>
domingo, 7 de agosto de 2022 - 18:44 h

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Projeto do GAPC busca dar visibilidade ao preconceito contra as pessoas com câncer

Projeto do GAPC busca dar visibilidade ao preconceito contra as pessoas com câncer

Matéria publicada em 21 de junho de 2022, 15:29 horas

 


E através da campanha “Agora você vê?”, o GAPC quer reforçar e incentivar as pessoas a olharem além do Câncer – Foto: Divulgação GAPC-VR.

Volta Redonda- Com o objetivo de dar mais visibilidade ao preconceito que as pessoas sofrem ao receberem o diagnóstico, durante o tratamento e com as sequelas do câncer, o Grupo de Apoio a Pessoas Com Câncer(GAPC) está lançando a campanha “Agora você vê?”.

Seja no trabalho, nos meios sociais e até mesmo por parceiros amorosos, o câncer é visto com repulsa. Olhares desconfiados sobre os lenços, o medo da doença ser transmitida, a falta de perspectiva nos resultados do tratamento, a vista de incapacidade e a superproteção exclusiva são alguns dos casos.

Defini-los apenas pela doença, limita a capacidade deles de superação e tira todas as suas características que os fazem únicos.

E através da campanha “Agora você vê?”, o GAPC quer reforçar e incentivar as pessoas a olharem além do Câncer.

De acordo com a entidade, o câncer não é motivo de exclusão! A socialização, o apoio e o incentivo são essenciais na caminhada para o sucesso do tratamento.

Estamos juntos contra o preconceito com o paciente oncológico!

Essa é uma iniciativa do GAPC e outras instituições que se juntaram a essa luta.

O GAPC

O GAPC é uma instituição sem-fins lucrativos que atua a 20 anos no atendimento e no apoio a pacientes oncológicos maiores de 18 anos e tem uma unidade em Volta Redonda – RJ.

Os pacientes cadastrados na instituição contam com os seguintes profissionais:

Assistentes Sociais, psicólogos, Fisioterapeutas, Nutricionistas, Advogados, terapeutas e outros.

São fornecidos fraldas geriátricas, próteses mamárias, suplementos alimentares, perucas, lenços, medicamentos e outros itens de necessidade. Além disso, para garantir a socialização dos pacientes, a unidade conta com diversos grupos de apoio para que eles possam compartilhar experiências.

Como ajudar e fazer parte da campanha:

– Comprando a camiseta da campanha que tem valor revertido para o trabalho da ong

– Visitando as nossas redes sociais e conhecendo mais sobre o projeto

– Doando diretamente para a ONG GAPC:

@gapcgrupodeapoio

FB: facebook com/grupogapc

www.gapc.org.br/agorvoceve


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document