domingo, 8 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Previsão de chuvas faz Defesa Civil monitorar áreas de risco em Volta Redonda

Previsão de chuvas faz Defesa Civil monitorar áreas de risco em Volta Redonda

Matéria publicada em 11 de novembro de 2019, 18:23 horas

 


Em caso de alerta de chuva forte, famílias que moram em áreas de risco deverão se deslocar para esses locais

Volta Redonda – A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Volta Redonda (COMPDEC) está realizando visitas pelos bairros do município para definir pontos de apoio – locais seguros para onde as famílias que estão em áreas de risco se desloquem quando houver alerta de nível alto ou muito alto para a proximidade chuva forte. A ação faz parte da ‘Operação Guarda-Chuva’ que integra a preparação do sistema de Defesa Civil e da população para o enfrentamento aos eventos que podem acontecer no período de alerta, que começou no último dia 1º de novembro e vai até 31 de março.

– É importante que as pessoas participem e priorizem a segurança. Estamos envolvendo toda a estrutura da prefeitura para prevenir os transtornos que podem ocorrer com a temporada de chuva forte que costuma vir no primeiro semestre do ano – afirmou o prefeito Samuca Silva.

As equipes da Defesa Civil já visitaram oito bairros onde foram definidos os pontos de apoio. De acordo com o coordenador de Proteção e Defesa Civil, Leandro Rezende, assim que receberem o alerta, as famílias devem pegar o kit de emergência – que está sendo informado aos moradores durante as visitas – e seguir para o ponto de apoio, onde deverão permanecer até que a chuva pare, a Defesa Civil vistorie e libere o imóvel.

– Já definimos também onde iremos fazer abrigos, se houver necessidade. Os abrigos serão os ginásios poliesportivos dos bairros 249, Retiro, Três Poços e Santa Cruz, que atenderão quatro regiões diferentes onde tem incidência de desastres – acrescentou Leandro, citando que a equipe está preparando ainda um material informativo para instruir a população sobre como agir antes, durante e depois de uma situação de risco.

A Defesa Civil é responsável pelo monitoramento e acompanhamento das previsões meteorológicas. Na iminência de um evento adverso, comunica ao Grupo de Ações Coordenadas (Grac) e a população através do sistema de SMS. Esse alerta ajuda a população a agir preventivamente, se abrigando em locais seguros, como casas de parentes, ginásios, igrejas, até voltar a normalidade e poderem retornar a suas residências. O Grupo de Ações Coordenadas conta com toda estrutura municipal e estadual, dentro de suas atribuições, que atuam na cidade.

Alerta por SMS

Os moradores de Volta Redonda podem receber alertas da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, pelo celular, sobre riscos de desastres naturais. As mensagens são enviadas via SMS e ajudam a Defesa Civil no trabalho de prevenção e nas ações antes, durante e depois dos desastres. Para se cadastrar, o morador deve enviar um SMS para o número 40199, apenas com o número do CEP de onde mora, podendo digitar com ou sem hífen, com ou sem ponto.

 

Operação Guarda-Chuva contempla ações de outras secretarias

Além das ações da COMPDEC, a ‘Operação Guarda-Chuva’ envolve outras áreas da administração municipal. A Secretaria Municipal de Infraestrutura (SMI) tem realizado limpeza e manutenção do sistema pluvial e de córregos com regularidade. Através de parceria com a Secretaria de Meio Ambiente (SMMA), tem ampliado o trabalho de poda de árvores, além da limpeza de bueiros por toda a cidade.

O Fundo Comunitário de Volta Redonda (Furban) está realizando várias obras de contenção de encostas nas áreas de posse da cidade, reduzindo consideravelmente os riscos às famílias que residem no local.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document