Procon realiza palestras sobre direito do consumidor

Por Diário do Vale
O gerente do órgão, Bruno Maciel, esclarece as dúvidas que são frequentes entre os que procuram o Procon

O gerente do órgão, Bruno Maciel, esclarece as dúvidas que são frequentes entre os que procuram o Procon

Barra Mansa

O Procon de Barra Mansa está realizando uma série palestras ao consumidor. A iniciativa possibilita ampliar as informações acerca dos direitos do cliente e acontece na sala de espera do órgão. Entre as temáticas abordadas está o prazo de cancelamento de compras pela internet, crédito consignado, troca de mercadorias, serviços bancários e telefonia.

O gerente do Procon BM, Bruno Volpe Maciel, explicou que os assuntos são selecionados conforme as demandas de atendimento.

– Escolhemos os temas que os consumidores mais procuram para resolver. Assim, através das palestras e distribuição de informativos, eles entendem quais são seus direitos básicos e de que maneira devem agir, caso se sintam lesados – disse.

A iniciativa, segundo Bruno, surgiu a partir dos atendimentos individuais.

– Como a sede do Procon não tem divisórias, os assuntos tratados acabam chamando a atenção daqueles que aguardam pelo atendimento. Dessa forma, conseguimos detectar que muitas questões são de interesse comum e daí, começamos a realizar as mini palestras – explicou o gerente, completando: – Elas acontecem simultâneas ao atendimento. Não interrompemos as orientações individuais para ministrar as mini palestras. Ao contrário, aproveitamos o fluxo de pessoas no órgão para disseminar as informações.

Quem aprovou o atendimento e a mini palestra do Procon BM foi a auxiliar de farmácia Márcia Aparecida de Paula Medeiros.

– Procurei o órgão para resolver questões referentes ao meu cartão de crédito e estou saindo daqui satisfeita com o serviço. É muito bom – comentou.

O metalúrgico Cleberson José Justo disse que não é a primeira vez que recorre aos serviços do Procon.

– Sempre fui bem atendido e hoje, saio satisfeito por encaminhar uma pendência com a Oi TV, que cobrou o adicional de R$ 200 pela troca do plano de canal de TV fechado, sendo que no contrato esse procedimento seria gratuito – esclareceu o consumidor.

Advertisement

Para dar conta da demanda, o Procon atua ao todo com nove profissionais. Entre as ações realizadas pelo órgão estão: pesquisa de preços, fiscalização externa, audiência, julgamento e cobrança. A previsão do gerente é de que o Procon atenda, este ano, pelo menos oito mil consumidores. De janeiro até a tarde de ontem, foram registrados 1,7 mil atendimentos. Em 2014, esse número foi de 6.028 atendimentos e, em 2013, de 5.077. As principais causas de reclamação dos consumidores estão relacionadas a serviços de telefonia móvel e bancários.

Advertisement

VOCÊ PODE GOSTAR

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996