sexta-feira, 20 de setembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Religiosos levam propostas da comunidade para prefeito

Religiosos levam propostas da comunidade para prefeito

Matéria publicada em 28 de abril de 2019, 18:29 horas

 


Volta Redonda – Religiosos da Região Pastoral de Volta Redonda se reuniram, nessa sexta-feira, 26, com o prefeito Samuca Silva, na Igreja Santa Cecília. O encontro contou com a presença do administrador apostólico, dom Francisco Biasin, e secretários municipais. A iniciativa é parte da ações da Campanha da Fraternidade 2019 – Fraternidade e Políticas Públicas.

– Essa foi uma iniciativa muito boa dos padres de Volta Redonda, que não só manifestaram ao prefeito as suas próprias impressões de como estão sendo aplicadas as políticas públicas no município, como também apresentaram as necessidades e os problemas do povo, principalmente daqueles que dependem quase que exclusivamente dos serviços públicos. Ficamos satisfeitos com o diálogo aberto que se instaurou e com a acolhida do prefeito, assim como os encaminhamentos apresentados por ele e sua equipe. Diante das dificuldades de governar que se enfrentam nas atuais circunstâncias, esperamos que ele e sua equipe encontrem caminhos, junto com as iniciativas e a colaboração da sociedade civil organizada, para superar os graves problemas que assolam a nossa cidade- , disse dom Francisco.

Na reunião foi apresentado ao prefeito as demandas dos bairros, levando em consideração os mais vulneráveis. “Em sintonia com a CF 2019, Fraternidade e Políticas Públicas, discutimos várias realidades que possam favorecer o povo de nossas comunidades, principalmente os que são mais necessitados”, disse padre Vanderley Oliveira, pároco de Santa Cecília, lembrando que cada padre levou as reivindicações dos moradores dos bairros onde atua.

Na paróquia São Sebastião, no Retiro, por exemplo, o pároco, padre Alércio Carvalho, apresentou problemas recorrentes em colégios, como a falta de segurança e atendimento em saúde, além de listar problemas relacionados a estacionamentos irregulares e na solicitação de maior esclarecimento em organização de eventos das igrejas. “Levamos inclusive as solicitações baseadas nas declarações das catequistas, que a partir do tema CF 2019 colocaram num texto assinado também por alunos as suas principais reivindicações. Esse documento foi entregue nas mãos do prefeito”, disse o padre.

De acordo com o prefeito, Samuca Silva, o encontro faz parte do projeto “Prefeitura mais Presente”, que estreita laços dos órgãos municipais com moradores. “Continuando nossa agenda de dialogar com todas as esferas da sociedade, hoje tivemos uma importante reunião com o bispo dom Francisco Biasin e vários padres da Igreja Católica.Tive a oportunidade de apresentar a nova fase do programa “Prefeitura Mais Presente”, que objetiva descentralizar e levar para mais perto da população os serviços públicos da prefeitura de Volta Redonda”, ressaltou o prefeito, lembrando que durante o encontro, foram debatidas ainda propostas para melhorias na cidade e políticas públicas na área social. “É sempre bom poder ouvir as reivindicações de todos. O diálogo é o melhor caminho para fazer nossa cidade avançar”, disse o prefeito.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. Avatar

    ISSO E PORQUE ANO QUE VEM TEM ELEIÇÕES ELE QUE O POVO SER APROXIMAR MAIS DA TURMA DELE SÓ O POVO PARA ACREDITA EM HISTORIA DE METIRA E O PIOR GOVERNO DENTRO DE VOLTA REDONDA.A SAÚDE SOCORRO A EDUCAÇÃO MAL SÓ OS ALUNOS DA CRECHE NO BAIRRO VILA RICA DOS RICOS ESTÃO BEM AONDE ATÉ VEREADOR FICA DE OLHO COM ESTÁ O ANDAMENTO DA CRECHE QUE TEM PODER .AS SECRETARIAS E OUTARQUIAS ESTÃO DE MAL A PIOR MUITA GENTE QUE NÃO TEM O QUE FAZER.OS MOTORISTA DA SAÚDE CADA UM PROCURAR UM LUGAR PARA FICAR PORQUE A COOPERATO CHEGOU E MUITO GESTÃO MESMO NO GOVERNO SR.SAMUCA SOCORRO GENTE.DEUS NOS AJUNDA POR FAVOR.

  2. Avatar

    É claro que fiquei indignado com essa interferência da Igreja Católica na política da cidade, pois eu conheci a gestão Dom Waldyr Calheiros na diocese de Volta Redonda, eu vi como os padres deixavam de se interessar pela reza do rosário, pela penitência, pela confissão dos pecados, etc…, pois o ‘Dom’ só se preocupava com política, e isso conduziu dezenas de padres e seminaristas a largar a batina e casar e, hoje, muitos nem vão na Santa Missa!
    Ou seja, Dom Waldir não cuidava do pastoreio das almas e fez com que Volta Redonda tivesse uma queda na porcentagem de católicos em relação às outras religiões! Isso tudo porque o bispo só tinha preocupações políticas, preocupações mundanas e não se interessava pela salvação das almas!
    O que dizer desses religiosos que tem mais preocupações mundanas que celestiais?!
    Como diria o jornalista Boris Casoy: “Isso é uma vergonha!”…

  3. Avatar

    Esses religiosos não têm jeito. Vivem interferindo na política. Agora eles acham que entendem de políticas públicas. rsrs
    Quero ver o que eles dirão se o prefeito ou os POLITIQUEIROS interferirem na religião deles. O que eles dirão se o prefeito dizer que as missas ou os cultos têm de ser assim e assado, ou que tem de mudar a hora dos cultos ou que a procissão não pode passar por vias de intenso trânsito ou então, que vai mudar o feriado de Sto Antônio sem ouvir a igreja?

    O que apresentaram ao prefeito não tem nada a ver com políticas públicas. O que apresentaram “Na reunião foi apresentado ao prefeito as demandas dos bairros” devem ser necessidade de serviços públicos. rsrsr Devem ser pq nem isso está claro no que querem.

    • Avatar

      E diga-se de passagem, essas demandas os próprios religiosos podiam apresentar aos presidentes de associação de moradores que tem legitimidade para apresentar ao prefeito.

      Além dos vereadores (que não sabem o que fazem na CMVR), agora teremos os padres fazendo o trabalho dos presidentes de associações de moradores?

    • Avatar

      Seu português é lamentável demais

      Cruz credo

  4. Avatar
    capeta da grota do Santa cruz

    por falar em prefeito vcs viram que o vice prefeito de quatis RENUNCIOU ao cargo ?

Untitled Document