terça-feira, 11 de maio de 2021 - 20:32 h

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Restaurante Popular registra que cerca de 25 mil refeições foram servidas em agosto

Restaurante Popular registra que cerca de 25 mil refeições foram servidas em agosto

Matéria publicada em 14 de setembro de 2020, 17:53 horas

 


Volta Redonda – O Restaurante Popular serviu quase 25 mil refeições no mês de agosto, segundo dados da prefeitura de Volta Redonda. Por conta da pandemia do novo coronavírus, o funcionamento do local foi adequado para garantir a segurança de clientes e funcionários durante o período da pandemia. De acordo com a equipe do restaurante, foram servidas mais de 65 mil refeições no período de março a julho.

Segundo as normas de higiene preconizadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde), as filas são organizadas com demarcação de espaço de um metro e meio entre cada usuário e os funcionários continuam fazendo uso de máscaras e seguindo as orientações de higiene contra o vírus.

– Estamos seguindo as restrições de segurança. Cadeiras marcadas com distanciamento, lotação de até 30%. Além disso, quando o usuário vai pegar a bandeja, a funcionária passa álcool para higienização – explicou a coordenadora municipal de Segurança Alimentar, Cristiane Seabra.

O secretário municipal de Ação Comunitária, Ailton Carvalho, frisou a importância do equipamento na garantia da segurança alimentar para a população.

– O restaurante é mantido com recursos próprios da prefeitura e é, para muitas pessoas com baixa renda, a oportunidade de uma refeição de qualidade a um preço acessível – disse o secretário.

O Restaurante Popular foi reaberto em janeiro de 2019 e funciona na Avenida da Integração, no bairro Aterrado, em dias úteis, respeitando o calendário da prefeitura de Volta Redonda.

O almoço custa R$ 3,50 e o cardápio é composto por arroz, feijão, uma proteína, salada com duas opções de hortaliças, além de um suco e sobremesa (doce ou fruta). O cardápio é elaborado por nutricionistas de forma equilibrada. Já o café da manhã tem o valor de R$ 1,50.

Mais de 65 mil refeições foram servidas de março a julho
(Foto: Arquivo DV)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document