>
sexta-feira, 24 de junho de 2022 - 18:55 h

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Projeto Bombeiro Mirim forma 90 novos líderes em Volta Redonda

Projeto Bombeiro Mirim forma 90 novos líderes em Volta Redonda

Matéria publicada em 28 de abril de 2022, 22:01 horas

 


Crianças e adolescentes, entre 7 e 16 anos, são capacitados para o enfrentamento de situações de emergência

Volta Redonda – O quartel do 22º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) de Volta Redonda sediou nesta quinta-feira (28), a formatura de 90 crianças e adolescentes, entre 7 e 16 anos, que fazem parte do Programa Bombeiro Mirim. Os alunos são capacitados para o enfrentamento de situações de emergência. Eles atendidos pelos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) dos bairros Belo Horizonte e Três Poços.

O prefeito Antônio Francisco Neto, que estava presente na cerimônia, agradeceu a parceria entre o 22º GBM e a Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac). Ele destacou que o projeto também visa provocar mudanças comportamentais nos participantes.

– Preciso agradecer muito a todos da corporação por essa parceria de anos e ao governador Claudio Castro, um grande parceiro que está ajudando a reconstruir o nosso município. Fico muito orgulhoso, pois somos a única cidade do estado do Rio de Janeiro que conseguiu manter esse projeto funcionando. Seremos um eterno parceiro dos bombeiros – disse o prefeito.

De acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros, Major Fábio Contreiras, o projeto Bombeiro Mirim é importantíssimo pelo conteúdo profissional e técnico que as crianças recebem, e também pela vivência que adquirem.

– O projeto abre o horizonte profissional dessas crianças. Ele gera uma interação social muito grande das crianças e adolescentes com a sociedade. Acreditamos que eles vão sair daqui melhores, futuros profissionais. Até o final do ano, a expectativa é de chegar até mil crianças formadas. Que esse projeto continue rendendo todos esses frutos para o futuro dessas crianças.

Atividade também visa provocar mudanças comportamentais nos participantes – Foto: Cris Oliveira / PMVR

Patrícia Araújo, 38 anos, moradora do bairro Três Poços, estava com dois filhos se formando pelo projeto: Lucas (11 anos) e Sofia (9 anos).

– Meu objetivo era de ocupar o tempo deles, tirando-os da rua. Além disso, queria que eles conhecessem mais sobre a função de um bombeiro. E eles gostaram muito de participar – disse a mãe.

Ana Lúcia Batista, 53 anos, reside no bairro Belo Horizonte e também estava participando da cerimônia de formatura.

– Estou muito feliz em participar da formatura do meu filho Pedro Gabriel. O Bombeiro Mirim é um incentivo para crianças que não têm muitas oportunidades para adquirir conhecimentos. É um projeto que traz cultura, através das palestras, além de ensinar ações específicas utilizadas pelo Corpo de Bombeiros, que eles podem utilizar no dia a dia e passar para a família. Como, por exemplo, apagar incêndio, massagem cardíaca, entre outros. Através do Bombeiro Mirim, eles passam a ampliar os horizontes, ao invés de se desencaminharem por outras questões ligadas à periferia. Eles passam a ter um alvo e, quem sabe um dia, serem bombeiros – disse.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document