terça-feira, 4 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Projeto piloto implanta o Bilhete Único no condomínio Ingá II, no bairro Santa Cruz

Projeto piloto implanta o Bilhete Único no condomínio Ingá II, no bairro Santa Cruz

Matéria publicada em 21 de junho de 2017, 19:16 horas

 


Distância das linhas regulares de ônibus justifica implantação de linha com ‘micrão’ no conjunto habitacional

Necessidade: Segundo Edson Quinto, moradores do condomínio Ingá II estão sem acesso a ônibus convencionais

Necessidade: Segundo Edson Quinto, moradores do condomínio Ingá II estão sem acesso a ônibus convencionais

Volta Redonda – Os moradores do condomínio Ingá II, do programa Minha Casa, Minha Vida do governo federal, vão ser cadastrados e serão os primeiros em Volta Redonda a usarem efetivamente o Bilhete Único. Eles vão participar de um projeto piloto e, dependendo dos resultados, será estendida a outros locais na cidade. A informação foi dada pelo vereador Edson Quinto (PR), representante da Câmara Municipal no conselho da Suser.

— Os moradores do condomínio Ingá II ficam sem acesso ao transporte coletivo porque nenhuma linha de ônibus passa em frente aos prédios. Para tomarem a condução, eles precisam andar um trecho longo, inclusive atravessando uma rodovia que liga o Estado do Rio ao de Minas Gerais. Além de ser uma questão de dignidade, esse assunto também envolve a segurança dessas pessoas — disse Edson Quinto.

O prefeito Samuca Silva (PV) confirmou as informações dadas pelo vereador:

— Estamos investindo no sistema do Bilhete único entre o Ingá II e Voldac a fim de beneficiar uma população carente de transporte público. Além disso, temos mais pelo menos outros oito trechos em que estamos estudando a implantação do modelo.  Com isso eles terão mais acesso à Mobilidade Urbana — disse Samuca Silva.

O condomínio será servido por um micro-ônibus, que vai levar os moradores até o bairro Voldac, onde eles terão acesso a linhas de ônibus para toda a cidade. Como terão o cartão do bilhete único, eles pagarão apenas uma passagem pelo percurso no micro-ônibus e no coletivo que tomarem depois.

O diretor da Suser, Wellington Nascimento Silva, disse que a decisão de implantar o micro-ônibus e o bilhete único no condomínio já está tomada, mas ainda há muitas etapas a serem cumpridas:

— Ainda é necessário que outros setores, como os responsáveis pelo cadastramento no Bilhete Único, sejam envolvidos no processo. Mas vamos começar por esse condomínio e, caso os resultados sejam positivos, vamos estender para outros bairros, cobrindo toda a cidade — diz Wellington.

De acordo com Quinto, a intenção é que bairros e localidades com baixa demanda de transporte sejam atendidos pelos micro-ônibus, que levarão os passageiros a entroncamentos em que eles tomarão outras linhas.

— Com isso, eles terão transporte com mais frequência, sem acréscimo de gastos, por causa do bilhete único. Por outro lado, as empresas de transporte coletivo não precisarão mais manter ônibus normais em percursos para locais com baixa demanda, o que vai implicar na redução de custos — afirma o vereador.

Projeto anterior

Em 2015, a prefeitura anunciou a implantação do Bilhete Único. Na época, a cidade foi dividida em cinco setores, e os usuários do transporte público poderiam ir do bairro de um setor para um bairro de outro setor – pegando mais de um ônibus, em um intervalo de até 45 minutos – pagando somente uma passagem.

Na época, para ter direito ao Bilhete Único, os usuários deveriam fazer o cadastramento, no posto de atendimento do Sindpass (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Volta Redonda e Barra Mansa).

Os documentos exigidos – em original e cópia – eram: Carteira de Identidade; CPF; Comprovante de Residência ou Comprovante de Moradia Conjunta. O usuário receberia um protocolo e logo após iria receber o cartão eletrônico do Bilhete Único.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

50 comentários

  1. Avatar
    pago muitos impostos

    aproveita ja coloca uma viatura da pm tamben . mais um incentivo pra pobre financeiramente e de espirito e vaganbundos oq tem di sobra nesses condominios . que tirar duvida passa só 24horas la

    • Avatar

      Todo mundo paga imposto, caso não saiba. Se vc compra um quilo de feijão, uma garrafa de cerveja, ou o que for, há imposto embutido.
      E você, com esse portuguesinho de xepa de feira, duvido que sua faixa salarial seja diferente daquelas dos mutuários que conseguiram financiar imóvel lá.
      Pobre preconceituoso é o máximo, viu?

  2. Avatar

    Revoltado vai ficar revoltado com o temer ,e não com pessoas de comunidade que ganharam beneficio ,concentre sua forçá nisso não mude o foco por isso que o Brasil não vai para frente

  3. Avatar

    Outra coisa alguém já viu que familiar de um vereador lotado no gabinete de outro cadê MP para fiscalizar

  4. Avatar

    Já pago apartamentos com impostos mobília 5 mil com impostos mais bolsa família com impostos e agora bilhete único pois de graça e que não vai ser um rodovia kkkkk tá de sacanagem quem mora no Santa Rita no sem terra tb tem que andar chega dessa coisa de fazer graça com dinheiro de imposto dos outros espero q tenha uma linha para o Roma tb pois a polícia vive prendendo gente próximo a essa rodovia perigosíssima que tal mudar o ciep tb pois a saída fica virado para essa perigosíssima rodovia a da 207 tb a 393 me pouco e muita graça com dinheiro do trabalho suado do trabalhador pois oq tem de carro tb lá . Que tal escola saúde salário para os professores saúde para a pmvr nada ou alguém que o bom velhinho vai fazer de graça

    • Avatar

      Concordo plenamente, os esquerdopatas não enxergam que isso é cabresto.
      Daqui a pouco vai surgi um meganha da vida pra falar que “a NASA deveria estudar o pobre de direita”. Na verdade era o pobre de esquerda que teria que ser estudado.

    • Avatar

      “Vai surgi”… Se houvesse Bolsa-Família na sua época, seus pais não precisariam ter tirado da escola precocemente…

    • Avatar

      “Revoltado”, diante de suas evidentes dificuldades cognitivas, vou tentar ajudá-lo. Aprenda a ler a matéria antes de escrever besteiras (ler e interpretar, e não como mero analfabeto funcional):
      Primeiro 😮 Bilhete Único, programa que já existe há anos na capital, não é gratuito: o trabalhador paga por ele. Espero que o programa tenha êxito e seja estendido às demais camadas populares da cidade, inclusive a você.
      Como adendo, relembro que os apartamentos do “Minha Casa Minha Vida”, diferentemente do que você provavelmente ignora, são comprados pelos moradores, não doados. Por isso, exige-se uma renda familiar compatível, para que o mutuário possa honrar as mensalidades. Pesquise essa renda mínima exigida, e vc verá como ela é próxima da sua.

    • Avatar

      Esse “Revoltado” não sabe nem usar pontuação nas besteiras que escreve e quer dar opinião sobre Bilhete Único… a Nasa precisa estudar o pobre de direita…

    • Avatar

      Típico argumento da esquerda, “é um bestializado pois escreveu surgi ao invés de surgir”.
      Trata-se de erro material, falha na autocorrecão do aplicativo de mensagem, não desmerece em ponto algum o conteúdo da mensagem.
      Debata com argumentos sólidos, e não com pedantismo!
      Aliás… acho que a sua falta de capacidade argumentativa vem justamente do uso desmedido do bolsa família, que sempre nivelou a população por baixo.

    • Avatar

      Doeu essa aí, né, seguidor do patinho amarelo? A culpa é do corretor, mas não é sua, que votou no Aécio. Tente se aceitar, filho.

  5. Avatar

    Parabéns aos Nobres Vereadores Dr. Rodrigo Furtado e José Augusto, a comunidade sabe que sem o apoio dos Senhores esse projeto não seria implantado.

  6. Avatar

    Pobre não pode ter uma pequena melhoria de qualidade de vida, que aparecem outros pobres pra espernear contra o projeto… Vai entender…

  7. Avatar

    Ainda aonho em ver em matérias como essa explicações:
    Como isso será operacionalizado?
    Qual o custo desta operação?
    De onded saíra a verba, para implantação?
    Qual a relação custo benefício?

  8. Avatar

    mais um projeto popular para ganhar voto…no final quem paga a conta sao eles mesmo, os mais pobres

    • Avatar

      Negativo, quem paga a conta é a classe média, que trabalha de segunda a segunda para movimentar a economia e proporcionar esse tipo de projeto populista.

    • Avatar

      Pobre não pode ver outro pobre conquistar um benefício (aliás merecido), por menor que seja…

    • Avatar

      “Populismo é todo projeto que não me beneficia”

    • Avatar

      E tudo que não me beneficia é “golpe”… amo os argumentos da esquerda agonizante.

    • Avatar

      A culpa não é sua. Vc é um pobre deslumbrado que votou no Aécio.

    • Avatar

      Saíra de impostos do preço da passagem de quem trabalha e paga arruma e trabalho

    • Avatar

      Concordo com o Gonzaga, quem pagará é classe média. Pobre não paga imposto como a classe média.

    • Avatar

      Outro pobre preconceituoso que não se aceita. Sujeito passa a ter rendimento de 15k e já não se considera pobre. No máximo, é um pobre remediado, que vive mensalmente assombrado pelo cartão da Leader, pelo cheque especial e pela mensalidade do Civic financiado em 596 vezes.

    • Avatar

      Fale por você, não meça ninguém pela sua própria régua.
      Só por que você não conseguiu seu lugar ao sol, não quer dizer que os demais não tenham conseguido.
      Seu comentário é típico de um frustrado.

  9. Avatar

    Parabéns ao vereador vair dure por ter conseguido o microônibus e ao Edson quinto pelo bilhete unico

  10. Avatar

    Parabéns ao vereador vair dure por ter conseguido o microônibus para os moradores do ingá 2 pois tem morador que é cadeirante e muito difícil descer e subir para pegar onibus

    • Avatar

      Se for cadeirante a pmvr disponibiliza vam isso e graça com dinheiro dos outros e cada um fiscalizar pmvr ninguém quer pois esse que é o dever do vereador e fazer leis não fazer média

  11. Avatar

    Parabéns ao nobre vereador pela iniciativa, podendo se estender a outros bairros. Sempre trabalhando em prol da Comunidade, esse é Sempre Comunidade…

  12. Avatar

    Olá so lembrando a todos os moradores do ingá 2 quem conseguiu esse microônibus foi o vereador vair dure e não Edson quinto

  13. Avatar

    Parabéns ao nobre Vereador pela iniciativa, podendo abranger a outros bairros. Sempre trabalhando em prol de nossa Comunidade.

  14. Avatar

    Parabéns nobre Vereador pela iniciativa, é um projeto piloto que futuramente pode abranger para outros bairros. Você sempre trabalhando por nossa Comunidade.

  15. Avatar

    Alô pessoal, como o nome diz é um projeto piloto, tem que começar por algum lugar e depois espalhar para s outros bairros. Parabéns Para o Samuca e para o Edson Quinto por está sempre buscando melhorias para a população mais carente.

  16. Avatar

    O condomínio não é tão longe assim dos pontos de ônibus (uns 500m) onde passa o 300, 305, 310, 325 e a linha Amparo/Barra Mansa. E o pessoal dos bairros ao redor ( e também do Ingá I) que tomam estas linhas, por que não terão direito a este benefício também? Se todos são iguais perante a lei, serão estes moradores do Ingá II mais iguais dos que os moradores dos bairros? Por ser um condomínio grande no alto de um morro não pode ser justificativa pra isso.

    • Avatar

      Aprenda o que é projeto piloto, cidadão.

    • Avatar

      Projeto PILOTO!

    • Avatar

      O legal seria se este micro ônibus subisse na parte alta do condomínio né!!!! Mesmo porquê quando vem do conforto e vila, os ônibus já vem lotados, principalmente no horário de pico ou seja, quem for usuário do tal bilhete único e estiver voltando pra casa vai continuar prejudicado.

    • Avatar

      calma amigo…é um TESTE…

    • Avatar

      “Projeto piloto”? Quer dizer que pode ser que seja estendido ao restante da cidade? Ah tá… acreditei… Agora deixa eu escrever minha cartinha pro papai Noel: ” Papai Noel, fui um bom menino este ano, quero ganhar um peru de natal, uma cesta, e um carro (uma D20)…”
      Longe de mim elogiar o Neto (uma escarrada e cusparada no chão, três batidas na madeira), mas se ele não conseguiu implantar o bilhete único pleno como no grande Rio, é muito pouco provável que essa galera aí consiga.
      Já fica aqui meus parabéns, com batidas de palmas de pé se conseguirem implantar o bilhete único como falei, igual é no grande Rio, mas é MUITO difícil de conseguirem.

  17. Avatar

    Este projeto de bilhete único deve ser estendido a todos os usuários…
    Bem como já deveria ter uma linha pública circular envolvendo bairros Vila…Aterrado..Niterói..Radial..Centro…sempre circular…em ambos os sentidos..com tarifa baixa..
    Exemplo…

    É inadmissível tomar um ônibus no Centro a Vila
    ..e ter q pagar 3,30. o percurso não chega a 2 Km.

  18. Avatar

    O pessoal do Inga tem ponto de ônibus próximo ao condomínio.Se vai fornecer acesso para outras linhas tem que fornecer para todos.Existem pessoas que moram em santa cruz e santa Rita que pagam duas passagens até seus trabalhos será que eles estão vendo isso? Esse projeto foge do principio da igualdade.
    Como sempre os nossos governantes favorecendo somente alguns e querendo votos de toda população.

  19. Avatar

    Mas é só o morador deste condominio andar uns 150 metros que passa o onibus linha 325 e uns 50 metros o da linha 300.

  20. Avatar

    Não entendi, o projeto 2015 do bilhete único, funciona ou não passou de mais um “projeto” que não saiu da gaveta (ou do computador) do então prefeito Neto? Mesmo com esse tempo de 45 min, impossível para os passageiros de bairros mais distantes, o SINDPASS deu um jeitinho de não ser colocado em prática? Afinal na verdade são eles mesmos que mandam no transporte coletivo de V. Redonda. Depois quem manda mais são os motoristas e trocadores dos ônibus, depois a PMVR / SUSER e por último os passageiros, que sustentem todos os anteriores, pagando a passagem e os impostos, mas são os últimos que falam e os primeiros que sofrem.

  21. Avatar

    Parabens pela iniciativa e que possa estender para outras comunidades.

Untitled Document