vale
segunda-feira, 27 de setembro de 2021 - 16:44 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Presos suspeitos de sequestrarem mulher de PM em Resende

Presos suspeitos de sequestrarem mulher de PM em Resende

Matéria publicada em 3 de agosto de 2021, 18:01 horas

 


Resende – Uma mulher, que não teve a identidade divulgada, foi sequestrada na noite de segunda-feira, dia 2, em Resende. Os suspeitos do crime, de 27 e 22 anos, foram presos na madrugada desta terça-feira, dia 3, pelo marido da vítima, que é policial militar. A vítima chegou a ser levada no próprio carro, para uma área de mata às margens da estrada de Bulhões. No local, ela foi amarrada com fita adesiva.

O delegado titular da 89ª DP (Resende), Michel Floroschk, disse que os suspeitos pretendiam matar a mulher, porque cobriram o rosto dela e também colocaram fitas adesivas no nariz e na sua boca, para tampar sua respiração. O delegado explicou que o fato apenas não se concretizou, porque a mulher conseguiu se soltar, aproveitando que a dupla tinha ido com o carro dela, tentar sacar dinheiro com o seu cartão numa agência bancaria, próximo a Rodoviária de Resende.

– O marido (PM) que já estava procurando para mulher, avistou os dois suspeitos fazendo seque em um caixa eletrônico, e reconheceu o carro da esposa. O policial pediu apoio a uma equipe de PMs, que prenderam os suspeitos – disse Floroschk.

A vítima após conseguir fugir, pediu ajuda a uma viatura da PM. O delegado explicou que, os criminosos antes de tentarem sacar o dinheiro da mulher, no Centro da cidade, perguntaram se ela tinha Pix para fazer compras.

– A mulher respondeu que não, por isso, foram tentar sacar o dinheiro dela num caixa eletrônico. Foi um assalto. A vítima estava dirigindo e eles pularam na frente do carro e a colocaram no banco de trás, e a levaram para mata onde tentaram mata-la. O crime nada teve haver com a função do marido da vítima, que é PM – explicou o delegado.

Floroschk indiciou os suspeitos por tentativa de latrocínio. O homem, de 27 anos, tem passagens por “diversos crimes” e tinha saído há um mês da cadeia, de acordo com os policiais.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document