quarta-feira, 13 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Repressão ao tráfico e sonegação: Estado vai instalar scanners em estradas

Repressão ao tráfico e sonegação: Estado vai instalar scanners em estradas

Matéria publicada em 28 de novembro de 2015, 11:00 horas

 


Equipamentos vão funcionar nos postos de Itatiaia e da Rio-Santos, em Angra, entre outros

Itatiaia: Postos de fiscalização da Operação Barreira Fiscal ganharão scanners, em forma de portal, para aumentar a eficácia da repressão à circulação ilegal de cargas nas estradas fluminenses (Marcelo Horn/Governo do Estado)

Itatiaia: Postos de fiscalização da Operação Barreira Fiscal ganharão scanners, em forma de portal, para aumentar a eficácia da repressão à circulação ilegal de cargas nas estradas fluminenses (Marcelo Horn/Governo do Estado)

Rio – Os cinco postos fixos de fiscalização da Operação Barreira Fiscal do Rio ganharão scanners, em forma de portal, para aumentar a eficácia da repressão à circulação ilegal de cargas nas estradas fluminenses, inclusive de drogas e de armamento utilizado por criminosos. A licitação do projeto deverá ser realizada em seis meses.
– Está previsto um investimento de R$ 600 milhões, que serão obtidos por meio de uma parceria público-privada – antecipou o governador Luiz Fernando Pezão.
Os equipamentos serão instalados nos postos localizados em Nhangapí (Via Dutra, em Itatiaia), Timbó (RJ-186, no Trevo de Itaperuna), Levy Gasparian (BR-040), Mato Verde (BR-101 Norte) e Angra dos Reis (BR -101 Sul).
– Todo o trabalho será feito em parceria com a Secretaria de Segurança. Recentemente, desbaratamos uma grande quadrilha de combustível pirata. Quase cem carretas foram apreendidas. Essas refinarias ilegais geram um prejuízo bilionário para os cofres do estado – complementa Pezão.
O objetivo do Governo do Rio é reduzir, ao máximo, a sonegação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no estado, que hoje é estimada em bilhões.
– Os aparelhos poderão identificar a quantidade e o tipo de produto que está sendo transportado. Essas informações serão confrontadas com as especificadas nas notas fiscais das cargas – detalhou o secretário de Fazenda, Julio Bueno.

Rio terá também programa de milhagem com prêmios para consumidor

A criação de um programa de milhagem para notas fiscais é outra estratégia do Governo do Rio contra a sonegação.
– Estamos trabalhando num projeto muito atraente. Ao fazer uma compra, o consumidor informa seu CPF e ganha pontos, que podem ser trocados por prêmios, que vão de entradas para o Theatro Municipal à redução do IPVA, de créditos no Bilhete Único a ingressos para o Maracanã – explicou Bueno.
O programa será lançado no primeiro semestre do ano que vem.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    ridículo querem arrecadar mais impostos para roubarem mais, claro né cobrir os rombos dos cofres públicos, esses políticos tinha que incentivar e a diminuição de impostos não fazer nos pagar mais impostos, a baixar o ipva tá de sacanagem não sei porque pagamos o ipva sendo que nossas estradas são uma porcaria, pergunta se os políticos pagam ipva.
    Ingressos para estádio e um absurdo tem jogos que é mais de 180 reais, o ingresso tinha que ser tabelado pois já se você paga imposto certo erra ter acesso gratuito nos estádios ou com valor mínimo tabelado.

    O que estraga esse país somos nós que aceitamos calados, essas coisas que acontecem.

Untitled Document