Projeto ‘Berimbalando’ reúne capoeira e saúde mental

Uma em cada sete crianças e adolescentes sofre com problemas na área

by Agatha Amorim

Evento tem o objetivo de dialogar com os jovens sobre a saúde mental e a prevenção ao suicídio. (Foto: Divulgação)

Volta Redonda – O Grupo Cadência de Bamba, de Volta Redonda, em parceria com o Grupo de Capoeira Arte & Vida, de Barra do Piraí, realizam o evento ‘Berimbalando’, no dia 15 de junho, no Sider Shopping, em Volta Redonda. A expectativas dos organizadores é de que mais de 100 crianças estejam presentes na atividade, que tem o objetivo de dialogar com os jovens sobre a saúde mental e a prevenção ao suicídio. A ação está marcada para às 10h30, no sábado (15),onde o grupo se reunirá na Praça Brasil para uma ‘berimbalada’ em direção ao subsolo do Sider Shopping.

Um dos organizadores do evento é Everson Silva, o Mestre Mineiro, do Grupo Cadência de Bamba e autor do ‘Projeto Venha Ser Bamba’, que traz crianças para a capoeira. De acordo com Silva, a vivência do projeto é fundamental para o desenvolvimento dos jovens, que hoje em dia estão muito focados no ambiente digital.

“A ideia do ‘Berimbalando’ surgiu há dois anos, porque venho observando o número crescente de jovens afetados pela depressão na nossa região. Essa doença atinge cada vez mais os nossos jovens. A capoeira é uma forma de tirá-los um pouco da internet, fazê-los cuidar do corpo e da mente. Infelizmente a sociedade ainda não entende que a depressão é uma doença muito séria”, afirmou, ressaltando que sua preocupação com o bem estar na infância e adolescência vem de observar o alto número de jovens sofrendo com a saúde mental, às vezes tirando, até mesmo, as próprias vidas.

Ainda de acordo com Mestre Mineiro, a capoeira é um instrumento de transformação social, além de ser um patrimônio brasileiro. Ele afirma que pode ver com clareza o desenvolvimento das crianças do projeto em várias áreas da vida. Uma das maiores inspirações para o ‘Berimbalando’ é seu filho de 21 anos, que luta contra a depressão desde os oito.

“A capoeira transforma. Eu tenho crianças no projeto que os pais falam que passou a ajudar em casa, as notas melhoraram, ficaram mais sociáveis. A Capoeira é também a maior divulgadora da língua portuguesa, porque em todo mundo só pode ser ensinada em português, é um patrimônio imaterial do Brasil, forma cidadãos conscientes e atenciosos”, explicou.

 

A saúde mental dos jovens segundo a OMS

Dados recentes da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que uma em cada sete crianças e adolescentes (entre os 10 e os 19 anos), sofre de problemas de saúde mental. O diagnóstico desses transtornos se torna mais complexo devido ao tempo dedicado a internet. Doenças como ansiedade e a depressão podem ser camufladas com o tempo excessivo passado online.

Especialistas no tema afirmam que o tempo incessante gasto em computadores e celulares pode agravar preocupações e atenuar o sofrimento, especialmente de indivíduos com a mente em formação, como é o caso dos jovens. Além disso, o desenvolvimento da capacidade de pensamento e resolução de problemas pode ser inibido pelo excesso de estímulos advindos do mundo virtual. Esse dano nem sempre é refletido diretamente no comportamento ou pode ser identificado de imediato, por isso é importante a atenção redobrada dos pais e responsáveis, especialmente em crianças até 12 anos.

Transtornos de ansiedade são mais comuns entre adolescentes. Segundo estima a OMS, dos jovens entre 10 e 14 anos, 3,6% sofre de ansiedade e 1,1% de depressão. Já adolescentes entre 15 e 19 anos têm taxas ainda mais altas. Estima-se que 4,6 % sofram de ansiedade e 2,8% de depressão.

Em contrapartida, os distúrbios comportamentais como o TDAH (transtorno de déficit de atenção e hiperatividade), são mais comuns entre os adolescentes mais novos. Entre 10 e 14 anos, 3,1% apresenta algum transtorno comportamental. Esse número cai para 2,4% no grupo entre 15 e 19 anos, ainda de acordo com a OMS.

You may also like

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996