domingo, 17 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / PRF e NovaDutra apontam liberação total das estradas no Sul Fluminense

PRF e NovaDutra apontam liberação total das estradas no Sul Fluminense

Matéria publicada em 30 de maio de 2018, 13:48 horas

 


Caminhoneiros já estão circulando sem problemas nas estradas federais da região


Sul Fluminense –
Agentes da Polícia Rodoviária Federal confirmaram que a greve dos caminhoneiros praticamente chegou ao fim nos trechos das estradas federais que cortam o Sul Fluminense. Mesmo assim, a situação ainda é monitorada pelas autoridades e concessionárias que administram as rodovias.

Na BR-393, a PRF confirmou que as aglomerações que ficavam nos  Km 182, 247, 255 e 281 foram totalmente liberados. Houve uma assembleia entre os motoristas que estavam nestes locais e ficou decidido o fim da paralisação.

Da mesma maneira, a NovaDutra, que administra a Rodovia Presidente Dutra, emitiu nota confirmando a volta do tráfego de caminhões na estrada.

“A CCR NovaDutra informa que não existem mais pontos relevantes de manifestação de caminhoneiros na rodovia Presidente Dutra, após a ação das tropas do Exército Brasileiro, da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal na manhã desta quarta-feira (30) onde deram apoio aos caminhoneiros que desejavam deixar os locais e seguir viagem. Os pontos foram desmobilizados sem registro de resistência dos grupos. Neste momento alguns caminhões permanecem parados nos antigos pontos de manifestação em função de pane mecânica ou aguardando mais tempo para seguir viagem”, diz a nota.

Em Barra Mansa, no posto Flumidiesel, houve novo princípio de tumulto no momento da desmobilização, mas nada de mais grave foi registrado. Muitos motoristas deixaram o local escoltados sem maiores problemas

De acordo com balanço da PRF, somente pela manhã 97 caminhões seguiram sentido São Paulo sob escolta também do Exército. Contagem feita até o fim da manhã apontou que 300 caminhões passaram sentido Rio de Janeiro.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Esse jornalismo brasileiro é brincadeira, vamos falar a verdade gente. Não tem nada fechado não, para de fazer coisa errada. Vamos falar a verdade, Deus não gosta de mentira não, e abomina o mentiroso. Tem nojo. Não tem ninguém fechando estrada não… Boa noite a todos…. O que vcs vão falar pra famílias de vcs jornalistas… Vamos, para e olhem o que vcs estão fazendo… Dinheiro não é tudo não Ok.

  2. Avatar

    A chapa PT/PMDB venceu em 2010 e 2014, nessa última eleição com 54,5 milhões de votos. Foram os eleitores do PT que ajudaram a eleger o vice Temer ou foram os currais eleitorais do PMDB que socorreram a Dilma 2 vezes? Redutos de Sarney, Jucá, Geddel, Henrique Alves, Eliseu Padilha, Moreira Franco, do próprio Temer do Porto de Santos (SP) e muitos outros pelo Brasil. Turma que está no poder ou aliado a quem está lá, FHC inclusive, desde 1985. Outra questão: e aqueles que só votaram na Dilma (e no PMDB por tabela) no 2°. turno porque acham que o Aécio, seu PSDB e aliados nunca tiveram o povo como prioridade? E os que não votaram na dupla Dilma/Temer gritaram contra a titular e silenciaram diante do substituto e seu partido igual ou pior, pois foi sempre denunciado nesses últimos 35 anos e continua lá.

  3. Avatar

    O que sabemos é que não vai voltar ao normal é o governo, até porque o atual nunca foi. É o desgoverno do MDB e sua “Rainha da Inglaterra” Michel Temer, o agora mais do que confirmado “primeiro ministro” Eliseu Padilha e a outra eminência parda Moreira Franco, que se escondeu nessa crise do transporte de cargas, mesmo sendo o chefe, como ministro de minas e energia, do Pedro Parente. Fora o Sarney, Jucá e Eduardo Cunha que também manda até dentro da cadeia. Já a tal de ABIN pode fechar até o próximo governo, pois descobrimos que o chefe linha dura, gal. Etchegoyen, e seus comandados, para nada serviram na greve dos caminhoneiros. Essa turma que foi colocada em 2016 no Palácio do Planalto, só para obedecer à classe empresarial, que comanda também “os camisas de CBF”, os “batedores de panelas” e distribui patinhos de plástico amarelo por aí, é ruim demais. Esse pessoal manipulador, junto com os manipulados, prometeram que tudo se resolveria logo após o impeachment de 2016.

    • Avatar

      Sr Paulão . . o governo que está é o mesmo que foi eleito em 2014 . . esqueceu de quem ele era vice ? tem memoria curta né brasileiro . . .

Untitled Document