Projeto ‘Coluna Reta’ será apresentado no 4º Congresso Brasileiro de Escoliose

Implantado pela prefeitura de Volta Redonda em 2021, programa promove a prevenção e o tratamento/correção da escoliose idiopática pelo SUS

by bruno reis

Mais de 15 mil estudantes foram avaliados pelo programa – Secom/PMVR

Volta Redonda – O projeto “Coluna Reta”, implantado pela Prefeitura de Volta Redonda em junho de 2021, para prevenir e tratar, corrigir a escoliose idiopática pelo SUS (Sistema Único de Saúde), será destaque no 4º Congresso Brasileiro de Escoliose, promovido pela Sociedade Brasileira de Escoliose nesta semana entre sexta-feira (7), e domingo (9), em São Paulo.

O convite para a participação no congresso foi feito ao ortopedista especialista em coluna e idealizador do “Coluna Reta”, Juliano Coelho, por sua reconhecida trajetória e grande experiência na área da escoliose. O médico será o palestrante nacional do congresso. A iniciativa é inédita no Brasil e busca fornecer informações de qualidade, promovendo a educação e conscientização sobre a escoliose para pacientes, familiares, estudantes e profissionais.

O tema abordado será “Triagem para Escoliose”, com um workshop presencial de 30 minutos e participação na mesa redonda. A participação do ortopedista Juliano Coelho está prevista para ocorrer no próximo domingo (9), às 16h, com uma sessão de perguntas e respostas às 16h30.

Programa pioneiro no Brasil

O Projeto “Coluna Reta”, implantado em Volta Redonda em junho de 2021, promove a prevenção e o tratamento/correção da escoliose idiopática pelo SUS e as cirurgias ocorrem no Hospital São João Batista (HSJB). O programa já realizou 50 procedimentos cirúrgicos – a indicação para a cirurgia é quando a curvatura da coluna do paciente está acima de 45 graus – e 64 crianças e adolescentes foram encaminhados para sessões de fisioterapia.

Juliano Coelho reforçou que o principal objetivo do projeto é promover o diagnóstico precoce e o tratamento sem cirurgia. “Quanto mais cedo se descobre o problema, mais fácil é o tratamento com fisioterapia – também ofertado pelo programa – ou uso de colete”.

Para isso, o projeto iniciou em março de 2023 uma busca ativa por crianças e adolescentes com a deformidade nas escolas da rede municipal. Mais de 15 mil estudantes passaram pela avaliação desde então.

 

You may also like

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996