;
sexta-feira, 4 de dezembro de 2020 - 23:25 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / PRF apreende cargas com irregularidades fiscais na Dutra

PRF apreende cargas com irregularidades fiscais na Dutra

Matéria publicada em 21 de outubro de 2020, 11:14 horas

 


Flagrante aconteceu em três ações distintas, na Região; entre as apreensões, há carga de cerveja e cigarro

Sul Fluminense – Agentes da Polícia Rodoviária Federal apreenderam, em três ações distintas, diferentes cargas com indícios de irregularidades fiscais, nesta terça-feira (21), na região. De acordo com os agentes, o primeiro foi flagrado por volta das 4h30 pela equipe da 7ª DEL PRF, durante fiscalização de combate ao crime no km 227 da Dutra, no Posto PRF de Caiçara, em Piraí, quando um caminhão VW/24.280, com placas de Piraquara, transportando cerveja, foi abordado.

Ao todo, 21.000 garrafas de 300 ml e 36.000 latas de 473 ml, totalizando 23.508 litros da bebida, foram encontradas. Os agentes afirmam que ao solicitarem a nota fiscal ao motorista do veículo, o condutor informou que não tinha. Desta forma, segundo os agentes, ficou caracterizado transporte de mercadorias sem nota fiscal. O condutor foi detido e a mercadoria apreendida. A ocorrência foi entregue à um Auditor Fiscal da Receita Estadual de Nhangapi para que fossem tomadas as medidas cabíveis de ordem tributária.

Já às 04h50, em outro ponto da rodovia, no km 287 da Dutra, no Posto PRF de Floriano, outra equipe da 7ª DEL PRF abordou uma carreta Volvo/FH 440, com placa de Serra (ES), também durante fiscalização de combate ao crime, e ao verificar a carga transportada, foi constatado que 125.280 latas de 290 ml de cerveja, com 33.700,32 litros, eram transportadas sem a devida documentação fiscal. A PRF afirma que o condutor, de 42 anos, foi detido. Já a mercadoria, foi apreendida e a ocorrência apresentada ao Auditor Fiscal da Receita Estadual de Nhangapi para os procedimentos cabíveis.

Por fim, ainda no Posto PRF de Floriano, também no km 287 da Dutra, em Barra Mansa, um caminhão baú, VW/8.120 Euro, com placas do Rio de Janeiro, foi abordado às 07h40. O veículo era conduzido por um homem, de 40 anos, que transportava 300 caixas de papelão contendo 50 pacotes com 10 maços de cigarro cada, num total de 150.000 maços de cigarro. De acordo com a PRF, foram verificados alguns indícios de irregularidade na nota fiscal apresentada pelo caminhoneiro. O documento foi apresentado ao Auditor Fiscal da Receita Estadual de Nhangapi, que confirmou a fraude. O condutor do caminhão foi detido e a carga apreendida. A ocorrência  também  foi entregue para o Auditor Fiscal da Receita Estadual para procedimentos de ordem tributária necessários.

 

 

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar
    Asclepíades Monsores

    Pobres caminhoneiros!!!

Untitled Document