terça-feira, 22 de setembro de 2020 - 04:46 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Processo do plano de saúde da CSN é encaminhado para o Tribunal Regional do Trabalho

Processo do plano de saúde da CSN é encaminhado para o Tribunal Regional do Trabalho

Matéria publicada em 14 de agosto de 2020, 19:41 horas

 


Presidente do Senge diz estar confiança de conseguir manter a cláusula original do acordo coletivo
(Foto: Divulgação)

Volta Redonda – A juíza da 2ª Vara do Trabalho de Volta Redonda, Monique da Silva Caldeira Kozlowski de Paula, encaminhou ao TRT (Tribunal Regional do Trabalho) o processo que discute a alteração do plano de saúde dos funcionários da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), aposentados e dependentes, que são atendidos pelo Bradesco Saúde.

– Entendemos que o ideal seria a discussão em primeira instância, mas estamos muito confiantes de que vamos conseguir manter a cláusula original do acordo coletivo – disse o presidente do Senge (Sindicato dos Engenheiros de Volta Redonda), Fernando Elias Vieira Jogaib.

Segundo o Senge, o acordo celebrado entre a CSN e os trabalhadores manteve inalterada a cláusula referente ao plano de saúde. A ação pretende que a CSN cumpra a proposta feita pelo acordo coletivo, mantendo o atendimento à saúde de seus funcionários com as mesmas características e abrangência previstas nos acordos anteriores.

– São mais de 45 mil vidas envolvidas e isso é uma discussão que envolve toda cidade. Vamos aguardar a distribuição do processo, mas estamos atuando em outras frentes, fazendo ações individuais para funcionários da ativa e aposentados – explicou Jogaib.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

11 comentários

  1. Avatar
    Carlos Metalurgico

    Plano ruim …. sou da capital Cearense e prestem atencao, diversos médicos nao atendem esse plano ( diferente da bradesco ) e se passar mal em outra cidade … ja era, sem cobertura nacional.
    Nao deixem que isso ocorra !

  2. Avatar
    METALURGICO INSATISFEITO

    O SINDICATO DOS METALURGICOS SÓ SE LEVANTA DA CADEIRA PRA PEGAR O DELES NÃO EXISTE MAIS O DIA DA VIÚVA SE QUISER SOBREVIVER VAI TER QUE COMER NA MÃO DO PATRÃO.NEM BOLETIM ELES SOLTAM MAIS.PEDE PRA CAGAR E SAI SEUS PELEGOS.

    • Avatar

      PARABÉNS AO SENGE PELA INICIATIVA E POR TER CORAGEM DE NOS MOSTRAR A VERDADE COISA QUE É RARIDADE HOJE EM DIA.QUE SIRVA DE EXEMPLO AOS DEMAIS SINDICATOS QUE SE RENDEM AOS INTERESSES DE QUEM PAGA MAIS.

  3. Avatar

    Então as mudanças seriam sempre para o bem mas infelizmente se tratando da CSN tudo quanto é tipo de mudança só piora está aí o acordo essa migalha dessa PLR né desse abono tudo quanto é mudança que a CSN fala que vai fazer é só para piorar falo isso experiência própria um plano que ninguém conhece ninguém nunca ouviu falar é complicado

  4. Avatar

    E o sindicato dos metalúrgicos, continua de bico fechado. Precisa se posicionar.

  5. Avatar

    Graças a Deus a Senge se levantou, pois se dependesse do sindicato dos metalúrgicos, haveria uma votação por aclamação, onde a maioria diria não e a proposta aprovada. Acordo Coletivo válido por dois anos, as cláusulas têm que ser respeitadas. OBRIGADO SENGE!

  6. Avatar
    Helder Carvalho Rosas

    Pra mudar tem q ser para melhor, em prol dos colaboradores e seus dependentes, jamais em virtude só da empresa. Se eles estão querendo mudar, com certeza irão prejudicarnos.

    • Avatar
      Antonio carlos da silva

      Quando o sindicato do mertalurgicos vai fazer alguma coisa tem que se movimentar estar muito quieto esperando a csn ferrar os funcionarios e depois falar que nao podia fazer nada

  7. Avatar

    Temos de agradecer ao Itamar Franco entregar o patrimonio daquele tamanho pago com moeda podre. Queria ver se o dono da Vicunha tinha cacife para construir algo assim do zero ? Pegou tudo …

  8. Avatar

    Cadê o hospital da CSN ? Vergonha ! Não a privatização…

Untitled Document