segunda-feira, 6 de dezembro de 2021 - 14:11 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Roda de conversa com 100 pessoas foi realizada no sábado pelo MEP

Roda de conversa com 100 pessoas foi realizada no sábado pelo MEP

Matéria publicada em 24 de outubro de 2021, 14:37 horas

 


Foto: Roda de conversa do MEP via plataforma virtual.

Volta Redonda- Neste último sábado, dia 23, o MEP (Movimento Ética na Política), promoveu uma roda de conversa sobre a Covid-19, realizada via plataforma digital, na sala de aula do local.

Durante a abertura e saudação aos expositores da roda de conversa sobre a Covid-19, o professor Saulo Karol, coordenador da Comissão de Saúde do MEP e professor de Biologia/Física no Pré-Vestibular Cidadão, disse que a pandemia não acabou. “É como uma guerra, precisamos nos preparar para o pós-guerra”, disse.

O professor Saulo, ao iniciar o evento apresentou o panorama vacinal do Brasil e destacou a positividade de Volta Redonda no tocante à vacinação, e ressaltou que a cidade com 59,20% de vacinados com a 2º dose, destaca-se comparada com a média Nacional.

“A Secretária Municipal de Saúde de VR trabalhou bem. Contudo, tenho claro que as ponderações da sociedade organizada (inclui o MEP), a dedicação dos profissionais de saúde e a posição ativa de alguns agentes públicos também colaboram para estarmos neste patamar”, afirmou Saulo, na sua apresentação de abertura.

Na sequência, Saulo passou a palavra aos convidados.

Na horizontalidade da sala com 100 pessoas, a Dra. Nathalia Lambert, médica e psicanalista, ex-aluna do Pré-Vestibular Cidadão (2007\2009), fez abordagem relacionada com os aspectos psiquiátricos pós-pandemia. Em seguida a Professora Elienai Pereira, física, escritora e poetisa, voluntária no MEP, abordou sobre a importância da cultura no aspecto psicossocial nos entretenimentos. Já a Professora Patrícia Luciene, mestre em fisioterapia, declarada colaboradora no MEP, discorreu sobre a recuperação respiratória a médio e longo prazo pós-covid.

Já a Professora Hilda Bartolini, enfermeira, traçou o questionamento – “Estamos preparados para conviver com a covid nos hospitais?”, onde apresentou a sua experiência de enfermagem na UTI-Respiratória.

Quem também participou da roda de conversa foi o palestrante Ikaro Graciano, mestre em Taekwondo e professor de Educação Física.

O professor e mestre em Taekwondo deu ênfase ao papel das artes marciais no fortalecimento do organismo e da mente no pós-pandemia.

E para finalizar o encontro, a Professora Priscila Felix, fonoaudióloga, apresentou o tema “Impactos da pandemia no desenvolvimento da linguagem”, com ênfase nas crianças e adolescentes”, contou Saulo, que atuou como mediador do evento.

Considerações finais

Após as apresentações, o Dr. Miguel Tepedino, pediatra e membro da comissão, além de professor de biologia no Pré-Vestibular Cidadão, enfatizou a sincronia entre os temas abordados no evento, destacando a capacidade técnica de cada expositor sobre os temas Covid-19.  Confira no vídeo, https://youtu.be/qgAdLm1VhNM.

Saulo Karol, em nome do Movimento, ao final agradeceu os participantes por terem ficado na sala durante duas horas. “Estou muito feliz e agradecido de estar com vocês nessa troca de conhecimentos, foi sem dúvida um grande evento de qualidade em presença e participação. Agradeço a doação de todos os palestrantes, e tantas pessoas de diferentes áreas, como médicos, acadêmicos de diferentes áreas ligados à UBM, UFF, UGB, UNIFOA, IFRJ, Estácio de Sá entre outras faculdades, pré-universitários, servidores públicos e cidadãos diversos. Fantástico! Muito obrigado”, manifestou agradecido o professor Saulo, articulador do evento científico-social.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Vou perguntar pela milésima vez: quem financia o MEP ???

Untitled Document