Resende promove acolhimento provisório para atender moradores em situação de rua com sintomas de Covid-19

by Diário do Vale

Atendimento é 24h e os moradores podem ficar no local por 14 dias
(Foto: Carina Rocha)

Resende – Moradores em situação de rua de Resende com sintomas de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, têm a disposição um serviço de acolhimento provisório durante o período de 14 dias. O serviço foi criado pela Secretaria Municipal de Saúde e acolhe pessoas que estejam com sintomas respiratórios leves. O atendimento é 24 horas e ocorre no salão da Igreja Cristo Ressuscitado, na Avenida Brasília, no bairro Vila Julieta.

No local são montados alojamentos para cuidar da saúde dos pacientes com suspeita de coronavírus e para evitar que tenham contato com outras pessoas. Eles são monitorados diariamente para avaliar os sintomas e a evolução do quadro de saúde. Além de receber os cuidados necessários, os moradores também recebem alimentação.

A equipe do Consultório na Rua, da Superintendência de Atenção Primária à Saúde, que cuida dos moradores, é formada por assistentes sociais, psicólogos, enfermeiros, plantonistas e cuidadores.

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996